Sarampo: o que é, sintomas, prevenção e como tratar

2 min


sarampo

O sarampo é uma doença transmissível muito contagiosa e perigosa para bebês.

Quando uma pessoa pega sarampo, o tratamento feito serve apenas para aliviar os sintomas e esperar que o corpo responda a doença. Por isso, a vacinação é necessária.

O processo de recuperação acontece quando corpo começa a desenvolver anticorpos contra a doença, se livrando da doença sem que seja preciso usar antibióticos.

Como se prevenir contra o sarampo?

Se vacinar é o melhor a se fazer para não correr o risco de pegar a doença. A vacina contra o sarampo faz parte do calendário de vacina infantil. A vacina é dada para crianças entre 12 e 15 meses. O reforço é dado entre 4 e 6 anos.

A vacina contra o sarampo funciona?

A vacina é muito eficaz, mas como qualquer vírus corre o risco de sofrer mutações ao longo do tempo, pode ser que algumas pessoas vacinadas sejam contaminadas.

Segundo a pediatra Martha:

O ideal é que a vacina em bebês não seja dada exatamente com 1 ano, pois pode não surtir efeito em algumas crianças. Mas que se espere pelo menos 1 ou 2 meses depois de completados um ano para que o organismo do bebê aceite melhor a vacina.

Quais os sintomas do sarampo?

Sintomas iniciais:

  • Febre acompanhada de tosse persistente,
  • Irritação ocular,
  • Coriza,
  • Congestão nasal,
  • Mal estar intenso

Sintomas progressivos:

Após os sintomas iniciais, novos sintomas surgem.

  • Manchas avermelhadas pelo rosto que progridem em direção aos pés,
  • Lesões dolorosas na boca.

Os sintomas progressivos podem durar até 3 dias.

O sarampo é uma doença considerada grave que atinge o sistema nervoso central e causa complicações como a pneumonia.

Em um quadro de complicações, há risco de morte. Os mais propícios a pegar a doença são crianças desnutridas, recém-nascidos, gestantes, pessoas com imunodeficiência (baixa imunidade causada por remédios diários e outros fatores ou doenças).

Como se pega sarampo?

A transmissão ocorre diretamente de pessoa para pessoa. Ter contato com uma pessoa infectada pode ser um risco para a transmissão, pois como a gripe, a doença pode ser transmitida através de:

  • Tosse,
  • Espirros,
  • Fala,
  • Respiração,
  • Dispersão de gotículas com partículas virais no ar

Possui mais facilidade de transmissão em ambientes fechados e sua transmissão acontece principalmente na primeira fase da doença, quando os primeiros sintomas surgem. Durante até 4 dias depois do aparecimento das manchas vermelhas.

Quem amamenta pode se vacinar contra sarampo?

Adultos provavelmente já receberam a segunda dose da vacina na infância. Quem amamenta e nunca se vacinou, pode se vacinar mesmo amamentando.

Bebês que mamam no peito estão mais protegidos contra o sarampo?

Bebês que mamam com mães que já tiveram a doença, possuem uma defesa temporária (ao longo do primeiro ano) contra a doença pois a mãe lhe oferta seus anticorpos contra a doença pelo leite materno. No entanto, assim que atingem a idade, precisam ser vacinados.

Quem tem mais risco de pegar sarampo?

Pessoas de 6 meses a 39 anos de idade correm o risco de pegar a doença. Trabalhadores de portos, aeroportos, hotéis e qualquer pessoa que tenha contato com pessoas de outros países que não possuem os esquemas de vacinação como no Brasil.

Quantas doses de vacina contra sarampo é preciso tomar?

Crianças tomam duas doses. A vacina contra o sarampo é combinada com vacinas contra outras doenças (rubéola, sarampo e caxumba) e é chamada de Tríplice Viral. Primeira dose com 1 ano de idade e segunda dose entre 4 e 6 anos de idade.

Os adolescentes, adultos (homens e mulheres) e os pertencentes ao grupo de risco, também devem tomar a vacina tríplice viral ou dupla viral (contra sarampo e rubéola).

Leia também:


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
0
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)