Tempo de leitura deste artigo:3 minutos

O BLW é a sigla para um método de introdução alimentar que está ganhando cada vez mais adeptas entre as mães brasileiras e significa Baby Led Weaning, inglês para “desmame conduzido pelo bebê”.

Se você já viu fotos de bebês comendo sozinhos, pode ter achado que o método é engraçadinho, mas talvez ainda não tenha descoberto qual é o verdadeiro fascínio que ele exerce sobre as mães! É sobre isso que eu, uma convicta mamãe-BLW, quero falar aqui.

Apesar de ter este nome tão diferente, o método BLW é simplesmente uma continuação do conceito da livre demanda aplicado na amamentação.

Isso significa que a introdução alimentar é feita de acordo com o ritmo ditado pelo próprio bebê, enquanto o papel da mãe é apenas oferecer oportunidades para a criança aprender a comer.

A premissa do BLW é que a criança comerá quando estiver pronta. E esta prontidão vem em ritmos diferentes para cada um, pois envolve uma série de aprendizados, que incluem observar e tocar a comida, depois escolher, levar à boca, morder, mastigar, engolir, ou até mesmo cuspir. Para nós tudo isso parece um processo automático, mas na verdade são coisas que a criança precisa aprender. E a única forma de aprender é fazendo!

Em resumo, o objetivo do BLW é que o bebê aprenda a comer, e não apenas encha a barriguinha.

É aí que as mães que acreditam na livre demanda da amamentação sentem-se em casa, e ficam de fato fascinadas pela possibilidade de continuar confiando na sabedoria dos corpinhos infantis.

É por isso que este tipo de introdução alimentar não é feito com papinhas em colheres, mas com pedaços de comida que o próprio bebê pode segurar e levar à boca. A criança também pode simplesmente não tocar no alimento ou jogar tudo no chão, mas não importa. O mais importante é que o bebê tenha oportunidades de se relacionar com a comida.

A mãe que opta pelo BLW deseja que a transição do leite materno para a comida seja algo gradual, natural e ocorra quando realmente o bebê estiver preparado. Enquanto todos estes avanços acontecem, a nutrição da criança está garantida pelo leite materno, que é o principal alimento durante todo o primeiro ano de vida.

Em alguns casos, o bebê pode demorar meses para começar a comer de verdade pelo método BLW. No meu caso, foram três meses de expectativa antes de ver o primeiro pedaço de comida ser engolido. Claro que não é fácil manter uma amamentação praticamente exclusiva até os nove meses de vida, mas para nós valeu a pena respeitar e esperar. Era a única forma de ter certeza de que a introdução alimentar ocorreria no tempo certo.

É aí que está o grande trunfo do BLW: permitir que um ser humano desvende sua própria fome e saciedade desde a primeira mordida. E com isso, tenha boas chances de construir uma relação saudável com a comida e com o seu próprio corpo.

Leia também:

 

Deixe um Comentário

comments