Benefícios da amamentação acima de um ano: porquê continuar é uma ótima opção

5 min


17.4k shares
Benefícios da amamentação acima de um ano
Benefícios da amamentação acima de um ano

Quais são os benefícios da amamentação acima de um ano e porque as pessoas insistem tanto na importância da amamentação segundo preconizam os órgãos de saúde como a OMS?

Muitas mães, apesar de saberem os benefícios da amamentação acima de um ano não conseguem continuar por falta de informação e apoio, outras acreditam que o leite materno não faz tanta diferença mais na vida do bebê depois deste período.

Desde médicos desatualizados que atendem diretamente mãe e bebê desconhecem os benefícios da amamentação acima de um ano, até médicos que atendem a mãe esporadicamente. Em todo caso, eles se tornam pessoas que sabotam a amamentação daquela mãe, mesmo indo contra o que a Organização Mundial de Saúde orienta e até contra a Sociedade Brasileira de Pediatria: amamentar por 2 anos ou mais.

O que acontece com as pessoas para desconsiderarem tanto a importância e os benefícios da amamentação acima de um ano na vida do bebê?

Existem duas razões para existir este equívoco a respeito do leite materno não ser importante a partir de um ano de idade:

O primeiro é que, uma vez que os bebês iniciam a introdução alimentar aos seis meses de idade (e por favor, não faça isto antes), há uma suposição de que o bebê não precisa mais de leite materno. Há uma crença de que leite materno serve apenas como alimento e nada além.

Isto esta muito longe da verdade e prejudica não apenas as mães, mas principalmente os bebês. Veja aqui: Amamentar é mais do que alimentar: 10 motivos que tornam leite materno alimento pra alma

Os primeiros seis meses de amamentação são um dos mais desafiadores, justamente porque são nestes primeiros meses que você pode passar por muitos problemas para conseguir amamentar seu bebê.

E uma vez que você venceu todas estas barreiras, porque você desmamaria seu bebê apenas 6 meses depois? Não há razão para isto. Deite na fama de vencedora da amamentação e continue!

O segundo equívoco é que, como o sistema digestivo do bebê esta praticamente formado, ele teoricamente estaria pronto para lidar com o leite de vaca sem ter alergias graves ou problemas gastrointestinais. No entanto, só porque alguns bebês conseguem tolerar o leite de vaca a partir de um ano de idade, não significa que existem vantagens em dar leite de vaca ao invés de leite materno.

O leite materno é o alimento mais completo que existe para os bebês e é considerado um dos melhores alimentos do mundo!

O leite materno deve ser a principal fonte de calorias até o final do primeiro ano e deve constituir cerca de 75% da dieta do bebê aos 12 meses e os outros 25% são para os sólidos. Ou seja, até um ano de vida, o leite materno ainda é o principal alimento do bebê.

Não há nada na literatura ou nenhuma pesquisa científica que diz que depois de determinado tempo os benefícios do leite materno desaparecem.

Leite materno não se transforma em água, não perde nutrientes, não vira sangue, não seca da noite para o dia. Leite materno é um alimento dinâmico e supremo que se adapta a cada fase do bebê, conforme ele cresce, para responder as suas necessidades nutricionais e emocionais.

O nível de anticorpos do leite materno mudam de acordo com o seu crescimento, os tipos de hormônios presentes no leite materno mudam de acordo com as necessidades da criança. Leite materno é como um organismo vivo, mutante e dinâmico.

Conforme a criança cresce, os níveis de anticorpos no leite materno vão aumentando justamente para que ele comece a se preparar para o desmame a partir dos 2 anos de idade e de acordo com a diminuição de intensidade de mamadas.

O leite materno é um alimento perfeito para seu filho, não importa quantos anos ele tenha. A fórmula é estática – não muda para atender às necessidades do seu bebê de acordo com seu crescimento.

Curiosamente, você vai perceber que as pessoas que lhe dão mais conselhos sobre desmame e sobre o leite materno não ter valor ou importância, são muitas vezes os que pouco ou nada sabem sobre a amamentação. O mesmo se aplica à gravidez e criação. Repare.

