Precisa dar água para bebês amamentados exclusivamente?

2 min


572 shares
Precisa dar água para bebês amamentados exclusivamente

A dúvida se precisa dar água para bebês amamentados exclusivamente ainda existe e muitas mães acabam oferecendo sem precisar.

Saiba que não, não precisa dar água para bebês amamentados exclusivamente e nenhum outro tipo de alimento. Nenhum mesmo.

A amamentação exclusiva até o sexto mês de idade sempre deixa muitas dúvidas porque ao longo do tempo as pessoas não consideravam que água, chás e sucos interferiam na amamentação.

Mas interferem negativamente e isso acontece porque ocupam um espaço no estômago do bebê que deveria estar sendo ocupado pelo leite materno que é uma substância muito mais rica e que traz ao bebê muito mais benefícios.

Chá não tem valor nutricional algum. Suco batido e coado também não. Suco para ter algum valor nutricional não pode ser coado, deve ser oferecido com todas as fibras da fruta e mesmo assim, a recomendação da Sociedade Brasileira de Pediatria para o oferecimento de sucos ao bebê é apenas a partir de 1 ano de idade, depois do sexto mês a fruta in natura é a melhor opção.

Veja na imagem como o estômago do bebê é pequeno. E porque ele mama tantas vezes, e; oferecer qualquer outro tipo de líquido a bebês em amamentação exclusiva pode interferir negativamente na sua saúde, inclusive no seu ganho de peso:

Screen Shot 2016-01-15 at 11.44.43 PM

E a água? Afinal, quando faz muito calor todos nós sentimos sede. E os bebês? Os bebês também sentem sede, porém, o leite materno é tão rico e único que também é capaz de hidratá-lo e matar sua sede em dias muito quentes.

O leite humano reúne em sua composição mais de 150 substâncias diferentes, todas com funções biológicas definidas. A água, que totaliza 87% da composição é o nutriente presente em maior quantidade.” (Almeida, 1999).

O leite materno já tem a quantidade de água necessária, além de todos os nutrientes presentes. O bebê não precisa de água pura pois ela serviria apenas para ocupar espaço em seu pequeno estômago e impedir que ele receba além da água composta no leite materno, todos os nutrientes que o acompanha.

“Portanto, ao longo de uma mamada completa, a criança não recebe um leite único, de composição fixa, com constituintes medianamente distribuídos. Recebe um produto dinâmico, mutável, com características distintas e ajustáveis a cada momento em que se encontra no peito.” (Almeida, 1992b).

Sinais de que o bebê possa estar desidratado e de que é preciso procurar o médico:

• Moleira funda.
• Ausência de xixi (menos de 4 a 6 fraldas em 24h) ou xixi muito escuro.
• Comportamento diferente do normal, podendo ficar desanimado e brincar menos que o de costume.
• Boca seca e falta de lágrimas quando chora

Em dias de calor excessivo é importante aumentar a oferta de leite materno. Bebês amamentados em livre demanda raramente ficam desidratados, pois, geralmente quando sentem sede já solicitam mais mamadas do que o de costume, porém se o seu bebê não solicitar e você perceber que esta muito quente, ofereça mais vezes o peito.

Leia também:

Lembre-se que a livre demanda é quando o bebê solicita e também quando a mãe acha que deve amamentar, não espere o bebê pedir caso você perceba que ele precisa se hidratar.

A única que não pode se esquecer de se hidratar bem com água em dias muito quentes é a mãe, o bebê precisa apenas do leite materno. Confie. A ciência esta ao seu favor e já provou que o leite materno é suficiente, não ceda a pressão de parentes desinformados ou pediatras desatualizados.


Like it? Share with your friends!

572 shares

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
0
Amei
Ouwn Ouwn
1
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)