Mãe coruja: zelosa, protetora e cuidadosa

Ser uma mãe coruja é ter empatia pelo filho e tentar se colocar no lugar dele.2 min


64 shares
mãe coruja
Advertisements

As pessoas costumam classificar a mãe coruja como algo pejorativo.

No entanto, uma mãe coruja nada mais é do que uma mãe zelosa, protetora e cuidadosa. Isto significa que se você é mãe e ama seu filho, provavelmente você é uma coruja.

E não há nada de ruim em ser uma mãe coruja, muito pelo contrário. O mundo infantil é complexo e por vezes as crianças são reflexos do que vivenciam em suas casas.

Advertisements

Se ela vive em um ambiente onde ela não é respeitada, amada e sofre bullying dos próprios membros da família, provavelmente esta criança irá reproduzir isto na rua com outras crianças.

Este é o exemplo que ela conhece de relacionamento: um maior abusando de um menor.

Ser uma mãe coruja não significa não disciplinar os filhos. Existe disciplina mas ela é feita com amor e empatia.

Ser uma mãe coruja é ter empatia pelo filho e tentar se colocar no lugar dele. Ensinar lições de vida com positivismo e gentileza.

>>Adaptação na creche é dolorida para mães

Apesar da Fábula “A Coruja e a Águia” de La Fontaine, de onde a expressão surgiu sugerir que a mãe coruja era cega sobre seus filhos, na verdade, ela era apenas uma mãe que amava seus filhotes.

Advertisements

Fábula da Coruja e da Águia:

Advertisements

A coruja encontrou a águia e lhe disse:
– Ó águia, se vires uns passarinhos muito lindos num ninho, com uns biquinhos muito bem feitos, não os coma, que são os meus filhos!
A águia prometeu-lhe que não os comeria. Foi voando e encontrou numa árvore um ninho e comeu todos os filhotes. Quando a coruja viu foi ter uma conversa com a águia, muito aflita:
– Ó águia, tu foste falsa porque me prometeste que não comeria meus filhinhos!
A águia respondeu:
– Eu encontrei uns pássaros pequenos num ninho, todos depenados, sem bico e com os olhos tapados, e comi-os. E como tu me disseste que os teus filhos eram muito lindos e tinham os biquinhos bem feitos entendi que não eram esses.
– Pois eram esses mesmos, disse a coruja.
– Pois então não sou eu que estou errada, me enganaste tu com a tua cegueira.

Muitos entendem a moral desta história como cegueira, mas sendo mãe é simples olhar pra esta história trágica e ver apenas uma mãe coruja amorosa.

Não há nada de mal em amar, em demonstrar amor e proteger nossos filhos. Somos mães, isto é exatamente o que devemos fazer por eles.

Claro que ensinar os filhos sobre a vida significa também ter que frustá-los em algum momento para que aprendam sobre o mundo.

Advertisements

>> Criação com apego: o que é e seus 8 princípios

Colocar uma criança no mundo envolve a responsabilidade de educá-la e ensiná-la sobre a vida. E é possível fazer isso com amor.

>> 16 hábitos de mães muito felizes: aprenda e pratique!

>> O mantra secreto das mães: vai passar!

Advertisements

>> 25 Frases que toda mãe fala: você ouvia e pode falar em algum momento!

Advertisements

Advertisements
Advertisements

Like it? Share with your friends!

64 shares

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
2
Gostei
Amei Amei
2
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn
error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)