Há muitos benefícios na amamentação acima de 1 ano e nenhum benefício no desmame precoce para o bebê.

Amamentar por um ano ou mais oferece muitas vantagens. A amamentação prolongada definitivamente não é a norma neste país. No Brasil, apenas 25% das crianças mamam por 2 anos ou mais. 50% mamam até 1 ano de idade. E o restante são desmamados entre 1 e 2 anos.

Apesar de as brasileiras amamentarem mais do que muitos países, os números de crianças que sequer chegam a 2 anos mamando são altos. Quase metade das que mamam no peito, sem contar as que sequer conseguiram passar dos primeiros seis meses de idade mamando no peito ou do primeiro mês de idade.

Benefícios da amamentação acima de 1 ou 2 anos

1. Vantagens imunológicas

Seu bebê continua obtendo as vantagens imunológicas do leite materno, principalmente quando ele está cada vez mais exposto à infecção como por frequentar a escola ou interagir com outras crianças.

2. Mais saúde

Bebês amamentados são mais saudáveis no geral.

3. Conforto

Quando o bebê está chateado, magoado, assustado ou doente, você tem uma forma simples para confortá-lo amamentando-o.

4. Mais proteção contra doenças

Muitos dos benefícios médicos da amamentação (menor risco de câncer na mãe e no bebê, por exemplo) estão relacionados ao tempo que o bebê mama no peito – em outras palavras, quanto mais tempo você amamenta, maior a proteção.

5. Diminuição da incidência de alergias, cura mais rápida de alergias alimentares

O leite humano oferece proteção para a criança que possui alergias alimentares e outros tipos de alergia em qualquer idade, bem como é um fator determinante na cura de crianças alérgicas à proteína do leite de vaca (APLV).

6. Consolo e aconchego para o bebê

Consolar uma criança é um desafio – a amamentação torna o trabalho de confortar seu bebê em qualquer momento, muito mais fácil.

7. Menos estresse

Não há melhor maneira de aliviar o estresse do bebê ou colocar uma criança irritada, com dor ou chorosa para dormir do que amamentando.

8. Aumento do vínculo e equilibrio emocional

A amamentação proporciona proximidade, segurança e estabilidade emocional e física durante o período de crescimento e desenvolvimento.

9. Desmame sem traumas

Deixar seu bebê definir o tempo para o desmame te poupa a tarefa desagradável de desmamá-lo antes que ele esteja pronto.

10. Alívio da dor

Amamentar uma criança com dor é a melhor maneira de lhe proporcionar algum conforto real, já que o leite materno possui também substâncias analgésicas.

Benefícios da amamentação acima de um ano

Há tantas razões para continuar amamentando!

É indescritível o sentimento de ver seu filho mamando, ainda mais porque nesta fase da idade ele vai saber expressar, muitas vezes em palavras ou até mesmo com um simples olhar o quanto mamar no peito é importante e especial para ele.

Lembre-se que você iniciou o processo de desmame na primeira vez que colocou um pouco de comida sólida na boca do seu bebê, então se alguém lhe perguntar: “Quando você vai desmamar esse bebê?” Você pode responder que já começou. E começou mesmo, do jeito natural.

Seu bebê vai crescer antes que você perceba e um dia você vai olhar para traz e se dar conta que aqueles 2, 3 anos de amamentação não são nada no gráfico de uma vida inteira que ele tem pela frente. Aquele pequeno espaço de tempo vai parecer cada dia mais distante e cada vez menor.

Siga o seu coração, desfrute cada minuto do tempo que você gasta amamentando seu filho e saiba que você está fazendo o que é melhor para seu bebê, bem como para si mesma.

Leia também:


Like it? Share with your friends!

17.4k shares

What's Your Reaction?

Uau Uau
1
Uau
Gostei Gostei
4
Gostei
Amei Amei
19
Amei
Ouwn Ouwn
5
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)