4 diferenciais femininos no empreendedorismo

2 min


4 diferenciais femininos no empreendedorismo
4 diferenciais femininos no empreendedorismo

A mulher já foi vista como “o sexo frágil” e por mais careta que possa parecer, esse pensamento ainda permeia alguns setores.

Mas não no empreendedorismo, onde cerca de 8 milhões de brasileiras estão fazendo acontecer, de acordo com a Consultoria Serasa Experian.

Isso só reafirma a história de que, quando se trata de gerir um negócio, algumas características tipicamente femininas são vistas como excelentes diferenciais competitivos. Nada de tentar se fazer de durona ou reprimir seu lado “mulherzinha” para se enquadrar a um universo onde só os homens tinham poder.

Lei também:

Seja em uma pequena empresa ou em uma grande corporação, quando a mulher está no comando, alguns atributos são muito bem-vindos:

1. Paixão latente:

É comum a mulher querer transformar uma paixão em negócio, fazendo do empreendedorismo uma busca pessoal e não apenas profissional. A possibilidade de trabalhar com aquilo que ama move muitas sonhadoras para o mercado empreendedor.

Uma pessoa otimista e apaixonada pelo que faz é capaz de engajar seus clientes e criar uma identidade que só o seu produto ou serviço pode ter. Ela se dedica mais a pesquisa, ao atendimento e ao relacionamento pós-venda, pois esta fazendo o que ama.

2. Sensibilidade aflorada:

O lado sensitivo aguçado ajuda a mulher a detectar necessidades do consumidor que ainda não foram satisfeitas ou sequer descobertas pelo mercado de produtos ou serviços. Essa visão intuitiva também é importante para ajudar a prever riscos futuros, perceber oportunidades e se lançar à frente da concorrência. No universo empreendedor, a necessidade de tomar decisões rápidas faz parte da rotina. E a intuição feminina também tem papel importante nesse aspecto.

3. Mania de diálogo:

Ser tachada de tagarela é algo típico para boa parte das mulheres. A ala feminina nasceu para se comunicar, criar redes de relacionamento e viver em comunidade.

Em um período onde as empresas mais lembradas e engajadas com o público são aquelas que conseguem interagir, dialogar e criar um envolvimento autêntico com o consumidor – e até internamente com seus colaboradores – a figura feminina pode se considerar em vantagem. Sua capacidade de se expressar e estreitar relacionamentos, quando transferida para a comunicação empresarial, confere ao negócio um caráter único de proximidade e confiança.

4. Excesso de cautela:

Diferente dos homens, elas decidem investir no próprio negócio mais tarde, geralmente devido aos cuidados com a família.  Com isso, ganham tempo para adquirir conhecimento, pensar nos detalhes da empresa e trabalhar com um índice maior de acertividade.

A mulher assume riscos, claro. Mas sempre calculados. E sua forma de administrar é mais segura devido ao seu alto grau de comprometimento com o controle da empresa e o monitoramento do mercado. O que deixa seu negócio menos suscetível à crises. 

Artigo por: Daiane Catarin


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
0
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)