Irmãos: Um sutil exercício de empatia

4 min


267 shares
exercício de empatia

A convivência entre irmãos é um exercício de empatia, demorei um tempo para reconhecer esse aspecto tão sutil desse vínculo.

Um irmão é um presente, às vezes de grego! É muito além de companhia para um filho único, um bebê inesperado, ou um irmão ansiosamente aguardado!
“Ganhar” um irmão é uma loteria louca, mas também é uma oportunidade na qual a vida nos permite descobrir na prática, que cada pessoa é diferente uma da outra, mesmo as que habitam a mesma casa, ou núcleos familiares. Quando a gente é pequeno, não percebe muito esse viés.
Sempre que eu vejo os meus filhos brincando e se cutucando eu me lembro das minhas irmãs. Somos em três.
Todas as vezes que vejo o menorzinho implicando com o maior, enquanto esse último pacientemente empilha bloquinhos que em breve serão derrubados pelo nosso “babyzella”, eu me recordo delas, de nós e os nossos nós, que pacientemente atamos…desatamos e transformamos em laços.
Existe um mistério muito misterioso que envolve o amor entre irmãos e é engraçado perceber, hoje adultas, que dificilmente seríamos melhores amigas uma das outras, ou muito provavelmente nem faríamos parte da mesma turma se não fosse esse laço imaginário que nos une e é mais forte do que todas as nossas diferenças juntas e empilhadas.
Lembrando que nem sempre esses laços são de sangue. Inclusive, no meu caso e das minhas irmãs, discordaríamos até da cor do laço, a mais velha gostaria de um animal print de oncinha, a do meio escolheria um elegantérrimo azul Tiffany e eu a caçula ficaria viajando no laço invisível e desejando um laço da mulher-maravilha, deixando a decisão final para elas.

Ahh os irmãos! Um turbilhão de mil amores e ódios, puxões de cabelo, bicudas, gritos guturais das mães e confusão nos lares pelo mundo!

Onde tem um irmão sempre tem muito de tudo… nunca pouco, apenas quando se trata do último pedaço de bolo e espaço no banco de trás do carro.
Os irmãos se amam, se odeiam e se perdoam com muita rapidez…ou com a ajuda da camiseta de fazer as pazes!
Um irmão é aquele amigo que a gente não escolhe, que mexe nas nossas coisas e faz fofoca para os nossos pais, mas muito além das intrigas não é à toa que esse amor explosivo seja chamado de fraterno. Me pego sempre então, olhando para os meus meninos e pensando que sorte eles tem… de ter um ao outro!
Amor fraternal é um sentimento de carinho muito forte, de dedicação, de interesse pela figura do outro, gerando sentimentos positivos e construtivos, podendo até em certos momentos, levar o indivíduo a fazer grandes sacrifícios, que só seria capaz de fazer por ele mesmo.”
Os irmãos geralmente são diferentes um dos outros, muitas vezes completamente diferentes, até os mais iguais! Talvez pelo fato de muitas relações entre brothers e sisters serem excelentes, cria-se a falsa impressão de que eles tem personalidades parecidas ou idênticas, imagina os gêmeos, trigêmeos e ai por diante?!
Lembram da Ruth e Raquel? Mas não dá pra se enganar, assim como os dedos das mãos cada hermano tem as suas especificidades e jeitinhos, é impressionante como podem elementos tão diferentes terem brotado da mesma mão, no caso dos “manos, da mesma mãe, pai e todo e qualquer formato de família.
E assim como metacarpos e falanges de diferentes tamanhos formam dedo mindinho, seu vizinho, fura bolo, mata piolho e o dedão… um coquetel de todo tipo de misturinha forma cada irmão.
Os meus filhotes tem dez anos de diferença e esse “respiro” entre eles foi uma das coisas que me ajudou a ver claramente como são diferentes, mas como esquisitamente se complementam.
Vejo que cada um tem as suas habilidades, facilidades, dificuldades e personalidades únicas, por isso não devemos nunca comparar os irmão, embora muitas vezes seja irresistível, mas não há justiça na comparação entre as pessoas, quem dirá entre irmãos!

Assim, essa relação já tão especial e específica, ganha contornos muito maiores e mais significativos.

Ter um irmão é a primeira lição que a vida nos traz escondidinha sobre tolerância, respeito e humanidade, elementos fundamentais para equilibrar essa relação tão amorosa quanto bagunçada, mas muito além disso, são imprescindíveis para a formação de adultos que agreguem no mundo como bons cidadãos.
São os nossos laços fraternos que nos ensinam desde pequenos, que a empatia e a camaradagem são maneiras eficazes e amorosas de se colocar no lugar do outro.
São os nossos irmãos que nos ensinam primeiramente sobre o novo, o diferente e o contraditório, porém ligados por um afeto incontrolável e misterioso, que primeiramente nos forçam a amar “aquele chato do meu irmão”, mas que com o tempo vão se delineando doces e às vezes amargas.
E é na infância que esse laço se solidifica furtivamente na maioria das vezes. Digo isso porque em muitas das crises entre irmãos adultos que eu vivi e vi por ai, a maior âncora que mantinha indestrutíveis os laços magoados e trincados entre eles, era a projeção e o resgate claro da lembrança de quando eram pequenos.
A lembrança da chegada do bebê em casa, o cheirinho de neném, os risinhos e bochechas fofas, as histórias engraçadinhas, a música e o filminho que assistiram mil vezes.

É a mão segura do irmão que te leva passear no calçadão, que divide o sorvete, os dias difíceis e muitos segredos.

A relação entre irmãos faz brotar em nós as primeiras sementes de empatia, de se colocar no lugar do outro e de amar até quem é completamente diferente de você, porque esse afeto fraternal adocica sempre os olhares, até os mais reprovadores.
Um irmão não é essencialmente um melhor amigo, até porque os amigos são os irmãos que a gente escolhe, existem irmãos que nem se relacionam ou conhecem as famílias uns dos outros e tudo bem também!
Por fim, o que eu gostaria de frisar nesse texto em especial, é que um hermano é a oportunidade que a vida nos dá de entender e respeitar todas as pessoas legitimamente como se irmãos fossem!
A primavera está chegando e nesse clima desejo que floresça em nós, sempre que olharmos os nossos filhos, os nossos sentimento mais fraternais!
Um beijo pras minhas irmãs!
Leia também:


Like it? Share with your friends!

267 shares

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
0
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)