Sangramento na Gravidez é Normal? Entenda

3 min


sangramento na gravidez

Ter um sangramento na gravidez pode assustar muitas futuras mães.

O sangramento na gravidez pode ser comum, principalmente no primeiro trimestre. No entanto, é importante conhecer as causas do sangramento e consultar o médico em caso de dúvidas.

>> Primeiro Trimestre de Gravidez: Dicas e Cuidados

Sangramento no primeiro trimestre

Até 20% das mulheres podem ter um sangramento da gravidez durante o primeiro trimestre.

As causas podem incluir:

1. Sangramento de Nidação ou Implantação

O sangramento de implantação costuma ser normal nos primeiros 6 a 12 dias após engravidar. Este sangramento acontece quando o óvulo se implanta na parede do útero. Muitas mulheres sequer se dão conta que é uma gravidez porque confundem com um ciclo menstrual leve.

>> Nidação ou implantação: o que é e quais os sintomas?

2. Aborto espontâneo

Também comum nas primeiras 12 semanas de gravidez, tende a ser uma das maiores preocupações das gestantes. Um sangramento no primeiro trimestre não significa necessariamente que a mulher esteja sofrendo um aborto.

Se um batimento cardíaco é visto na ultrassonografia, mais de 90% das mulheres que apresentam sangramento vaginal no primeiro trimestre não abortam.

Além do sangramento, um aborto espontâneo costuma ter como sintoma fortes câimbras ou cólicas no baixo ventre passando pela vagina.

3. Gravidez ectópica

Em uma gravidez ectópica, o embrião se implanta fora do útero. Isto pode causar sangramentos e até a ruptura da trompa de falópio. Uma gravidez ectópica ocorre em cerca de 2% das gestações apenas.

>> Gravidez ectópica: sintomas, causas, riscos e tratamento

4. Gravidez molar (também chamada de doença trofoblástica gestacional)

Esta condição é rara. Trata-se de um crescimento anormal de tecido dentro do útero em vez de um bebê. Este tipo de problema, além de sangramento, também pode causar náuseas, vômitos e rápido aumento do útero.

5. Alterações cervicais

O sexo durante a gravidez bem como o exame de papanicolau podem causar um sangramento leve pelo contato com o colo do útero. Este tipo de sangramento não é motivo de preocupação.

6. Infecção

Qualquer infecção do colo do útero, da vagina ou de uma infecção sexualmente transmissível (como clamídia, gonorréia ou herpes) pode causar sangramento no primeiro trimestre.

Sangramento no final da gravidez

1. Placenta prévia

Quando a placenta fica baixa e cobre totalmente ou parte da abertura do canal de parto, é chamado de placenta prévia. Rara no final de terceiro trimestre. O sangramento pode ser indolor. Trata-se de uma emergência médica.

2. Ruptura de placenta

Em cerca de 1% das gestações, a placenta se desprende da parede do útero antes ou durante o trabalho de parto.

O descolamento de placenta é perigoso para mãe e bebê. Vem acompanhado de sangramento, dor abdominal, coágulos de sangue na vagina, cólicas e dor nas costas. É preciso procurar o médico imediatamente.

3. Ruptura uterina

Em casos raros, uma cicatriz de cesárea antiga pode se abrir e romper o útero. O problema requer atendimento médico urgente e uma cesárea de emergência. Acompanha muita dor e sensibilidade no abdômen.

4. Vasa previa

Nesta condição muito rara, os vasos sanguíneos do bebê em desenvolvimento no cordão umbilical ou na placenta atravessam a abertura até o canal do parto. Vasa previa pode ser muito perigoso para o bebê porque os vasos sanguíneos podem se rasgar, fazendo com que o bebê sangre severamente e perca oxigênio.

Outros sinais de vasa prévia incluem freqüência cardíaca fetal anormal e sangramento excessivo.

5. Trabalho de parto prematuro

Sangramento no final da gravidez pode ser apenas um sinal de quê você esta entrando em trabalho de parto. Alguns dias antes do trabalho de parto, o tampão se solta. Se os sintomas de trabalho de parto começarem antes da 37ª semana de gravidez, entre em contato com seu médico imediatamente porque você pode estar em trabalho de parto prematuro. Outros sintomas do trabalho de parto prematuro incluem contrações, corrimento vaginal, pressão abdominal e dor lombar.

>> Parto: o quê acontece com seu corpo quando o bebê vai nascer

Outras causas de sangramento no final da gravidez são:

  • Lesão no colo do útero ou vagina
  • Pólipos
  • Câncer

O que fazer se você tiver sangramento anormal durante a gravidez?

Um sangramento intenso em qualquer fase da gravidez requer atenção e atendimento médico. Procure atendimento médico imediatamente. O médico irá solicitar exames de acompanhamento para saber como esta o bebê, além de fazer uma avaliação completa de sua situação.

Motivos para procurar imediatamente atendimento médico:

  • Dor intensa ou câimbras intensas no abdômen
  • Sangramento grave, com ou sem dor
  • Sangramento da vagina que contenha tecido e coágulos
  • Tontura ou desmaio
  • Febre alta ou calafrios

Sangramento na gravidez após relação

O sexo na gravidez pode causar um leve sangramento por alterar o colo do útero. Não há com o quê se preocupar neste caso. Principalmente se o sangramento for isolado, em pouca quantidade e não estiver acompanhado de outros sintomas. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

>> Sexo na gravidez: segurança, posições e o bebê sente?


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
0
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)