Como fazer a pega correta para amamentar seu bebê e não sentir dor

4 min


2.9k shares
pega correta para amamentar
Como fazer a pega correta para amamentar

Toda mãe que tem o desejo de amamentar o seu bebê precisa saber exatamente como fazer a pega correta para amamentar, assim ela evita possíveis problemas durante a amamentação.

Saber fazer a pega correta para amamentar é muito importante. Quando o bebê não consegue pegar direito a mama da mãe para ordenhar o leite e se alimentar, além dele sentir fome e possivelmente perder peso, também acaba machucando o peito da mãe aumentando assim as dificuldades durante o período de amamentação. E é neste momento que muitas mães acabam desistindo de amamentar a recorrendo a leites artificiais para não sentirem mais dor.

>> Laid Back Position: Amamentação descontraída e posições instintivas

Muitas mães dizem que o início da amamentação é dolorido mas que é preciso superar. Na verdade, o início de uma amamentação que esta correndo bem não deveria doer.

A dor não é um item que acompanha a amamentação em hipótese alguma e um dos motivos mais básicos para que a mãe sinta dor no início pode estar relacionado a como o bebê esta mamando e possivelmente no fato dele estar fazendo um pega completamente errada na mama da mãe.

>> Ingurgitamento Mamário: o que é, causas e tratamento

Muitas são as causas que fazem o bebê não conseguir pegar de primeira o peito da mãe.

Uma delas é a separação entre mãe e bebê na maternidade. O ideal para que a amamentação comece bem é mãe e o bebê fazer alojamento conjunto. Esqueça os berçários, o melhor lugar para o bebê estar é no quarto da maternidade junto com a mãe e a possibilidade de vivenciar a chamada hora de ouro, que é quando o bebê acaba de nascer e já é levado imediatamente para o peito da mãe para poder mamar na primeira hora.

>> Amamentando o bebê: o que esperar das primeiras 24h

Algumas pesquisas já confirmaram a importância da hora de ouro para que o bebê consiga pegar bem o peito da mãe e para que a mãe seja inundada de ocitocina e seu leite desça de forma mais rápida. Apesar de não ser um fator determinante, é mais um fator que facilita e promove um bom aleitamento para o bebê.

>> O que é livre demanda e por quê precisamos dela

Além disto, é preciso que a mãe saiba pegar e posicionar corretamente o bebê no colo.

As vezes o bebê até sabe fazer a pega corretamente, mas a mãe não consegue posicioná-lo de barriga com barriga para ela durante a amamentação. Por ter que ficar com  a cabecinha muito torta para ordenhar o leite, ele pode se cansar rápido demais, ficar irritado e assim começar a pegar o peito errado machucando a mãe.

>> Posições para Amamentar: as tradicionais

Vira um ciclo de problemas.

Estar segura no momento em que leva o bebê ao colo, usar almofadas para apoiar os braços, puffs nas pernas, ou simplesmente deitar para amamentar pode facilitar muito a vida e deixar a mãe mais disposta para amamentar. Assim ambos ficam descansados.

Mas atenção, uma boa pega precisa atender a alguns critérios que você mãe pode observar facilmente no seu bebê:

  • A bochecha do bebê deve estar “cheinha” e não com “covinhas”. Sabe aquela boquinha gorduchinha redondinha? É assim.
  • O bebê não pode estar fazendo barulhinhos durante a sucção, tipo estalos. Ouvir o bebê engolir é normal e um ótimo sinal. O barulho preocupante são os estalinhos na sugada.
  • A boca deve estar estilo peixinho. Isto significa que os lábios do bebê devem estar voltados para fora e não para dentro.
  • A parte inferior da aréola do peito da mãe vai ficar completamente coberta pela boquinha do bebê. A parte superior pode aparecer sem problemas. Aréolas muito grandes fogem a esta regra.
  • O queixo do bebê encosta na mama da mãe
  • Quando o bebê engole o leite, você enxerga os movimentos do maxilar dele e vê até mesmo o ouvido se mexendo para baixo e para cima.
  • O bebê mama relativamente tranquilo e depois de um tempo mamando fica relaxado, soltando a mãozinha e a abrindo.

>> Tamanho do estômago do bebê e mamadas frequentes

Sobre o posicionamento:

  • Tanto para amamentar deitada ou sentada, o bebê precisa estar de barriga com barriga para você. A sua barriga e a dele ficam de frente e se encostam.
  • Estar bem apoiado, pegar o bebê com segurança o faz se sentir mais seguro. Não deixe ele “solto” no colo. Esta regra é para recém-nascidos, quando crescem eles mesmos definem a posição que querem mamar.
  • Se o bebê se incomoda com pessoas e barulhos, procure um local calmo e tranquilo para ele mamar, assim ele consegue se concentrar melhor.

>> Comportamento de seu bebê quando mama: diferenças entre bebês

Veja uma imagem mais clara da pega correta:

pega correta para amamentar

Não se engane, para o bebê mamar é um exercício. Já percebeu como ele fica suado do esforço de sucção? E por isso estar bem posicionado e pegando corretamente o peito da mãe facilita muito a vida dele e a sua que não sentirá dor e não terá fissuras, ingurgitamentos ou mastites causados pela ordenha ineficiente da mamada.

>> É normal o bebê suar quando mama? Por que isto acontece?

É sempre bom lembrar que para o bebê pegar corretamente o peito da mãe ele não pode ser confundido com outros bicos como chupetas e mamadeiras pois o jeito de sugar em cada uma delas é diferente e pode atrapalhar bastante na pega correta. Expliquei exatamente como os bicos podem te atrapalhar neste post: O ciclo de problemas: chupeta, mamadeira e baixa produção de leite materno e neste post: Confusão de bicos: o que é e como prejudica a amamentação

 


Like it? Share with your friends!

2.9k shares

What's Your Reaction?

Uau Uau
4
Uau
Gostei Gostei
7
Gostei
Amei Amei
60
Amei
Ouwn Ouwn
8
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)