Tempo de leitura deste artigo:4 minutos

Segundo uma pesquisa, é preciso que você atenda o choro do bebê e o console.

Que bebês precisam de colo, calor e conexão já sabemos, mas algumas pessoas insistem para que uma mãe ou pai não atenda o choro do bebê. Desde desculpas de quê a criança pode ficar “mimada” ou “mal acostumada” com o colo, até algumas sugestões exageradas sobre “ensinar independência” para bebês.

As bizarrices sobre não dar colo a um pequeno bebê encontram uma série de justificativas sem o menor sentido, que cada vez mais reforça a desumanização das crianças enquanto seres humanos que possuem sentimentos e necessidades emocionais como qualquer outro.

Então, sim, foi preciso fazer uma pesquisa para mostrar que atender o choro do bebê é o melhor que você pode fazer pelo seu filho e por toda a sociedade.

Segundo a pesquisa, crianças que recebem consolo e aconchego no choro por seus pais, crescem adultos mais saudáveis, menos deprimidos, mais amáveis, com maior senso de empatia com o próximo e muito mais produtivos que qualquer outro.

Sem pressão, mas o sucesso da nossa sociedade pode depender do quanto você esta disposto a consolar seu bebê!

 

A pesquisa do Psicólogo Darcia Narvaez estudou mais de 600 adultos e encontrou aqueles que foram abraçados e consolados quando crianças. Descobriu então que estas crianças se tornaram adultos melhor ajustados, menos ansiosos e com uma mente mais saudável em relação aos outros.

O estudo constatou que carinho, acolhimento, uma infância positiva com a afeição dos pais dedicada aos filhos e tempo de qualidade, transformou estas crianças em adultos saudáveis e mais habilidosos em enfrentar as dificuldades da vida.

Muitas pesquisas já forma feitas a respeito deste tema, mas os pesquisadores estão indo a fundo nos estudos e identificam agora os benefícios a longo prazo, até a idade adulta.

Os Beatles tinham razão: All we need is love!

O pediatra Dr. Armeet Singh da Unitypoint Clinic em Bettendorf sugere que demonstrar amor e carinho ao seu bebê quando ele esta chorando ou chateado também é importante em termos de desenvolvimento, porque estabelece as bases para um relacionamento forte criando vínculos afetivos de longo prazo.

“Os primeiros quatro a seis meses de vida para bebês, que é um dos momentos mais importantes para os bebês para desenvolverem essa ligação especial com seus pais e seus principais cuidadores. Agora, esses são os momentos em que definitivamente nós incentivamos as famílias que em qualquer momento que eles estiverem chorando, eles estão procurando por alguém para ajudá-los, precisamos responder a isso”.

Esta pesquisa também põe um fim a uma desinformação antiga e que ainda hoje insiste em apavorar mães quando sentem a necessidade de ouvir seus instintos mais primitivos de dar colo a cria: agora você pode dizer que colo não “estraga” o bebê.

Na verdade, Narvaez diz que não só é impossível estragar um bebê, mas alguns pais podem realmente “arruinar” o desenvolvimento do bebê se o deixa chorar sem atendê-lo.

“O que os pais fazem naqueles primeiros meses e anos pode realmente afetar a forma como o cérebro cresce pelo resto de suas vidas, então muito colo, toque e balanço, é isso que os bebês esperam. Eles crescem melhor dessa maneira.”

Pessoas que quando bebês estiveram muito expostas ao estresse que o choro causa quando não atendido, crescem com dificuldades em se acalmar e responder positivamente as adversidades da vida.

Crianças que recebem colo, amor, atenção e carinho desde recém-nascidos são emocionalmente mais saudáveis e felizes. Já imaginou uma sociedade inteira assim?

Então, querida amiga materna e amigo pai, muito colo e amor para o seu bebê hoje e sempre. Seu bebê e o mundo, agradece!

Leia também:

 

Deixe um Comentário

comments