Como baixar febre a do bebê: o que é normal e quando se preocupar

4 min


Como baixar a febre do bebê

Febres podem assustar e saber como baixar a febre do bebê pode te deixar mais segura.

De qualquer forma, a ideia de aprender como baixar a febre do bebê, apesar de te deixar mais segura, não é sempre a solução para tudo.

Antes de aprender a como baixar a febre do bebê, é preciso saber o que é uma febre e o quanto ela é perigosa.

O que é uma febre?

A febre em bebês é definida como qualquer temperatura acima de 37,8 graus. Qualquer valor anterior a este não é uma febre ainda e nem deve ser considerado como tal. Bebês geralmente tem temperaturas mais altas que os adultos, então é preciso ter isto em mente, sempre.

Como medir corretamente a temperatura do bebê?

Medir a temperatura de um bebê em casa pode ser simples se você tiver um termômetro infravermelhor. É importante saber que podem haver variações de temperatura debaixo do braço, na boca e na testa. Termômetros digitais com bateria ou com mercúrio são usados geralmente na testa ou também debaixo do braço.

O termômetro a base de mercúrio, não digital, pode ser usado na boca e debaixo do braço e podem ser mais precisos. No entanto, para ser usado na boca, a criança não pode falar ou abrir a boca enquanto ele é usada e por isso acho mais fácil usá-lo debaixo do braço, onde podemos conter o braço do bebê até que dê o tempo de medir.

Leia mais:

Em bebês toddlers, caminhantes e exploradores, o termômetro infravermelho pode ser mais fácil de usar. Principalmente se você for uma mãe como eu, que não se assusta com febres baixas e prefere acompanhar o quadro em vez de medicar, ainda mais se seu bebês estiver bem e ativo.

Lembre-se: o termômetro infravermelho, é usado medindo a temperatura do tímpano, o colocando no ouvido do bebê e pode ser movido dali para a testa. Verifique sempre como usar cada tipo de termômetro.

A febre geralmente é a manifestação de um sintoma de alguma doença que esta por vir. Ela representa um sinal que o corpo nos dá de quê ele esta travando uma luta contra algum vírus ou infecção.

Sempre digo que observar é a melhor estratégia porque as vezes a febre é um sintoma de inflamação da gengiva por causa de um simples dente nascendo como também pode ser sinal de otite ou inflamação da garganta. Febres de dentição geralmente não passam de 38 graus, enquanto para outras situações que exigem maior atenção, a febre pode ir e voltar e passar dos 38 graus rapidamente.

A idade também é super importante quando se trata de febre em bebês. Se o seu bebé tem dois meses ou menos e desenvolve febre, pode ser especialmente perigoso e pode ser devido a uma infecção bacteriana, então converse com o médico imediatamente.

A febre pode causar convulsão, mesmo que você baixe a febre e não existe uma recomendação clara dos médicos sobre haver uma real necessidade de baixar a febre do bebê.

De acordo com a Academia Americana de Pediatria (AAP), “não há evidências de que a redução da febre reduz a morbidade ou a mortalidade por uma doença febril”.

Como mães e pais, sempre desejaremos que nossos filhos estejam confortáveis e aqui em casa, se percebo que a febre esta deixando meu filho desconfortável, eu tento reduzi-la para que ele se sinta melhor.

Como baixar a febre do bebê?

Medicação:

Só use medicação para baixar a febre do bebê se ela tiver sido indicada pelo médico. Lembre-se que a dosagem depende do peso e idade do bebê e somente o médico pode recomendar o uso.

Uma superdosagem de medicação para baixar a febre, principalmente quando o medicamento é dado várias vezes no dia e na noite, pode ser mais perigoso do que a febre em si. E nunca alterne entre medicações diferentes para baixar a febre, pois esta prática pode ser especialmente perigosa.

Para tratar febre, a APP recomenda:

  • Tratar a causa da febre, não apenas a própria febre (e lembre-se, os antibióticos NÃO ajudarão em uma doença viral). Tente descobrir o motivo da febre e trata a causa: Garganta inflamada? Infecção de urina? Dente nascendo? Otite?
  • Mantenha seu bebê confortável e hidratado como amamentando mais vezes que o habitual, dando água para os maiores de 6 meses ou dando banhos mornos para relaxar.
  • Monitore outros sinais e sintomas, bem de perto. Não adianta mandar a criança com febre para a escola e pedir para medicarem. Lugar de criança indisposta é em casa com alguém de confiança observando.
  • Todos os bebês de poucos meses (abaixo de 6 meses) com febre devem ser avaliados o mais breve possível por um médico.

Mais dicas:

Se a febre for persistente, durar mais de 1 ou 2 dias, e você ainda não conversou com o médico, é preciso levar seu bebê para ser avaliado por um médico, mesmo que seja no PS, ok? Se você descobriu a causa da febre, também é preciso tratar a causa para cessar a febre. Não adianta tratar o sintoma sem cuidar da causa, senão a febre volta e talvez o quadro piore.

Cuidado com dicas para baixar a febre na internet que utilizam receitas infalíveis, elas podem ser perigosas para seu bebê. Lembre-se que febre não é motivo para desespero, é uma reação comum do corpo tentando se curar. Fique atenta, observe e converse com o médico.

Referências:
Janice E. Sullivan, MD, Henry C. Farrar, MD, the Section on Clinical Pharmacology and Therapeutics, Committee on Drugs. Fever and Antipyretic Use in Children. American Academy of Pediatrics Clinical Report. (2011). Accessed online: http://pediatrics.aappublications.org/content/127/3/580.full. 
How to take a child’s temperature. HealthyChildren.org. American Academy of Pediatrics. Accessed online: http://www.healthychildren.org/English/health-issues/conditions/fever/pages/How-to-Take-a-Childs-Temperature.aspx


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Uau Uau
1
Uau
Gostei Gostei
4
Gostei
Amei Amei
2
Amei
Ouwn Ouwn
1
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)