Moleira do bebê: quais os cuidados que devemos ter?

2 min


moleira do bebê

A moleira do bebê é uma área delicada da cabeça e precisa de atenção.

É completamente normal ficar atenta a moleira do bebê e preocupada com seus cuidados.

A moleira do bebê pulsa no ritmo dos batimentos cardíacos do bebê e se incha quando ele faz cocô.

Como o tempo, a moleira do bebê se fechará completamente.

>> Como cuidar de um recém-nascido: dicas para quando seu bebê chegar

O que é a moleira no bebê?

A moleira é aquela área macia e molinha no centro da cabeça do bebê. Ali estão dois pontos chamados fontanelas, que são lacunas entre os ossos do crânio. Esta área esta bem protegida por uma membrana resistente. Isso significa que não há problema em tocá-la gentilmente.

>> Como cuidar do umbigo do bebê: dicas práticas

As fontanelas do bebê possuem um papel importante. Elas deram, durante o parto, flexibilidade para que a cabeça do bebê passasse pelo estreito canal vaginal. A cabeça do bebê se molda ao canal por causa das fontanelas.

Por isso alguns bebês nascem com a cabeça um pouco mais pontuda e as vezes, parece que ele fica amassada, de acordo com o tempo que ele passa deitado de cada lado.

>> Como dar banho no recém-nascido: veja o passo a passo

Moleira fechada e aberta:

Após o nascimento, ela permanecerá aberta por tempo suficiente para acomodar o cérebro em crescimento do bebê.

Começará a fechar quando o bebê tiver 6 meses de idade e deverá estar totalmente fechada quando o bebê tiver cerca de 18 meses. Todos os bebês nascem com a moleira aberta e ela irá se fechar lentamente conforme ele se desenvolve.

Moleira baixa ou funda:

A fontanela do bebê se movimenta. Ela pulsa como nos batimentos cardíacos do bebê e pode ficar alta ou baixa. Quando a moleira esta baixa ou funda, pode ser sinal de desidratação.

>> Mães e bebês sincronizam os batimentos do coração apenas sorrindo um para o outro

Moleira alta:

Uma fontanela muito alta e protuberante pode ser sinal de aumento da pressão no cérebro do bebê. Isto pode ser causado por algum traumatismo craniano, infecção no cérebro ou acúmulo de fluído. Principalmente se o bebê tiver febre e sonolência excessiva, é preciso procurar ajuda médica.

Se a fontanela do bebê se forçar um pouco para cima quando ele chorar ou fizer cocô, não é preciso entrar em pânico. Assim que o bebê se acalmar, ela volta ao normal.

Cuidados:

  • Toque de forma suave e delicada a região.
  • Evite fitas e acessórios que possam apertar a região.
  • Fique atento a sinais de alteração e desconforto no bebê.

 


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
1
Gostei
Amei Amei
0
Amei
Ouwn Ouwn
1
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)