Receita de papinha caseira: a melhor opção para o bebê

2 min


Receita de papinha caseira

Você sabia que investir em uma receita de papinha caseira é a melhor opção em termos de saúde para o bebê?

E nem precisa ser uma nutricionista para saber disto, a receita de papinha caseira é muito mais nutritiva e contêm menos agentes que podem fazer mal para o bebê.

Aqui no site, já escrevi um menu semanal de marmitinhas nutritivas para o bebê. Se o que você deseja é ir direto ao ponto e aprender receitas de papinhas saudáveis, vá para o artigo: 10 Receitas de papinhas de bebê: menu semanal de marmitinhas nutritivas

Porque investir em uma receita de papinha caseira é melhor para o bebê?

Se você prestar atenção, verá que nos rótulos de papinhas industrializadas, há componentes que você sequer sabe o nome, certo? São produtos químicos e conservantes, as vezes até corantes, para dar validade ao produto.

Como todo produto industrializado, ele precisa destes itens para durar muito tempo. Ao mesmo tempo, estes itens fazem mal para nossa saúde a longo prazo. Para as crianças então, nem se fala!

Um bebê que esta com seu pequeno estômago em desenvolvimento, precisa de itens naturais e saudáveis. Isto irá evitar alergias e outros problemas.

Em sua receita de papinha caseira, você utilizará apenas produtos naturais e frescos. Além de deixar muito mais saboroso, seu bebê não irá consumir nada químico sem necessidade.

Há muito tempo, parei de usar temperos prontos em toda comida que faço em casa. Hoje uso apenas temperos naturais: alho, cebola, salsa, sal, entre outros.

Na receita de papinha caseira, para ser caseira de verdade, é melhor não usar temperos prontos. Use os frescos, que são muito mais saborosos e saudáveis.

Vantagens em fazer a papinha do bebê em casa:

1. Acostumar o paladar do bebê com temperos e receitas caseiras é muito melhor.

Pois assim, seu paladar não se tornará viciado em açúcar (presente nos molhos prontos) em excesso, gorduras (presentes em itens industrializados) e sódio (presentes em quase todos os industrializados). Além dos corantes e conservantes. Olha quanta coisa!

2. Receita de papinha caseira é mais barata.

Sim, você encontra os ingredientes frescos na feira, pode fazer uma quantidade maior e congelar em potinhos para várias semanas. Será econômico e saudável ao mesmo tempo.

3. Cozinhar para nosso bebê é uma grande aventura.

Eu confesso que nunca fui muito fã de cozinha. Mas fazer a receita caseira de papinha para meu bebê e pensar em itens que o alimentassem de forma saudável e nutritiva, me dava muita satisfação. Tanto que compartilhei com você aqui minhas receitas exclusivas: 10 Receitas de papinhas de bebê: menu semanal de marmitinhas nutritivas

4. Nenhuma papinha industrializada substitui a qualidade da papinha saudável feita em casa.

Pode ser a melhor marca do mercado. Pode dizer inclusive que é orgânica. Pode também ser daquelas pequenas empresas que dizem serem orgânicas, sem conservantes e etc. Saiba uma grande verdade: nada substitui a comida feita em casa com itens saudáveis. Porque em casa, quem controla a qualidade do quê seu bebê come é você.

Papinha de bebê precisa ser batida no liquidificador?

De maneira nenhuma! Esta recomendação já não existe mais. Era feita na época de nossas mães e avós, hoje em dia as recomendações são outras. A papinha deve ser amassada no garfo e nunca batida do liquidificador. Bater a papinha no liquidificador quebra todas as fibras alimentares. Não ensina o bebê a usar seus músculos faciais para aprender a mastigar.

Você já viu aquelas mães que contam que suas crianças com mais de 4 ou 6 anos ainda comem papinhas batidas? Pois é, este é um dos riscos. A criança não aprende a mastigar e engolir corretamente e vira refém de uma comida pastosa. O que faz muito mal para a saúde.

Você percebeu que muitas papinhas industrializadas são pastosas e sem nenhuma textura? Pois é, mais uma desvantagem no uso.

Quando começar a dar papinha para o bebê?

As recomendações para início da introdução alimentar do bebê é a partir do sexto mês de idade. Mesmo que você vá voltar ao trabalho com 4 meses de idade. Se for o caso, antes inserir leite artificial do que alimentos antes do tempo. O leite artificial também é dado de forma exclusiva, assim como a amamentação no peito. Estas são as recomendações da Organização Mundial de Saúde, do Ministério da Saúde e da Sociedade Brasileira de Pediatria.

Vai voltar ao trabalho em breve? Veja aqui os artigos que podem te ajudar:

Por quanto tempo pode congelar a papinha do bebê?

Eu sempre fiz receitas que durassem no máximo 2 semanas congeladas, ou seja, 14 dias. Achava mais seguro. E nem precisa ser mais do que isso, senão nem cabe no congelador, não é mesmo?

Pode descongelar a papinha do bebê no microondas?

Já ví uma engenheira alimentar falando que não tem problema descongelar ou aquecer no micro. Eu fazia em banho maria porque assim aquecia tudo ao mesmo tempo, eu não tinha que ficar tirando e misturando, já que o micro aquece partes aleatórias da comida (pelo menos o meu 

)

Amasso no garfo antes ou depois de congelar a papinha?

Eu congelava marmitinhas com a comida em pedaços normais e só amassava no garfo no momento de servir. Depois de descongelar e colocar no prato.

Espero que estas dicas te ajudem a iniciar o processo de introdução alimentar do seu bebê e que você possa sempre optar pela papinha caseira sempre que possível.

Leia também:


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
1
Gostei
Amei Amei
2
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)