Meningite Meningocócica: Sintomas, Causas e Tratamento

A doença é séria e exige cuidados imediatos, bem como atendimento médico urgente. Fique atento aos sintomas.4 min


2.2k shares
meningite meningocócica, neto de lula morre, meningite bacteriana, meningite viral

A Meningite Meningocócica é uma infecção rara, mas muito séria.

A meningite meningocócica é uma forma bacteriana de meningite. A Meningite pode ser bacteriana, fúngica ou viral.

>> Vacina Meningo B e ACWY: Vale a pena pagar pelas vacinas?

Trata-se de uma inflamação nas membranas que cobrem o cérebro e a medula espinhal. A doença pode ser fatal ou causar grandes danos, caso não seja tratada imediatamente.

Até 15% das pessoas que sobrevivem a doença podem ter sequelas que incluem deficiências como surdez, danos cerebrais e problemas neurológicos.

>> Dermatite atópica: o que é, sintomas, como tratar e cura

O que causa a meningite meningocócica?

A Meningite pode ser causada por bactérias ou vírus. A bactéria Neisseria meningitidis, também conhecida como meningococo é a causadora da meningite meningocócica.

A doença é mais comum em crianças e adolescentes, o que torna a vacinação muito importante nesta fase.

>> Calendário de vacina infantil: saiba quais vacinas dar em seu filho

Bactérias da meningite causam infecções na pele, trato gastrointestinal ou respiratório. As bactérias também podem se espalhar pela corrente sanguínea e afetar o sistema nervoso.

Quando atinge o sistema nervoso, causa a meningite meningocócica.

Estar exposto a bactéria meningococo e ter infecções respiratórias aumenta os riscos de contágio.

>> Icterícia (neonatal e em adultos) tudo que você precisa saber

As bactérias são transmitidas de pessoa para pessoa através de gotículas respiratórias ou secreções da garganta dos portadores.

Quais são os sintomas da meningite meningocócica?

Fique atento aos sinais e sintomas da doença e busque ajuda médica imediatamente em caso de:

  • Febre alta repentina
  • Dor de cabeça severa e persistente
  • Rigidez do pescoço
  • Náusea ou vômito >> Por que os bebês golfam: voltar leite e vomitar é normal até que ponto?
  • Desconforto com luzes brilhantes
  • Sonolência ou dificuldade em despertar
  • Dor nas articulações
  • Confusão ou outras alterações mentais
  • Erupção cutânea avermelhada ou roxa (há uma emergência médica nestes casos)
  • Moleira protuberante (em bebês)
  • Grito agudo ou gemido (em bebês)
  • Movimentos rígidos ou bruscos (em bebês ou crianças )
  • Irritabilidade
  • Respiração rápida
  • Letargia ou sonolência excessiva
  • Pele manchada, ficando pálida ou azul
  • Calafrios ou mãos e pés frios

Nem todas as crianças e pessoas irão apresentar todos ou os mesmos sintomas de uma vez. É preciso ficar atento aos sinais e ao menor sinal de problema de saúde, principalmente em bebês e crianças, procurar o médico para uma avaliação.

>> Diarréia em Bebês e Crianças ou Gastroenterite: dicas e cuidados

Qual é o tratamento para meningite meningocócica?

O tratamento precisa ser feito o mais rápido possível e não é seguro esperar. Se você perceber sintomas parecidos com os da doença, vá ao hospital imediatamente.

Testes de sangue e avaliação no hospital irão confirmar ou não a presença da doença. O tratamento pode ser feito com antibióticos, medicamentos específicos de acordo com o quadro médico e em muitos casos internação.

>> Vacina contra febre amarela para bebês e mães que amamentam

A vacinação também é uma importante aliada contra a meningite meningocócica. Crianças e bebês precisam se vacinar contra a doença e seguir o calendário de vacinação de acordo as datas.

Saiba mais sobre quando dar as vacinas no seu filho aqui >> Calendário de vacina infantil: saiba quais vacinas dar em seu filho

A vacina contra meningite meningocócica pode prevenir a infecção.

E pode ser eficaz em cada 9 a 10 pessoas. Fazer os reforços da vacinação de acordo com o crescimento da criança também é importante.

