Amniocentese ou Teste do Líquido Amniótico: Saiba Tudo

O DNA fetal é examinado para procurar por anormalidades genéticas em um laboratório. 2 min


amniocentese

Você sabe o que é amniocentese genética?

Amniocentese genética ou teste do líquido amniótico é um exame que diagnostica anormalidades cromossômicas no feto. O exame amniocentese permite eliminar ou confirmar com certeza a possibilidade do bebê ter síndrome de Down ou uma outra anomalia cromossômica.
>> Líquido Amniótico: Importância, Função e Curiosidades

Existem pessoas com maior probalidade de ter bebês com problemas graves de saúde ou anormalidades. Elas são:

  • Mulheres com mais de 35 anos
  • Mulheres com histórico médico de doença hereditária como anemia falciforme ou distrofia muscular
  • Mulheres que tiveram bebês com problemas genéticos em outra gravidez

Um teste de amniocentese tem de 98 a 99% de precisão para identificar anormalidades cromossômicas, defeitos no tubo neural e distúrbios genéticos.

>> Exames de Gravidez: Saiba quais exames será preciso fazer

O que acontece no exame de amniocentese?

O procedimento é invasivo e nele o médico tem a chance de examinar materiais genéticos do fluído amniótico que envolve o feto.

Realizado entre 15 semanas e 18 semanas de gestação.

Durante o teste de líquido amniótico, uma agulha espinhal é inserida com o apoio de um ultrassom até um local seguro dentro do saco amniótico.

>> Ultrassom Morfológico na gravidez: o que é e como funciona

Como o fluido é analisado?

O DNA fetal é examinado para procurar por anormalidades genéticas em um laboratório. Nesta análise será possível avaliar a saúde do feto e detectar possíveis problemas.

>> Feto: O Que ele Sente na Barriga Quando Você Chora

Alguns problemas podem ser tratados durante a gravidez quando descobertos, por isso a importância do exame.

A amniocentese pode ajudar no diagnóstico da síndrome de Down em um estágio inicial da gravidez.

Também é capaz de detectar a doença RH, que leva anemia grave no feto. Neste caso, uma transfusão de sangue pode ser possível para tratamento.

A amniocentese pode detectar várias condições como:

  • Síndrome de Down
  • Anemia falciforme
  • Talassemia
  • Trissomia 13 (síndrome de Patau)
  • Trissomia do cromossomo 18 ou síndrome de Edward
  • X frágil ou síndrome de Martin-Bell
  • Espinha bífida e outros defeitos do tubo neural.

Quando a gravidez esta em um estágio avançado, o exame pode detectar infecção, incompatibilidade de RH, maturidade pulmonar e descompressão de polidrâmnio.

Também é possível gerenciar rupturas precoces de membranas, marcadores inflamatórios do líquido amniótico e ajuda o médico a tomar decisões sobre a segurança do parto.

>> Tipos de parto: normal, natural, cesárea e curiosidades

Indicações

O feto é considerado em risco de problemas genéticos ou de desenvolvimento quando:

  • História familiar ou criança anterior com uma condição genética, como a síndrome de Down
  • Risco de defeitos do tubo neural aberto, como na espinha bífida
  • 35 anos ou mais na data estimada do parto
  • Risco de doença genética ligada ao sexo, como a hemofilia ou a distrofia muscular de Duchenne
  • Outras situações consideradas graves

A amniocentese também pode avaliar:

  • Maturidade pulmonar nos casos de parto prematuro como possibilidade
  • Determinar a paternidade com 99% de precisão


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
0
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn