O Poderoso Chefinho: dos desenhos para a vida real?

2 min


O Poderoso Chefinho

Você já deve ter ouvido falar do filme O Poderoso Chefinho, não é mesmo?

Todos os pais e mães antenados devem ter assistido O Poderoso Chefinho ou pelo menos ter ouvido falar.

Se você não sabe do quê estou falando, veja o trailer do primeiro filme O Poderoso Chefinho:

Agora que estamos todos sabendo do quê estamos falando, é importante você saber que já foi lançado o filme O Poderoso Chefinho 2 e temos até um desenho da Netflix com uma série fofa sobre este bebê e seu irmão mais velho.

Confesso que olhando por cima, parece ser um bebê chato e mandão. Mas a realidade é que este filme é apenas uma versão simplificada da metáfora de se ter um bebê em casa.

Sim, eles vão consumir todo o seu tempo e toda sua energia.

Mas não há nada de errado nisto, mesmo porque, o bebê esta sendo apenas o que ele é: um bebê.

Nós crescemos ouvindo regrinhas e mais regrinhas para se evitar que a criança se torne o rei do pedaço e domine toda nossa vida. Mas sendo muito sincera, qualquer pai e mãe que esteja criando sua criança com amor e apego, terá quase todo o seu tempo ocupado.

>> Me respeite, tenho filhos! A desafiadora jornada dos pais

Porque criar um filho demanda tempo de vida! Simples assim.

E quando nasce um irmão no meio desse bololô todo que é ter e desenvolver uma família, as coisas podem até complicar (podem, não vão em todos os casos). Mas veja: tudo muda de acordo com sua visão de mundo.

Você pode simplesmente se entregar ao negativismo e achar que sua vida esta péssima. Ou pode tentar ver o lado bom e as belezas que se escondem nesta desafiadora jornada.

Saiba que O Poderoso Chefinho de sua casa é apenas um bebê em desenvolvimento. Ele ama colo, amor e empatia. Como você, ele se viu, de repente, em um mundo novo.

>> Todo bebê precisa de colo, calor e conexão

O medo também toma conta do bebê e da criança em desenvolvimento. Como nós (os adultos), na vida dos bebês também há muitas crises de existência. De existência, minha gente!

>> Nunca negue ao seu filho… por Suelen Maistro

Porque existir é um desafio e tanto, principalmente para quem esta começando do zero. Crescer dói para caramba. Vai dizer que você não sente saudade de quando era um bebê?

E ao longo de nosso crescimento (e do deles também), vamos nos dando conta que a mudança é algo da qual não podemos fugir quando se trata de crescer.

Que a vida segue seu ritmo como a natureza assim determinou a milhares de anos. E que logo, não seremos mais bebês, não teremos mais um bebê.

Aproveite O Poderoso Chefinho que você tem em sua casa, antes que ele cresça e resolva mudar de empresa. 😉

>> Bebês: desenvolvimento de 1 a 2 anos de idade


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Uau Uau
2
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
2
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)