Descolamento de Placenta: riscos, causas, sintomas e tratamento

2 min


descolamento de placenta

O descolamento de placenta é a separação da placenta do revestimento uterino.

O descolamento de placenta geralmente ocorre no terceiro trimestre, mas também pode ocorrer a qualquer momento após as 20 semanas de gravidez.

Pelo menos 1% de todas as mulheres grávidas sofrerão um descolamento de placenta. A maioria poderá ser tratada com sucesso, dependendo do caso.

Sintomas de descolamento de placenta

Qualquer sangramento vaginal no terceiro trimestre deve ser relatado ao seu médico imediatamente.

O que acontece no descolamento de placenta?

A placenta é um órgão importante da gravidez que dá suporte a vida do bebê. Ela transfere oxigênio e nutrientes para o bebê. Quando a placenta se separa de seu revestimento uterino antes da hora do parto, estes nutrientes e oxigênio param de ser transferidos para o bebê.

O diagnóstico total e com certeza de descolamento de placenta só acontece após o parto.

>> Tipos de parto: normal, natural, cesárea e curiosidades

Durante a gravidez, é possível identificar o descolamento de placenta através de alguns métodos como:

Tratamento para o descolamento de placenta

O tratamento vai depender de alguns fatores como gravidade, localização da separação com o útero e quantidade semanas de gravidez.

Podem haver descolamento de placenta total ou parcial. E em cada um destes descolamentos há graus que determinam o tipo de tratamento ideal.

>> Mãe de Primeira Viagem: 5 coisas para saber que você não esta sozinha

Em casos de descolamento de placenta parcial, ficar de repouso e ser monitorada constantemente é suficiente caso a gravidez ainda seja muito nova. Em outros casos, transfusões e outros tratamentos de emergências podem ser indicados.

No caso de separação total ou completa da placenta, fazer o parto pode ser a saída mais segura para mãe e bebê. Se o bebê estiver saudável e estável, pode ser possível um parto vaginal.

Se houver sofrimento fetal e a mãe estiver com sangramento grave, a cesárea pode ser um opção emergencial.

>> Tipos de parto: normal, natural, cesárea e curiosidades

Infelizmente, não há tratamento que possa impedir o descolamento da placenta e não há como recolocá-la.

Causas do descolamento de placenta

As causas do descolamento da placenta não são completamente conhecidas. No entanto, há um aumento de riscos em mulheres nestas condições:

  • Fumantes
  • Uso de cocaína durante a gravidez
  • Mulheres acima de 35 anos
  • Ter pré-eclâmpsia ou hipertensão
  • Estar grávida de gêmeos ou trigêmeos
  • Mulheres que já tiveram descolamento de placenta em outra gravidez
  • Traumas e anormalidades na região do útero

>> Azia na gravidez: 10 maneiras de aliviar e porque ela acontece

Quando procurar ajuda médica?

É preciso buscar apoio médico imediato em casos de sangramentos a partir do terceiro trimestre. Somente o médico poderá determinar a causa do sangramento e definir um tratamento adequado. Um diagnóstico rápido de descolamento de placenta aumenta as chances de um tratamento rápido e preciso.

>> Barriga de Grávida: com quantos meses começa aparecer e curiosidades

Referências:
William’s Obstetrics Twenty-Second Ed. Cunningham, F. Gary, et al, Ch. 35.


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
2
Gostei
Amei Amei
0
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn
error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)