Tempo de leitura deste artigo:4 minutos

Sim, mãe que amamenta pode tomar pílula do dia seguinte.

Você pode tomar pílula do dia seguinte amamentando, no entanto, uma específica para mães que amamentam.

Só pode tomar pílula do dia seguinte amamentando, quando ela contêm apenas apenas levonorgestrel, a progesterona sintética, e não etinilestradiol, que é o estrogênio. Existem os dois tipos. Contraceptivos com estrogênio são contra-indicados para lactantes.

A pílula do dia seguinte é um medicamento que pode ser tomado caso nenhum método contraceptivo tenha sido utilizado durante a relação sexual, ou se o método habitual não foi corretamente administrado (esquecimento da pílula, ruptura do preservativo).

Atenção, o levonorgestrel é ineficaz em mulheres com mais de 80 kg e pouco eficaz em mulheres com mais de 75 kg, de acordo com um comunicado emitido pelo FDA em novembro de 2013.

Pode tomar a pílula do dia seguinte várias vezes no mês, semana, ano?

Não. Quanto mais você toma, menos eficaz ela se torna com o passar do tempo. Além dela ser praticamente uma bomba de hormônios que podem te fazer muito mal. Ela é apenas um medicamento para situações emergenciais e nada mais. E emergências, não devem acontecer a cada  1, 2, 3, 4, 5 meses, né? 😉

Em quanto tempo depois da relação tomar?

A pílula do dia seguinte deve ser tomada o quanto antes, em até 72 horas após a relação sexual. Se ela for tomada em até 24 horas após a relação sexual, a sua eficácia é de 95%,  se ela for tomada de 24 a 48 horas após a relação sexual, a sua eficácia é de 85% , e se ela for tomada de 48 a 72 horas (3 dias) após a relação sexual, a sua eficácia é de 58%.

Sobre a anticoncepção diária para mães que amamentam.

O anticoncepcional de uso comum, que contém dois tipos de hormônios (etinilestradiol + levonorgestrel) não pode ser usado por mães que amamentam, pois, ele interfere na produção de leite, podendo diminuir sua produção.

O único anticoncepcional que uma mãe que amamenta pode usar sem medo e sem risco até o momento de afetar a produção de leite é o mais conhecido como mini-pílula, que contêm apenas o levonorgestrel em sua composição.

Batendo um papo reto

Eu não uso mais nenhum tipo de hormônio anticoncepcional. Decidi me libertar deles a pelo menos 1 ano e foi a melhor coisa que fiz na minha vida.
Meu humor melhorou, me sinto mais feliz, ativa, sem alterações de peso e ainda estou livre de todos os riscos causados pelo uso das pílulas. Dá uma lida na bula dela para ver quantas reações adversas elas podem causar.

Em algumas mulheres com tendência, elas podem causar até mesmo embolia pulmonar, AVC, entre outras situações complicadas.

Ah, mas como a gente se protege?

Camisinha. Tem feminina, masculina. Com cheiro, sabor, purpurina e até as que brilham no escuro. Verdade.
No mais, camisinhas devem ser usadas você tomando as pílulas ou não, pois o medicamento não te protege de doenças sexualmente transmissíveis. As maiores falhas da camisinha acontecem principalmente pelo uso inadequado do produto, ou seja, aprenda a usar corretamente que suas chances dela falhar irão diminuir mais ainda.

Leia também:

Deixe um Comentário

comments