O poder no toque entre mãe e bebê: uma relação intensa

1 min


1.1k shares
O poder no toque entre mãe e bebê

O poder no toque entre mãe e bebê é fácil de se notar ao olhar cada pequeno momento dessa relação tão intensa e profunda.

A maneira como a mãe segura seu bebê pela primeira vez, como o abraça e acolhe em seu colo, como acaricia sua pequena cabeça, tudo isto é o poder no toque entre mãe e bebê.

Você olha e sabe: esta mãe quer fazer sempre o melhor para o seu filho.

Como comunicadora materna em meio aos meus projetos sobre maternidade aqui no Mãe Pop e o Projeto Mama Neném e ao longo do tempo, tive a sorte de conhecer mães e bebês de vários lugares do país e alguns de fora. Esta vivência me ensina todos os dias a entender um pouco dos costumes e práticas de cada mãe com seu filho e isto inclui observar como estas mães tocam e acolhem seus bebês.

Existe um impacto poderoso neste momento.

Esta interação poderosa de contato pele a pele beneficia os bebês de muitas e muitas maneiras. Mesmo as mais simples das interações, são um oportunidade para moldar a saúde física e emocional de um bebê pelo resto de sua vida.

Por que o toque é tão vital?

O toque é um dos primeiros sentidos que o bebê desenvolve enquanto ainda está no útero (entre 7-8 semanas de gestação). Desde as suas primeiras semanas, os bebês dependem do toque para explorar seu mundo. O toque é tão importante que alguns consideram a pele como um sistema nervoso externo.

Em recém-nascidos a termo, o contato pele a pele imediatamente após o nascimento facilita a amamentação, ajuda o bebê a respirar e manter sua temperatura mais facilmente e leva a menos choro durante os procedimentos. Os benefícios são ainda maiores para prematuros e lactentes hospitalizados vulneráveis.

Veja aqui: 

Posso segurar o meu bebê pele-a-pele após o nascimento cesariana?

Sim, claro! Após a cesárea (eu precisei de uma), eu estava com meu bebê no colo. Fiquei com ele no quarto o tempo inteiro, troquei a fralda, dei banho, amamentei. Cheguei em casa com ânimo para tudo isto tranquilamente. 😉

O pai pode segurar meu bebê pele-a-pele?

Sim, claro! Ambos os toques são possíveis e importantes. Em muitos hospitais amigo da criança, quando a mãe esta impossibilitada de fazer o contato pele a pele com o bebê, o pai e até mesmo os irmãos e familiares mais próximos dispostos a dar colo e amor ao bebê podem fazer o contato pele a pele.

Dicas para mães aumentarem as oportunidades de contato pele-a-pele e colo depois que deixam o hospital:

  • Tire um tempo durante o dia, especialmente após a alimentação, para simplesmente colocar seu bebê nu no seu peito por alguns minutos ou mais; seu parceiro pode fazer o mesmo.
  • Se você está amamentando seu bebê, ele já está pele-a-pele e desfrutando os benefícios deste contato e muito mais.
  • Durante e após o banho, faça muitos carinhos em seu bebê! Mesmo os períodos curtos de contato pele-a-pele são benéficos.

E lembre-se, a próxima vez que você vê uma mãe ou pai abraçando seu bebê pele a pele, saiba que este ato de amor significa muito mais para o desenvolvimento do bebê e pode ter impacto na vida inteira do bebê.


Like it? Share with your friends!

1.1k shares

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
0
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)