Amamentar por 2 anos ou mais deixa mães mais sensíveis, diz estudo

2 min


1.7k shares
Amamentar por 2 anos ou mais

Amamentar por 2 anos ou mais possui uma série de benefícios comprovados por diversas pesquisas em aleitamento.

E mais um estudo diz que amamentar por 2 anos ou mais, ou seja, de forma prolongada, pode tornar mães mais sensíveis e carinhosas em relação a seus filhos, mesmo depois de muitos anos.

Melhora do QI, saúde física e emocional, melhora da fala, comunicação, segurança e proteção a longo prazo contra doenças e obesidade, menor risco de desenvolver câncer de ovários e mamas para as mães, que se estende para seus bebês, diminuição da incidência de depressão pós-parto e uma série de outros benefícios. A ciência já provou a longa lista destes benefícios que somente o leite materno possui.

Enquanto a ocitocina esta associada ao relaxamento, confiabilidade, amor e potencializa o vínculo durante a amamentação, um estudo mostrou que amamentar por 2 anos ou mais, torna mães mais sensíveis e atenciosas, não apenas durante o período da amamentação, mas depois dela, nos anos seguintes.

O estudo de pelo menos uma década, publicado pela pela Associação Americana de Psicologia, mostrou o quanto a amamentação e seu período de tempo pode influenciar o quão sensível e atenciosa mães serão com seus filhos até 10 anos depois.

De 1991 a 2006, o Instituto Nacional de Saúde Infantil e Desenvolvimento Humano estudou mais de 1200 crianças americanas desde o momento em que deixaram o hospital até 15 anos de idade. As interações entre mães e filhos foram avaliadas e filmadas.

Atividades como brincadeiras, jogos, resolução de problemas juntos, construir e criar soluções e até a relação da comunicação entre mães e filhos foram avaliadas quando eles tinham entre 10 e 11 anos em temas de possíveis desacordos.

A pontuação da pesquisa considerou sensibilidade materna, não sofrimento da criança, respeito demandado a criança, presença, respeito pela autonomia, intromissão e hostilidade.

Todos os dados foram comparados com o tempo de aleitamento materno.

“As mães que persistiram na amamentação por mais tempo aumentaram a sensibilidade materna ao longo do tempo, sugerindo que a amamentação pode desencadear uma cascata de benefícios positivos para as mães em seus comportamentos de criação e relacionamento com os filhos”

“Foi surpreendente para nós que a duração da amamentação previa mudanças ao longo do tempo na sensibilidade materna. Tivemos pesquisas anteriores sugerindo uma ligação entre a amamentação e a sensibilidade materna precoce, mas nada para indicar que continuaríamos a observar os efeitos da amamentação significativamente além do período em que a amamentação havia terminado”. Disse a autora do relatório, Jennifer M. Weaver, professora de psicologia em Universidade Estadual de Boise.

Link da pesquisa aqui: Breastfeeding Duration Predicts Greater Maternal Sensitivity Over the Next Decade

A ocitocina e prolactina, responsáveis pela produção e ejeção de leite materno, também responsáveis pelos desempenho de cuidados maternos tem tudo a ver com isso. Segundo a autora da pesquisa, quanto mais estes hormônios são produzidos e por mais tempo (amamentar por 2 anos ou mais, lembra?), mais eles darão o tom e o ritmo de como será o comportamento e relacionamento futuro entre mães e filhos.

Leite materno é mais do que alimentar um bebê, os benefícios se estendem ao longo do tempo e crianças amamentadas são mais seguras e bem resolvidas, além de todos os benefícios tangíveis do aleitamento, ou seja, tudo que se sucede desta relação.

A criação com maior vínculo e proximidade é um destes efeitos cascatas que vem junto com o vínculo emocional criado com o aleitamento.

Os benefícios psicológicos do aleitamento precisam começar a ser levados em conta. E fique tranquila, isto não significa que você que não amamentou não terá uma boa relação emocional com seu filho futuramente, uma coisa não exclui a outra.

Todas estas pesquisas e estudos com tantas informações, nos mostram que há mais caminhos para buscarmos este vínculo e relacionamento saudável com nossos filhos, e que a amamentação prolongada é um deles.

É importante compreender as implicações relacionais e sócio-emocionais que a amamentação possui e o quanto podemos aproveitar disto. O vínculo fornecido pelo aleitamento materno é consistente e uma via onde a relação mãe e filho se torna cada vez mais fortalecida.

Leia também:

 


Like it? Share with your friends!

1.7k shares

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
0
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)