12 ideias de criação para que seu filho seja feliz

4 min


695 shares
12 ideias de criação
12 ideias de criação

Veja agora uma lista de 12 ideias de criação que podem te conectar ao seus filhos com amor, respeito e aumentar o vínculo, além de ajudá-los a crescer felizes e muito seguros de si mesmos.

1. Pratique a criação com apego

Quebre o padrão de criação que você teve ao longo da vida e faça diferente. A criação com apego é basicamente aplicar a empatia para fortalecer relacionamentos familiares e deixar que as crianças cresçam seguras e felizes. Veja mais sobre o tema aqui: Criação com apego e seus 8 princípios.

2. O encoraje a enfrentar seus medos e superar as dificuldades

Caiu? Apesar do coração dos pais ir a boca com o evento não faça alarde, o encoraje a levantar de novo e tentar mais uma vez o que estava fazendo ou a continuar brincando. Quedas não podem nos impedir de seguir nosso caminho na vida. Veja: 7 formas de ajudar seus filhos a crescerem seguros

3. Não o force a ser o que não é

Geralmente as pessoas não respeitam as crianças como indivíduos únicos e com sua própria personalidade, não cometa o mesmo erro. Dê tempo ao seu filho e não o force a fazer coisas que você gosta e não ele. Se ele é tímido, não o obrigue a conversar com pessoas que ele não conhece ou a ser sociável. Se ele é extrovertido e aberto não o fique podando quando ele resolver conversar com as pessoas e fazer todo tipo de pergunta, os adultos é que deveriam entender que se trata de uma criança e que provavelmente algumas perguntas sem maldade alguma sairão na conversa. 😉

4. O ensine a doar e a praticar o consumo colaborativo

Pratique o desapego em casa e não acumule, mostre para o seu filho que na verdade precisamos de muito pouco para sermos felizes e que ajudar o próximo nos da energia e nos motiva, nos enche de felicidade e torna nossa vida leve e feliz. Se existem muitos brinquedos que ele não usa mais, peça para que ele separe estes brinquedos para doar para outra criança que ficará muito feliz. 

5. Ensine seu filho a assumir os erros

Reconhecer que errou e que podemos consertar nossos erros é um passo para vivermos com a consciência tranquila e limpa. Nos mostra que a honestidade com os outros e com nós mesmos só traz benefícios emocionais.

6. Dê colo

Desde que nascem os bebês precisam de muito colo, calor humano e conexão, falei sobre isto aqui: Todo bebê precisa de colo, calor e conexão. Mais isto não significa que quando eles são maiores acabou o colo, muito pelo contrário, colo de mãe e pai cura um monte de coisa, desde machucados físicos quanto na alma. Em qualquer idade, a qualquer momento que o seu filho pedir, tenha um colo quentinho para recebê-lo em seus braços.

7. Não seja o tempo inteiro crítica

Se você se lembra de ser o tempo inteiro criticada pelos seus pais sabe bem do que eu estou falando. A crítica nem sempre, ou quase nunca é construtiva, principalmente quando ela ridiculariza ou não reconhece o outro como alguém diferente de você. Se o seu filho errar, mostre a ele com amor e carinho um resultado diferente e provavelmente melhor fazendo de outra forma. Nada como o exemplo.

8. O ensine a questionar

Sim! Questione as convicções dele o perguntando o “porquê” das coisas e mostre a ele que não há nada de mal nisto. Questionar a vida e as pessoas pode até ser visto como algo ruim para muitos, mas vai ajudá-lo a tomar decisões conscientes na vida e a ser mais informado sobre qualquer assunto que se interesse.

9. Mostre o real significado da empatia e como praticá-la

Empatia é diferente de simpatia. A empatia ouve e acolhe enquanto que a simpatia se solidariza sem pensar muito no problema alheio. Ter empatia significa se colocar no lugar do outro, se conectar e esquecer por alguns momentos o seu para ajudar o outro. Ensinar empatia é muito fácil, basta você praticar com o seu filho, desde que ele nasce. Praticar pode ser difícil no começo, mas logo você aprende. Veja: 10 formas de incentivar seu filho sobre empatia


Veja um vídeo ótimo sobre as diferenças entre empatia e simpatia:

 

10. Seja o exemplo

Crianças aprendem mais observando os pais do que os ouvindo. Sério. Não há melhor lição do que o exemplo e a prática diária. Seja como você espera que seu filho seja. Ele esta te observando o tempo inteiro e seguindo seus passos. Lembre-se que estamos em cima de um palco onde a platéia são nossos filhos, mostre a esta platéia seus valores e o que há de melhor em você.

11. Peça desculpas e reconheça seus erros

Pais erram, pais não estão acima do certo e do errado. Esqueça a idéia de que ser pai e mãe te coloca acima do bem e do mal, entenda que as vezes você também erra e a melhor coisa a se fazer é pedir desculpas. Se você derrapou e acabou gritando com o seu filho ou fazendo algo que acha que não acrescentou, mas magoou, peça desculpas. Pedir desculpas aos filhos os ensina a perdoar e a se desculpar quando eles também errarem.

12. Ensine seu filho a ser o protagonista de sua própria história e a focar no que realmente importa em sua vida

Uau, como fazer isto? Mostre a ele que ele tem capacidade para fazer grandes coisas se ele realmente quiser e que quando realmente queremos algo nos esforçamos para atingir nossos objetivos. Ainda que a vida nos pregue algumas peças e tente tirar nosso foco do que realmente importa, ser um protagonista da própria história significa que ele vai tentar resolver seus problemas e não esperar que os outros façam isto por ele, significa que ele vai correr atrás do que realmente importa e deixar de lado tudo aquilo que pesa na bagagem.

E nada disto é fácil de se fazer, exige empenho e muita dedicação dos pais. As vezes é preciso pedir ajuda para conseguir e não tem nada demais nisto. Se você precisar de ajuda, não tenha medo e nem vergonha de pedir, de quebra você ensina seu filho que somos fáliveis e que precisamos uns dos outros.

Leia também:


Like it? Share with your friends!

695 shares

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
0
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)