Tempo de leitura deste artigo:8 minutos

O sono das crianças é assunto em toda conversa de pais.

O assunto é sempre tema de muito papo e dicas. Pensando nisto, resolvi listar algumas coisas que interferem negativamente no sono das crianças, assim você pode tentar mudar o rotina para ver se as coisas melhoram.

Se seu filho não está dormindo bem ou tem problemas para ir para a cama, pode haver uma razão.

Não dormir bem, e aqui falo sobre crianças com idades acima de 2 anos, pode causar uma série de problemas como falta de atenção e comportamento, ganho de peso e principalmente ter um sistema imunológico fraco, ainda mais porque a partir desta idade geralmente elas começam a frequentar a escola e precisam estar com o sistema imunológico bem para combater os resfriados e infecções que são passados entre as crianças na escola.

Mas quais as razões que podem afetar a noite de sono de uma criança?

1. Dispositivos Eletrônicos.

TV, celulares, jogos, ipads, tablets… não há escassez de telas chamando a atenção do seu filho. Eles são como vampiros da atenção viciam e fazem as pessoas ignorarem umas as outras no mesmo ambiente.

Evite dispositvos eletrônicos perto da hora de dormir, escolha atividades tranquilas como ler um livro. Não tenha este tipo de aparelhos dentro do quarto do seu filho. Um estudo com 2000 crianças de 4 a 7 anos publicado na revista Pediatric descobriu que crianças que dormem perto de celulares ou outros dispositivos de tela dormem menos do que crianças que não tem acesso a estes dispositivos.

2. Transição abrupta do “estar acordado” para “o sono”.

É preciso um ritual de sono todos os dias, uma espécie de rotina onde os barulhos da casa e as atividades entrem em modo noturno, as luzes sejam diminuídas e o ambiente fique mais escuro para que a criança entenda a transição de acordado para hora de dormir. Dê tempo para que seu filho relaxe um pouco antes de interromper uma atividade mais frenética para a cama do nada.

Você pode aproveitar este momento “slow” em família para pedir para ele guardar os brinquedos e ir preparando sua cama, pegando um brinquedo preferido para dormir ao lado da cama entre outras atividades que envolvam a preparação para ir dormir.

3. Rotina de sono com períodos inconsistentes.

Durante a semana seu filho vai dormir em um horário específico e no fim de semana você permite que os horários mudem completamente. Esta mudança de rotina o tempo inteiro interfere em seu sono e no dia seguinte seu filho vai se sentir mais cansado do que o habitual, acumular este cansaço durante o dia e não conseguir dormir bem novamente no dia seguinte, desregulando seus horários fisiológicos.

Deixar dormir mais tarde um dia ou outro não funciona porque eles continuam acordando no mesmo horário no dia seguinte, perdendo horas de sono. Em resumo: Deixar dormir mais tarde um dia ou outro não compensa porque a dívida de sono vai se acumulando no dia anterior e virando um problema maior.

4. Não ter uma boa rotina para a hora de dormir.

Se o seu filho tiver dificuldade em adormecer durante a noite, talvez seja hora de dar uma olhada em sua rotina noturna. Ter uma boa rotina de dormir é importante para as crianças.

Um relaxante banho quente, luzes suaves e música ou um bom livro podem fazer parte de um ritual noturno que sinaliza para as crianças que é hora de se acalmar e relaxar. E quanto mais você fizer isso, mais seu filho irá se acostumar com a rotina e adormecer mais facilmente.

Muitas rotinas para dormir, como ler um livro ou fazer alguns trechos relaxantes juntos, são oportunidades maravilhosas para se comunicar com as crianças e fortalecer seu relacionamento.

5. Cafeína.

Sabia que não é somente no café que existe cafeína? Existem fontes escondidas dela que muitas crianças consomem como chocolates, alguns chás engarrafados, alguma sobremesa de chocolate, refrigerantes e barrinhas energéticas. O ideal é que as crianças não consumam estas coisas, mas se isto acontece na sua casa, considere cortar os itens que podem interferir no sono e na saúde do seu filho para melhorar seu sono.

