Parto normal: como é, como acontece e você vai sentir muita dor?

3 min


parto normal

O parto normal pode fazer com quê muitas mães sintam medo.

O maior medo durante o parto normal é o de sentir dor ou de que as coisas não aconteçam de forma saudável para mãe e bebê. Há milhares de anos, mulheres parem seus bebês de forma natural e geralmente sozinhas.

Hoje em dia, o parto normal pode acontecer com uma equipe qualificada e preparada. Dentro de um hospital ou de forma segura, para gestações que não apresentem riscos, no conforto do seu lar.

Durante o trabalho de parto normal, o corpo passa por 3 estágios. De forma resumida, vou explicar como seu corpo irá reagir em cada fase do parto. Ainda assim, cada nascimento de bebê é tão único quanto o bebê que em breve estará em seus braços.

>> Parto: o quê acontece com seu corpo quando o bebê vai nascer

Quanto tempo dura o processo de trabalho de parto?

Mães de primeira viagem podem ter uma média de até 14h de trabalho de parto. Claro que não há uma regra, ele pode ser mais longo ou mais curto. Mães que já tiveram outros bebês podem ter em média até 8h de trabalho de parto.

Quais são e como são as fases do trabalho de parto normal?

1. Primeiro Estágio: dilatação e evolução do colo do útero

Fase inicial: Durante a fase inicial, o colo do útero dilata de 0 a 3 ou 4 centímetros. Esta fase pode durar em média de 6 a 10h para uma mãe de primeira viagem. Pode ser mais curta para mães que já tiveram bebês. O tempo não é uma regra fixa para nenhuma mãe.

O que a mãe sente na fase inicial do trabalho de parto:

O início de trabalho de parto pode ser diferente em todas as mulheres. Algumas podem sentir contrações fortes e perceptíveis, quanto outras não perceberão tão facilmente as contrações. As contrações costumam ser leves e irregulares nesta fase. Os intervalos são de 5 a 30 minutos e duram em média 45 segundos.

Nesta fase, a mãe ainda não precisa correr para um hospital. Mas precisa estar sendo acompanhada por seu obstetra e seguir suas orientações.

Fase ativa: O colo do útero se dilata de 4 a 7 cm. Pode durar em média 3 a 6h para mães de primeira viagem e metade deste tempo para mães que já tiveram outros bebês.

>> 10 verdades sobre o pós-parto

O que a mãe sente na fase ativa do trabalho de parto:

Contrações constantes que aumentam gradativamente em intensidade e frequência. 3 a 5 min. de intervalo entre elas. A dor pode centralizar na região lombar, abdômen e coxas. A dor pode ser intensa o suficiente para dificultar que você converse. Pode haver um corrimento rosado ou acastanhado.

Agora é a hora de praticar a técnica da respiração e relaxamento aprendida na aula de parto. Mantenha sua bexiga vazia. Tente ir para o chuveiro e tomar uma banho quente para relaxar e diminuir a dor. Para as mulheres que irão tomar epidural, esta é a hora.

Fase de transição: o colo do útero se dilata de 8 a 10 cm. É a fase final do primeiro estágio. Pode durar de 20 min. até 2h para primeiros bebês e pode acontecer rapidamente para mães que já tiveram outros bebês.

O que a mãe sente na fase de transição do parto normal:
Contrações intensas e espaçadas de 1 a 3 min. Cansaço, tremores e náuseas são comuns. Desejo forte de empurrar, pressão na área retal e vaginal. No entanto, esta ainda não é a hora de empurrar o bebê, é preciso esperar o colo do útero estar totalmente dilatado.
Concentre-se nas técnicas de respiração e relaxamento que estiverem funcionando melhor para você.
Não se preocupe em sentir que esta “perdendo o controle”. O parto é exatamente isso: perder o controle de si para renascer.

2. Segundo estágio: hora de empurrar o bebê para nascer

Nesta fase o colo do útero estará totalmente dilatado e você já pode empurrar o bebê para que ela nasça. Dura de 30 min. a 2h em mães de primeira viagem. Em mães que já tiveram bebês pode durar minutos.

O que a mãe sente no segundo estágio do trabalho de parto:

Desejo latente de empurrar. Contrações que não param, embora podem se distanciar. Náuseas, vômitos e falta de fôlego em alguns momentos. Dor intensa na área vaginal e perineais. Tente se concentrar para empurrar apenas quando for solicitado pela sua equipe médica.

>> Nomes diferentes de bebês: 70 ideias para meninos e meninas

Muitas mulheres descrevem a coroação do bebê (momento em quê a cabeça do bebê começa a sair) com uma sensação de “queimação” na região.

 3. Terceiro estágio: empurrando a placenta

Muitas mulheres não sabem, mas depois do nascimento do bebê, é preciso empurrar mais um pouco para a placenta sair. Isso pode levar entre alguns minutos a meia hora.

O que a mãe sente no terceiro estágio do parto normal:

Você estará tão envolvida por ter conhecido seu bebê, que provavelmente não notará a placenta sendo expulsa de seu corpo. Você pode sentir dores e cãimbras.

Neste momento, é muito importante colocar o bebê para mamar no peito. Isto se chama hora de ouro e além de ser importante para o início do processo de produção de leite materno e vínculo com o bebê, também ajuda a expulsar a placenta.

>> Razões para adiar o primeiro banho de seu bebê

Quando o trabalho de parto termina, você provavelmente sente uma sensação avassaladora de fadiga. É provável que haja bastante agitação à sua volta, mas, assim que puder, você deve fechar os olhos e descansar um pouco.

>> Como fazer a pega correta para amamentar seu bebê e não sentir dor


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Uau Uau
1
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
3
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)