Em terra de beleza real quem tem auto-estima é rainha

2 min


beleza real
#imnoangel - mulheres reais

A algum tempo o termo “beleza real” invadiu a mídia em uma tentativa de mostrar para muitas mulheres que nem sempre aquele padrão de beleza proposto em revistas e desfiles de moda é realmente o que deveria ser na vida real e que devemos nos valorizar pelo que somos.

Uma das campanhas que mais gosto deste movimento é de Lane Bryant #ImNoAngel, que questiona o padrão de beleza das angels da Victoria Secret:

O lema virou constante para a Dove e outras empresas e começou a invadir os briefings de criação em diversas agências.

É claro que muitos ainda não conseguem se desapegar da visão “feia” que tem da beleza real e não conseguem se livrar do padrão de beleza imposto, seguem como estão. Há público para todos.

A pelo menos 2 anos eu acompanho páginas de humanização, algo que noto é que o tema beleza real é constante porque o padrão de beleza imposto pela publicidade acaba fazendo as pessoas correrem atrás de algo que realmente não existe.

Quando digo não existe, me refiro as modelos magérrimas e com tudo no corpo no devido lugar, a falta de poros na pele e etc, porque existem sim mulheres magras, com o corpo perfeitamente cheio de curvas lindas e que deixam muitos de queixo caído. Como também existem mulheres baixas, altas, redondas, sem curvas e todo o tipo de corpo.

Somos diferentes e nem sempre nos enquadramos ao padrão das telas.

Quem aqui não foi experimentar uma calça e ela ficou ou muito grande nas pernas ou muito curta, mesmo sendo o seu tamanho? Eu já, diversas vezes. Tenho 1.60 de altura e estou 10k acima do meu peso desejado.

E aí é que o bicho pega: o tal desejo.

Eu desejo voltar ao meu peso anterior a gravidez e é assim que vou me sentir melhor comigo mesma. Isto não tem nada a ver com estar seguindo um padrão de beleza imposto porque ainda assim eu estaria bem longe deste padrão de beleza, viu.

O que não significa que eu não tenha auto-estima e não me ache bonita. Me acho bonita, atraente e sexy, mesmo estando acima do meu peso “desejado”.

E é neste ponto que quero chegar ao falar sobre a beleza real: quando você vê mulheres orgulhosas de seus corpos e posando para fotos para ajudar outras mulheres a quebrar o padrão de corpo perfeito, isto não é uma chamada a não se cuidar ou isto não significa que você tem que ser daquele jeito para “ser feliz e bem resolvida com você mesma”.

Isto significa apenas que aquelas mulheres estão felizes como são, ainda que desejem como eu melhorar aqui ou acolá. Isto significa apenas que aquelas mulheres tem auto-estima suficiente para saber que a realidade esta muito longe de não ter poros no rosto ou ter cinturas tão finas que dá até medo de quebrar ao meio.

Leia também:

Se você curte um corpo magérrimo ou bombadinho, ou cheinho e etc, ok também! O que importa é ser feliz e ter auto-estima.

Não precisa sofrer para alcançar padrões que não são reais. Se você esta insatisfeita com o seu corpo atual, sem neura, trace metas e busque apoio profissional para te ajudar a chegar aonde você quer, mas faça isso sabendo que você é linda ainda assim, do jeitinho que você já é. Seja rainha, tenha auto-estima.

E para finalizar, veja este vídeo maravilhoso da Dove e saiba: Nem sempre aquilo que você vê em você, realmente é. Talvez você esteja deixando sua beleza ser encoberta por uma busca irreal do padrão perfeito. E provavelmente os outros olham e enxergam uma pessoa mais bonita do que você imagina ser.

 


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
0
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)