6. Estar cansado demais ou cansaço acumulado.

Se o seu filho está agindo mais super energizado do que sonolento à noite, isso não significa que ele deva ir para a cama mais tarde; na verdade, pode ser um sinal de que ele está cansado e precisa de mais sono.

Você provavelmente viu esse tipo de comportamento quando seu filho era um bebê e tinha necessidades de mais sonecas diárias, ele se chama efeito vulcânico e também atinge os maiores. Mas só porque o seu filho em idade escolar não está cochilando durante o dia, isso não significa que ela é sempre capaz de regular-se e dizer: “Caramba, estou cansado, eu realmente preciso ir para a cama agora.”

Se você vê o seu filho se comportar de uma forma pouco característica, correndo pra lá e pra cá, e agindo de um jeito super estimulado do que o habitual, comece o ritual de sono para prepará-lo para ir dormir, pois ele esta cansado e precisa muito de sono.

7. Ficar irritado antes de ir dormir.

Aqui eu tento ter o máximo de cuidado para que quando estamos chegando na hora de dormir, nada aconteça para que meu filho comece a chorar desesperado ou fique irritado com alguma coisa, pois sei que isto pode colocar a perder toda a rotina de sono e ele pode “perder” o sono na hora que precisa dele. Tente evitar que os momentos perto da hora do sono sejam estressantes, mantenha o foco que esta chegando a hora de dormir para se desviar de qualquer possibilidade de criança chororô nesta hora. Se seu filho anda irritado demais quando chega a hora de dormir, considere se perguntar se ele pôde gastar toda sua energia acumulada durante o dia ou se seus dias tem sido tediosos demais. Certifique-se que seu filho tenha atividades que gastem sua energia durante o dia e atividades calmas durante a noite.

8. Um quarto que não é aconchegante.

Um quarto muito quente, muito frio ou muito bagunçado e até mesmo que não fica escuro suficiente pode atrapalhar o sono do seu filho. Um quarto que recebe muitos barulhos da rua também. Estas situações além de incomodadas, não o deixam relaxar o suficiente para poder dormir. Mantenha
Tente tornar o quarto das crianças um oásis tranquilo e convidativo para o descanso e relaxamento. Se o seu filho for maior, inclua organizar o quarto para dormir nas tarefas calmas da rotina e ritual de sono. Aqui meu filho de 3 anos já recolhe seus brinquedos a noite e os organiza no quarto, assim ele já sabe que esta chegando a hora de dormir junto com outras atividades noturnas.

9. Terrores noturnos, pesadelos, síndrome das pernas inquietas ou outros distúrbios do sono.

Pesadelos e terrores noturnos podem causar problemas de sono nas crianças. Seu filho também pode ter problemas de sono como apnéia, síndrome de pernas inquietas, pesadelos ou insônia. Fale com seu pediatra se você suspeitar que seu filho pode ter um problema de sono que tem uma causa fisiológica, ou que não vai embora, mesmo depois de tentar todas as estratégias acima.

Sinais de privação do sono em crianças

Se você acha que seu filho pode não estar conseguindo dormir o suficiente, veja se ele esta apresentando algum destes sinais:

  • Dificuldade para acordar de manhã.
  • Geralmente tem um comportamento irritado
  • Parece excessivamente emocional e temperamental
  • É hiperativo
  • Dificuldades em se concentrar na escola
  • Dificuldades para ficar acordado durante o dia

Se você ver sinais de déficit de sono em seu filho, tente configurar algumas rotinas de sono e hábitos de sono saudáveis para ajudá-lo a obter a quantidade de descanso que ele precisa. Se estes esforços ainda não melhorarem a quantidade e a qualidade do sono do seu filho, converse com o pediatra sobre a necessidade de ver um especialista do sono.

Leia também:

Deixe um Comentário

comments