Tempo de leitura deste artigo:2 minutos

A algum tempo eu assisti o filme Jane Got a Gun ou na tradução brasileira: Em busca da Justiça.

Eu curto faroeste, sério. Acho que poucos gostam deste estilo, mas mesmo os que gostam pouco, quando tem um mistura de um ótimo roteiro, que te faz suspirar fundo junto com uma atriz maravilhosa e cheia de talento como Natalie Portman, aí você é pega.

Comecei a ver faroeste quando era criança, meu pai gostava bastante e domingo era dia de faroeste na TV. Bom, o fim de semana esta aí e se o que você precisava era uma boa dica, estou te dando agora.

Jane é uma mulher sofrida que por azar acaba confiando em pessoas que não deveria, como os Bishop, uma guangue de pistoleiros da cidade.

Mudando completamente o rumo da vida, se casa com um pistoleiro e alguns anos depois precisa entrar em guerra com seus comparsas. Ela, obviamente não foge do perigo e vai lutar para proteger sua casa.

Depois de ser alvo de uma emboscada, o marido de Jane, Bill fica entre a vida e a morte e ela decide ir em busca de vingança contra aqueles que atacaram seu marido. Para isso, ela pede ajuda ao ex-companheiro Dan Frost (Edgerton).

Dan faz parte do passado de Jane, ainda a ama e resolve ajudá-la. Dan odeia Bill por ter se casado com Jane, mas durante a trama tudo vai mudar e muitos segredos serão revelados.

Veja o trailer:

Dirigido por Gavin O’Connor, o filme traz Natalie Portman em seu primeiro papel nos cinemas depois de Thor: O Mundo Sombrio (2013). Neste faroeste, Natalie Portman interpreta a pistoleira Jane Hammond. Ela é casada com o bandido Bill (Noah Emmerich). No elenco ainda temos Ewan McGregor, Rodrigo Santoro (eu mal reconheci Rodrigo Santoro no persongem, fica a dica: tente encontrá-lo na trama) e Boyd Holbrook.

Leia também:

Deixe um Comentário

comments