Corrimento na Gravidez: O Que é Normal e 5 Tipos Para Identificar

Fique atenta aos sinais de corrimento que não são normais.2 min


corrimento na gravidez

O corrimento na gravidez é um dos sintomas desagradáveis da gestação.

E o corrimento na gravidez pode ser um dos primeiros sintomas de gravidez, bem como uma das primeiras mudanças que surgem. No entanto, é importante saber o que é normal nesta fase.

O que é um corrimento na gravidez normal?

Este tipo de corrimento é fino, branco, leitoso e tem um cheiro leve. Chamado de leucorréia, não é motivo de preocupação.

>> Corrimento Rosado e Outros Tipos: o que é, causas e tratamento

O que é um corrimento na gravidez anormal?

Possui um cor verde ou amarelada, um cheiro forte e pode acompanhar outros sintomas como coceira e vermelhidão.

O corrimento vaginal mais comum na gravidez que precisa de tratamento é a candidíase.

>> Candidíase Vaginal: o que é, causas, sintomas e tratamento

Tipos de corrimento na gravidez

1. Corrimento mucosal

Este é o corrimento normal da gravidez, mencionado acima. Fino, leitoso e sem cheiro forte. Causado por uma secreção do colo do útero e mais comum no primeiro trimestre e no terceiro trimestre.

Serve para manter a vagina limpa. Se o odor ficar forte ou se a cor mudar, converse com o médico.

>> Muco cervical: como identificar e para quê serve

2. Tampão Mucoso

É o tampão que fecha o colo do útero e se solta no final da gravidez próximo ao nascimento do bebê. Serve para proteger o bebê e o colo do útero de bactérias e agentes externos.

Saiba mais aqui >> Tampão Mucoso: como é e o bebê vai nascer quando ele sai?

Ele é claro, ligeiramente rosado. Pode ser pegajoso ou fibroso.

3. Corrimento ou Sangramento de escape

Parece com o final de menstruação. Pode ter uma cor de sangue pálido em pouca quantidade ou um sangue amarronzado. Geralmente ocorre no primeiro trimestre. Se for vermelho vivo, é preciso ver o médico.

Pode ser causado pela relação sexual, ruptura na parede vaginal ou infecção.

Um sangramento durante a gravidez nunca deve ser ignorado. Pois pode ser sinal de aborto precoce, gravidez ectópica ou problemas na placenta.

>> Gravidez ectópica: sintomas, causas, riscos e tratamento

4. Corrimento de infecções fúngicas

O PH vaginal é afetado pelos hormônios da gravidez, o que o torno suscetível a infeções fúngicas, especialmente no segundo trimestre.

Durante a gravidez estas infecções podem ser mais difíceis de tratar e demorarem um pouco mais para desaparecer. O ideal é tentar evitar o problema usando roupas confortáveis, de algodão, não apertadas e sempre se limpando de frente para trás.

Tem cheiro forte, é final, branco e pode ter uma textura de queijo cottage.

5. Corrimento de fluído amniótico

Pode vazar em qualquer momento da gravidez, no entanto, costuma acontecer mais nos últimos 2 trimestres, a medida que o parto se aproxima.

Pode ser claro e transparente. Como também com um pouco de sangue e amarelado ou verde se tiver mecônio. Não cheira a urina e nem possui odor. Caso você perceba que é líquido amniótico, procure o médico imediatamente.

Referências:
Williams Obstetrics Twenty-Second Ed. Cunningham, F. Gary, et al, Ch. 8. Mayo Clinic Complete Book of Pregnancy & Baby’s First Year Johnson, Robert V., M.D., et al, Ch. 11.


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
0
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn
error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)