No caso da Meningite Meningocócica, existe a vacina Meningococo B, que pode proteger em até 80% contra a doença. Esta vacina é fornecida apenas na rede particular e seu valor esta em torno de R$ 400 até R$ 600 cada dose, dependendo da região.

>> Sinusite ou Rinite: Saiba Quais São as Diferenças

Caso a criança receba a vacina antes de 1 ano de idade, pode ser necessário até 3 doses.

A vacina BCG tomada assim que o bebê nasce é uma das vacinas contra meningite. Depois a criança deve tomar reforços nas idades:

  • 3 meses de idade
  • 5 meses de idade
  • 1 ano de idade
  • 4 a 6 anos de idade
  • 11 anos de idade

Tipos de vacinas disponíveis:

  • Vacinas polissacarídicas: bivalentes (serogrupos A e C), trivalentes (A, C e W) ou tetravalentes (A, C, Y e W).
  • As vacinas conjugadas são usadas na prevenção (nos cronogramas de imunização de rotina e nas campanhas preventivas) e na resposta aos surtos. Dão imunidade mais duradoura (5 anos ou mais), impedem o transporte e induzem a imunidade das pessoas. Elas são: C Monovalente, Monovalente A, Tetravalente (A, C, Y, W).

A rede pública fornece a vacina para os tipos de meningite C.

Fatos chave:

  • A meningite esta associada à alta letalidade (até 50% quando não tratada) e alta freqüência (mais de 10%) de sequelas graves.
  • Existe em todo o mundo, mas o maior ônus da doença está na África subsaariana, que se estende do Senegal, no oeste, até a Etiópia, no leste. Cerca de 30 000 casos são ainda comunicados anualmente a partir dessa área.
  • As vacinas específicas para sorogrupos são usadas para prevenção (imunização de rotina) e em resposta a surtos (vacinação reativa imediata).

Segundo a OMS, até doze tipos de N. meningitides, chamados sorogrupos, foram identificados, seis dos quais (A, B, C, W, X e Y) podem causar epidemias.

Diferenças entre meningite bacteriana e meningite viral

Meningite Viral

  • Provocada por vírus
  • Sintomas mais brandos
  • Sintomas parecidos com os da gripe como: febre, dor de cabeça, nuca rígida
  • O tratamento evolui sem complicações e serve apenas para controlar os sintomas

Sintomas da meningite viral:

  • Dor de cabeça
  • Fotofobia (sensibilidade à luz)
  • Rigidez de nuca
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Febre

Meningite Bacteriana

  • Mais perigosa
  • Provocada por bactérias
  • Risco de morte e sequelas graves
  • Tratamento com antibióticos específicos para combater a bactéria
  • Causadas pelas bactérias meningococo, pneumococos e haemophylus
  • Grave e com evolução mais rápida

Sintomas da meningite bacteriana:

Crianças acima de 1 ano de idade:

  • Febre alta súbita
  • Vômitos em jato
  • Náuseas
  • Dores de cabeça
  • Nuca rígida (a criança não consegue dobrar o pescoço para frente)
  • Manchas vermelhas na pele

Crianças com menos de 1 ano de idade:

  • Moleira abaulada (inchada para cima e não funda)
  • Irritabilidade
  • Inquietação
  • Choro agudo e persistente
  • Rigidez corporal com ou sem convulsões

>> Leite materno é analgésico em procedimentos dolorosos

Meningite Fúngica

  • Causada por fungos como Cryptococcus neoforman, Cryptococcus Gatti, Candida albicans, Candida tropicalis, Histoplasma capsulatum, Paracoccidioides brasiliensis e Aspergillus fumigatu
  • Sintomas parecidos com os outros tipos como febre, náuseas, rigidez na nuca, vômitos, confusão mental, dores de cabeça e fotofobia (sensibilidade à luz)
  • Transmissão por fungos que quando inalados chegam nas meninges através dos pulmões
  • Ambientes contaminados com excrementos de pássaros, pombos e morcegos


Like it? Share with your friends!

2.2k shares

What's Your Reaction?

Uau Uau
1
Uau
Gostei Gostei
1
Gostei
Amei Amei
1
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn
error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)