Alimentação na gravidez: o que evitar e o que esta liberado

3 min


alimentação na gravidez

Decidir pela melhor alimentação na gravidez é como caminhar em um campo minado.

Muitas vezes é difícil saber o que não comer quando se está grávida e a alimentação na gravidez se torna um desafio, além de todos os outros.

Qual alimentação na gravidez é segura?

É preciso encontrar o equilíbrio com cautela e sensatez. Alguns estudos sugerem o que evitar e o que consumir com cuidado. Outros falam sobre a importância de uma alimentação saudável na gravidez.

Alguns alimentos para evitar durante a gravidez

  1. Leite não pasteurizado e queijos moles
  2. Álcool
  3. Carnes e aves mal cozidas
  4. Frutos do mar crus
  5. Bebidas com cafeína
  6. Frios
  7. Frutas, legumes e verduras não lavados
  8. Ovos cru
  9. Frutas, legumes e verduras não lavados

Alimentação na gravidez: cuidados

1. Leite não pasteurizado e queijos moles

Eles podem conter bactérias que causam problemas como salmonela, listeria ou E.Coli. Como o sistema imunológico de uma grávida é mais baixo, ela estará mais sujeita a ficar doente e o bebê também.

Queijos moles são feitos com leite não pasteurizado. Eles incluem: brie, camembert, feta, roquefort e ricotta.

2. O álcool é seguro para beber quando estiver grávida?

É recomendável evitar totalmente. Ele esta associado a síndrome alcóolica fetal que causa problemas físicos e mentais no bebê.

>> Síndrome de abstinência neonatal: bebês que nascem dependentes químicos

Se você estiver planejando engravidar, cortar o álcool é uma ótima opção também.

3. Carnes e aves mal cozidas

Carnes cruas e mal cozidas podem causar envenenamento por salmonella, parasitas e toxoplasmose. Certifique-se que cozinhar bem os alimentos e quando manuseá-los crus, lave bem as mãos e utensílios antes de mexer com outros alimentos para não contaminá-los.

>> Toxoplasmose na Gravidez: saiba o que é, riscos e tratamento

4. Frutos do mar crus

Para quem ama sushi é um golpe, mas o mais seguro é evitar o consumo durante a alimentação na gravidez. Frutos do mar como peixes crus podem conter pequenos vermes parasitas que causam doenças. Moluscos crus podem conter vírus e bactérias.

Geralmente, o peixe de sushi é congelado, o que pode matar algumas bactérias. No entanto, você não tem certeza se determinado lugar prepara da forma correta e depois de ter congelado, certo? Melhor se precaver.

5. Alguns peixes cozidos devem ser evitados

Há uma grande quantidade de mercúrio nos tipos de peixe Marlin, tubarão, atum e espadarte. A alta quantidade de mercúrio é prejudicial ao desenvolvimento do sistema nervoso do feto.

6. Café na gravidez

O ideal é não passar de 300mg por dia (duas xícaras de café). Refrigerantes e alguns chás possuem cafeína, assim como o chocolate. E eles entram na conta.

Como substituir o café na gravidez?

Tome sucos e bebidas que não possuem cafeína. Experimente o café descafeinado para ver se você se adapta. De qualquer forma, se você toma apenas um cafezinho pela manhã para acordar, não há grandes riscos. O que deve ser evitado é o exagero.

Café com leite na gravidez faz mal?

Não faz mal se consumir com moderação e dentro da quantidade adequada (300gr de café) dia. Esta é uma combinação muito popular aqui no Brasil pela manhã e faz parte do café da manhã de muitas famílias.

>> Café da Manhã Saudável: 9 opções simples e acessíveis

7. Frios (presunto, mortadela e outros)

Os frios devem ser evitados pois podem contar listeria, uma bactéria perigosa para o bebê em formação. Embora os casos sejam raros, o melhor é aquecer seus sanduíches com frios antes de consumir.

Aquecer os frios, ajuda a reduzir os riscos.

8. Ovos crus

Evite ovos crus e alimentos que contêm ovos crus, por causa do risco de ter salmonella. Ovos cozidos estão liberados. Se for fazer maionese caseira, use ovos cozidos.

9. Frutas, legumes e verduras não lavados

O hábito de lavar frutas, legumes e verduras antes de consumir deve ser para todos. No entanto, especialmente para grávidas.

Alimentação na gravidez: dúvidas comuns

O que pode e o que não pode na gravidez? Como garantir uma alimentação na gravidez saudável e que contribua para o desenvolvimento do feto? O equilíbrio e a escolha saudável dos itens é a chave para o sucesso.

Nozes na gravidez

Caso você não seja alérgica, o consumo esta liberado na gravidez. Pesquisam mostraram que não não motivos para evitá-las.

Benefícios das nozes na gravidez

As nozes são ricas em proteínas, antioxidantes, carboidratos, ômega-3, vitamina E e diversos mineirais. Ajuda a aliviar acidez no estômago, desinflama e relaxa o esfincter, melhorando o trânsito intestinal.

Na gravidez, uma alimentação rica, equilibrada e saudável contribui para o desenvolvimento e crescimento do feto.

Queijo mussarela na gravidez

Se a mussarela for feita com leite pasteurizado, o consumo é seguro durante a alimentação na gravidez. O que é preciso evitar são queijos moles que não são feitos com leite pasteurizado.

Comer camarão na gravidez é seguro?

Desde que sejam cozidos, não há problema em comer camarão na gravidez.

Alimentação na gravidez para evitar cólicas no bebê?

Há um grande mito a respeito do que a mãe come afetar ou não as cólicas no bebê. Antes este mito falava sobre mães que amamentam, hoje se estendeu também para a alimentação na gravidez. Nada do que a mãe come quando esta grávida e nem depois da gravidez, pode diminuir ou aumentar as cólicas no bebê.

As cólicas no bebê acontecem por uma razão fisiológica e de desenvolvimento do sistema digestivo do bebê após o nascimento, bem como a adaptação com o leite materno e em alguns casos, aumentam com o consumo de leite artificial.

Entenda mais aqui >> Para cólica em bebê, o colo: uma receita amorosa infalível

>> Existe dieta para mãe que amamenta?


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Uau Uau
1
Uau
Gostei Gostei
5
Gostei
Amei Amei
0
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn
error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)