10 verdades sobre o pós-parto

4 min


1.9k shares
10 verdades sobre o pós-parto
10 verdades sobre o pós-parto

Existem 10 verdades sobre o pós-parto que muitas mulheres desconhecem e acabam sendo pegas de surpresa com a nova realidade.

Que o pós-parto é difícil todas nós que já somos mães já sabemos, inclusive só sabemos porque passamos por ele. A grande verdade é que muitas mulheres que estão gestantes não conseguem sequer imaginar quais serão as maiores dificuldades que enfrentarão. E apesar da gestação ser um período sublime e muito bonito, é preciso se preparar para dias punks e cheios de desafios depois do parto. Quais são então as 10 verdades sobre o pós-parto que muitas desconhecem?

1. O bebê nasce, a barriga fica

Gente, é verdade. Por menor que seja o peso que você tenha ganhado durante a gravidez, depois do parto e independente do tipo de parto: normal, natural ou cirúrgico, é provável que sua barriga continue inchada por um mês ou mais até que seu útero volte ao tamanho normal novamente. Lembra que ele cresceu para guardar seu tesourinho por 40 semanas ou mais?

2. Você vai sangrar por muito tempo

Depois do parto e justamente porque o útero esta se recompondo de todo o trabalho que fez durante o período da gestação, você vai sangrar bastante por pelo menos um mês. Vai parecer estar menstruada, mas será um pouco mais intenso na primeira semana e vai durar alguns dias a mais do que o normal. O bom é que passa e depois com a amamentação é provável que você ainda fique por mais alguns meses de férias de sangramentos.

3. Cólicas no pós parto!

Para o útero voltar o tamanho normal ele vai contrair. E quando ele contrai, nós mulheres sabemos muito bem o que acontece: sentimos cólicas. Se você amamentar, estas cólicas vão acontecer principalmente quando você amamenta e o fluxo de sangue aumenta, porque a amamentação é uma grande aliada para que o útero volte ao seu tamanho normal. Não se preocupe, estas cólicas tem uma intensidade um pouco menor que as menstruais, mas elas acontecem por pelo menos 1 mês.

4. Quarentena: não te quero, mas resisto. Ou te quero?

Para algumas mulheres é meio difícil resistir a quarentena. São 40 dias de descanso sem atividades sexuais para que seu corpo se recupere do trabalho de parto e da gestação. Muitos médicos dizem ser um período importante para evitar complicações, machucado e inflamações desnecessárias neste período, a grande verdade é que a maioria das mulheres acham bom não precisar pensar em sexo por agora.

5. A libido pode cair por terra no pós parto

Como dito acima, o período de quarentena pode ser o salvador de muitas mulheres que não ficam com a menor vontade de fazer sexo porque o cansaço excessivo com a nova rotina e todo o esforço que ela demanda, vai te deixar exausta. E os hormônios ainda tentando encontrar um equilíbrio no seu corpo, podem te deixar desanimada para qualquer atividade sexual. Isto passa com alguns meses. Fique tranquila, é normal. Veja mais sobre isto aqui: Como fica o casal depois de ter bebê.

6. Amamentar pode ser um desafio e tanto

Sim, nem todas hoje em dia conseguem amamentar sem que sejam ajudadas por profissionais, porque problemas como pega errada do bebê, mal posicionamento entre outras questões podem dificultar o processo, e aquele momento que você viu como mágico, pode ser doloroso e cheio de lágrimas.

Não se desespere que isto tem jeito.

Peça ajuda o mais rápido possível e aproveite para ler estes artigos: Como fazer a pega correta para amamentar, Posições para amamentar, Amamentação descontraída: laid Back Position, Respondidas as dúvidas mais urgentes sobre amamentação, Colostro também é leite e muito mais na aba Amamentação do site. 😉

7. Melancolia pós-parto é real e merece respeito

Aquela sensação de tristeza e os choros no pós parto, o pensamento de que não vai dar conta da maternidade e o medo de assumir essa nova realidade, apesar de serem sentimentos doloridos para muitas, é real e muito normal. As pessoas precisam respeitar este seu momento e se ele não passar com alguns dias, é preciso procurar ajuda médica.

Confira mais sobre o assunto aqui: Melancolia pós-parto merece respeito. E fique atenta para não ser uma Depressão pós-parto. Veja aqui: Depressão Pós-Parto (DPP): o que é e como agir

8. Todo mundo quer pegar o seu papel de mãe

Todo mundo vai ter um palpite ou uma dica super legal que fez com fulano ou ciclano e deu super certo, na maioria das vezes vão ignorar o que você pensa sobre o assunto ou se é o modelo de criação que quer aplicar em sua vida de mãe. Não deixe isso acontecer e corte já a liberdade no começo para que as pessoas não se espalhem e comecem a te entristecer e desrespeitar. Seja sincera e bem firme para estabelecer seu lugar de mãe. Veja aqui: Deixem que as mães sejam mães.

9. Visitas e mais visitas

Muitas mães gostam de visitas e ficam felizes com isso, já outras querem se esconder do mundo com o seu bebê. Se você for o segundo tipo (e não há problema algum nisto), já estabeleça dias e horários que você esteja disposta a receber e não se incomode de ir para o quarto descansar com o bebê avisando as visitas que precisa repousar um pouco.

As vezes elas são indiscretas e se esquecem como é cansativo ter um recém-nascido em casa. Se você já sabe que tem este tipo de pessoa nos círculos, compartilhe estes 2 artigos um pouco antes de nascer para que todos vejam o que você pensa sobre o assunto: Visitas ao recém-nascido: manual ético e Lua de leite: conexão entre mãe e bebê.

10. Você não terá tempo para quase nada, nem para ir ao banheiro em paz

Sinto informar mas isto não vai durar apenas no pós-parto, mas talvez por toda a sua maternidade no período que você tiver um bebê e criança pequena em casa sem ter ajuda de muitas pessoas. No entanto, é no pós-parto que essa situação mais incomoda a entristece porque você já estará sobrecarregada com todos os cuidados com o recém-nascido, amamentação e ainda por cima terá que se virar nos trinta para comer com uma mão só, ir no banheiro com o bebê no colo ou no carrinho (a partir de agora isso será sempre acompanhada).

Quer uma dica? não recuse ajuda. Sabe as tais visitas que não querem ir embora? Coloque elas para lavar louça ou peça que te façam uma quentinha se você tiver liberdade e coragem para tal.

Nem tudo é ruim no pós-parto.

Ter um bebezinho lindo nos braços, se ver formando sua família e vivenciando momentos lindos como a hora do banho, os sorrisinhos, o olhar amoroso enquanto mama. Toda essa delicadeza de expressões de amor, o cheirinho de bebê e até mesmo os sons que eles fazem, aquele soninho tranquilo.

A maternidade é desafiadora, vai te mexer e te reconstruir de dentro para fora, por vezes será cansativo e você vai se perguntar o que fez da vida, mas você nunca mais irá trocar tudo o que vive ao lado do seu filho por nada nesse mundo. ♥

 


Like it? Share with your friends!

1.9k shares

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
2
Gostei
Amei Amei
1
Amei
Ouwn Ouwn
1
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)