O primeiro ano de uma mãe é transformador e visceral

2 min


2.4k shares
O primeiro ano de uma mãe
O primeiro ano de uma mãe

O primeiro ano de uma mãe certamente é um dos mais difíceis de lidar, apesar de ser emocionante.

Estamos aprendendo tudo, para muitas, desde cuidados básicos com um bebê até a lidar com todos os sentimentos, tanto de frustrações e alegrias. A ambiguidade é intensa em muitos momentos. O primeiro ano de uma mãe é o de seu nascimento e aniversário também.

>> 1,2,3 respira; serás mãe por toda uma vida

Muito se comemora o primeiro aninho do bebê, sim, claro, é o momento mais especial na vida de uma mãe. A festinha de primeiro ano do bebê costuma ser planejada com carinho as vezes com meses de antecedência e nos mínimos detalhes, a mãe quer mostrar o quanto seu bebê é amado.

Mas este primeiro ano também é o aniversário dessa mãe dedicada, carinhosa, presente, que tenta ser o tempo inteiro a melhor mãe possível para o seu filho.

Somos falhas, humanas… estamos o tempo inteiro exaustas e muitas vezes sem ajuda e companheirismo para seguir esta jornada.

Muitas vezes esta jornada é solitária e exige muito, mas o amor que bate no peito pelo filho é inabalável, invencível, supremo e anos faz seguir em frente.

>> Mãe sua vida vai mudar, vai parecer assustador, mas no fim…

 

O primeiro ano de uma mãe, é o primeiro de muitos anos de alegrias, incertezas, pedidos silenciosos de proteção ao filho, desejos puros de felicidade e amor.

O primeiro ano de uma mãe é conexão direta com aquele pequeno ser que ela trouxe ao mundo.

>> Ser mãe é se desprender da vida de antes

É culpa, exigência, perfeccionismo, cobranças dela com ela mesma.

É enfrentamento, resistência e reconstrução diante de um mundo que apesar de exaltar as mães como as mais importantes, na prática as julga. As confinam em espaços que seriam apenas para elas.

>> Por que mães que ficam em casa estão sempre cansadas

Um mundo que não se adapta a realidade dessas mães.

Que é inflexível em seus trabalhos, as fazendo muitas vezes ter que abandonar o trabalho pelo filho ou dedicar menos tempo do que gostaria ao filho pela urgência e necessidade do trabalho.

O mundo não é fácil para uma mãe. E as mães resistem bravamente.

Abrem mão de muito pelos filhos. Enfrentam a vida por eles. Se esquecem de si mesmas, se colocam por último e carregam pesos maiores do que qualquer um aguentaria. O primeiro ano de uma mãe deve ser comemorado, saudado, lembrado.

Ser mãe é transformador e visceral. É transcender de alguém que você nunca mais será para uma outra: nova e completa. 

Quando você estiver preparando o aniversário de um aninho do seu filho, lembre-se que esta festa também é sua: Feliz aniversário! ♥

Veja a homenagem que a Pampers do Japão fez para o primeiro ano de uma mãe:

 


Like it? Share with your friends!

2.4k shares

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
1
Amei
Ouwn Ouwn
3
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)