Tempo de leitura deste artigo:3 minutos

Substância no leite materno mata células cancerosas segundo um estudo feito por pesquisadores suecos.

Se uma substância no leite materno mata células cancerosas, isto pode significar que o leite materno pode curar o câncer? Ou que esta substância pode ser usada para o tratamento do câncer?

Embora a idéia pareça exagerada, um estudo mostrou que uma substância encontrada no leite materno realmente mata células cancerosas. A substância descoberta por pesquisadores suecos em 1994, chamada HAMLET (Human Alpha-lactalbumina Made LEthal to Tumor cells) demonstrou matar 40 tipos de câncer em experiências de laboratório. Mas foi apenas em 2010 que os pesquisadores puderam realizar testes em seres humanos.

Quando pacientes com câncer de bexiga foram tratados com HAMLET, que é basicamente uma proteína e um ácido gordo, eles expulsaram células cancerosas mortas em sua urina após cada sessão. Mais pesquisas estão sendo realizadas atualmente para determinar se a substância do leite materno pode ser usada para desenvolver um tratamento específico para o câncer no futuro.

Segundo o Dr. Ian Olver, oncologista médico e CEO da Cancer Council Australia, os pacientes com câncer não devem esperar uma cura milagrosa na forma de leite materno.

“[HAMLET] não existe naturalmente no leite materno”, explica. “É uma Alfa-lactalbumina no leite materno que está sendo alterada para transformá-la em algo que pode matar células cancerosas, então você não pode esperar os mesmos resultados se simplesmente beber leite materno. Histórias que são publicadas têm um efeito muito poderoso, e as pessoas que estão compreensivelmente desesperadas caem nelas, especialmente se é algo tão simples como beber leite em comparação com a complexidade de fazer terapias e ir ao hospital. ”

Isto significa que apesar da grandiosidade que pode ser este estudo e uma esperança para todos aqueles que lutam contra o câncer, beber leite materno não cura o câncer como vem surgindo alguns boatos na internet fora do Brasil.

Na verdade, o leite materno tem uma substância que vem sendo estudada e alterada para possivelmente transformá-la em algo que possa ajudar na cura e tratamento contra o câncer.

Claro que mães que amamentam prolongadamente tornam-se menos predispostas a desenvolver câncer e seus filhos também, mas isto é outro assunto que comentei mais aqui: Amamentar diminui o risco de câncer de mama

Ainda assim, isto é maravilhoso. Pois, se o leite materno vem sendo estudado até para estes fins, como pode algumas pessoas ainda acharem que ele não serve mais para o bebê ou que perde seus nutrientes depois de certa idade? Não faz sentido, não é mesmo?

Na dúvida, confie sempre na força do leite materno em qualquer idade para seu filho e esqueça o que os leigos de plantão acham que sabem a respeito.

O leite materno doado ainda e sempre terá seu uso prioritário para bebês recém-nascidos e prematuros em UTIs neonatais, então, doe leite materno se você puder, nossos bebês agradecem!

Leia também:

Deixe um Comentário

comments