Seio com mais leite que outro: é normal um lado produzir mais leite?

2 min


201 shares
Seio com mais leite que outro

É normal ter um seio com mais leite que outro, mas muitas mães se preocupam.

Ter um seio com mais leite que outro afeta apenas a estética da mãe. Talvez o bebê prefira mamar na mama que produz mais leite.

As mamas geralmente são assimétricas, o que faz com quê elas pareçam estar maiores ou menores em determinados períodos. Como por exemplo: durante o período menstrual elas podem aumentar e as diferenças de tamanho ficarem mais evidentes. Durante o período fértil também. Durante a amamentação, as mamas parecem ficar mais evidentes em suas diferenças de tamanhos.

Uma mama produzir mais leite se torna atraente para o bebê, porque o leite chega mais facilmente e ele consegue mamar em maior quantidade.

No entanto, não há muito com o que se preocupar se você tem um seio com mais leite que outro. O leite materno na mama com menos leite continua sendo essencial e de alta qualidade para o bebê.

Nos casos em quê o bebê rejeita a mama com menos leite, é possível traçar algumas estratégias para mudar esta situação.

Fiz um passo a passo de como resolver quando o bebê só quer saber de um peito aqui:

>> Quando o bebê mama apenas em um peito, como faz?

Em termos fisiológicos, ter um seio com mais leite que o outro não vai te atrapalhar e nem mudar seu leite materno.

Como disse acima, a única questão incômoda nesta situação é quando as mamas ficam com tamanhos diferentes. E para isto, acessar o artigo acima te dará dicas para resolver a questão.

Quando o seio com mais leite que o outro se torna difícil para o bebê mamar

As vezes, ter uma produção de leite aumentada em uma das mamas pode se tornar um problema para o bebê. O fluxo intenso de leite bem como a rapidez com que ele desce,  pode tornar a mamada difícil. Então, o bebê passa a rejeitar esta mama com mais leite.

A mama fica cheia demais e pode ingurgitar. Como resolver?

Por que tenho um seio com mais leite que outro?

Um seio produz mais leite que outro porque as mamas possuem quantidades alveolares diferentes. Não confunda isso com tamanho, pois o tamanho da mama não tem nada a ver com a quantidade de leite que ela produz.

Os alvéolos são como uma teia de canais com cachos de uvas e dentro deles, a produção de leite materno acontece. O leite caminha entre os canais para chegar até o bico e boca do bebê. Quando há em uma mama maior quantidade de alvéolos que em outra, a produção será maior.

Isto acontece em praticamente todas as mulheres, umas com maior intensidade e outras sequer perceberão estas diferenças. Em todo caso, esta situação não configura um problema na amamentação e nem impede que a amamentação aconteça normalmente.

Leia também:


Like it? Share with your friends!

201 shares

What's Your Reaction?

Uau Uau
2
Uau
Gostei Gostei
7
Gostei
Amei Amei
18
Amei
Ouwn Ouwn
4
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)