Dicas simples para diminuir a dor no bebê

3 min


740 shares
Dicas simples para aliviar momentos de dor no bebê

Algumas dicas simples para aliviar momentos de dor no bebê estão ao seu alcance todos os dias e não são remédios.

Nestas dicas simples para aliviar momentos de dor no bebê você perceberá que muito do que fazemos, de fato, podem diminuir a dor do bebê e que, principalmente, são ações geralmente instintivas, principalmente das mães. Sempre que vemos nossos bebês chorando de dor ao passar por procedimento dolorosos, cada fibra de nossos corações se tencionam forte sentindo uma necessidade natural e instintiva de confortar o bebê que chora (mesmo quando ele sequer é nosso filho).

Enrolar o bebê em uma manta aconchegante e balançar suavemente, acariciar seu rosto ou simplesmente amamentar podem fazer grande diferença para um bebê que esta sentindo dor.

Acontece que esse instinto que temos como pais para tentar dar conforto aos nossos bebês não é apenas uma reação natural, mas na verdade, foi cientificamente comprovada que pode reduzir a dor em bebês.

Bebês já nascem experimentando o que é a dor

Um novo estudo da Academia Americana de Pediatria (AAP) focou o olhar em como os bebês experimentam dor em diferentes idades e as melhores maneiras de reduzir esta dor nos bebês.

Infelizmente, os bebês prematuros são os que mais experimentam a dor. São os que recebem tratamentos mais dolorosos com testes e mais testes enquanto estão internados e por precisarem de cuidados médicos complicados com frequência o número de procedimentos podem ser altos.

Nos primeiros minutos de vida, não apenas os prematuros, como a maioria dos bebês passam por uma série de procedimentos que hoje em dia estão sendo questionados se são ou não, realmente necessários. Bebês são cutucados o tempo inteiro para testes, vacinas e esfregados para o primeiro banho e também assim que nascem. Veja aqui: Razões para adiar o primeiro banho de seu bebê

Infelizmente, o estudo da AAP constatou que, em geral, a maioria dos bebês que estão passando por procedimentos dolorosos só recebem analgésicos (alívio para dor por medicação ou outras fontes) em cerca de metade do tempo. As pessoas geralmente não se importam muito com a dor dos bebês.

Por que o alívio da dor em um bebê é importante?

Segundo a Academia Americana de Pediatria, a dor tem efeitos a longo prazo. Ou seja, sentir dor pode ter efeitos a longo prazo. Então reduzir a dor dos bebês se torna importante não apenas para que ele fique mais confortável. Sentir dor para o bebê, de forma consistente nas primeiras semanas de vida pode mudar permanentemente a forma como cérebro do bebê se desenvolve, especialmente em resposta a momentos de estresse nos receptores do cérebro.

E, obviamente, pode ser difícil saber quando um bebê está experimentando dor e angústia, porque, a única forma do bebê se comunicar com nós é chorando e aprender a decifrar o choro pode levar algum tempo.

No entanto, estas simples dicas abaixo podem ser usadas a qualquer momento, mesmo quando o bebê não esta sentindo dor, mas quer apenas ser confortado ou acolhido.

Veja quais são as dicas simples para diminuir a dor no bebê:

Não importa qual a idade do seu bebê e não importa o procedimento exato que seu bebê precisa fazer como vacinas, injeções ou dores de alguma virose. Existem algumas maneiras simples para você reduzir significativamente os níveis de dor do seu bebê antes, durante e depois.

Você pode:

  • Amamentar seu bebê, se possível, durante o procedimento, mas se não, imediatamente depois. Veja aqui: Leite materno é analgésico em procedimentos dolorosos
  • Enrolar seu bebê em uma mantinha para ele ficar mais calmo ou colocá-lo em seu sling perto dos batimentos do seu coração.
  • Segurar seu bebê em uma posição flexionada com os braços próximos ao corpo – esta é uma posição especial que reduz a dor.
  • Praticar massagem infantil.
  • Contato pele-a-pele. Veja aqui: Contato pele a pele pode beneficiar seu bebê pela vida inteira
  • Gentilmente conversar com seu bebê enquanto faz carinho ou massageia seu rosto com o toque de frente para trás (isso é chamado de estimulação sensorial)

Você também pode combinar qualquer uma dessas estratégias para reduzir a dor do seu bebê ainda mais. Enquanto ainda estamos aprendendo mais sobre como os bebês experimentam a dor e como ajudá-los, a boa notícia é que muitas das coisas que parecem ser atos naturais dos pais e instintivos para acalmar nossas crianças são apoiadas pela ciência e ajudam de fato, a reduzir a dor.

Leia também:

Fonte: The American Academy of Pediatrics. (2016, February). Prevention and Management of Procedural Pain in the Neonate: An Update. Committee on fetus and newborn and section on anesthesiology and pain medicine. Pediatrics, 137(2). Accessed February 12, 2016 


Like it? Share with your friends!

740 shares

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
0
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)