O ciclo de problemas: chupeta, mamadeira e baixa produção de leite materno

5 min


6.7k shares
baixa produção de leite materno
baixa produção de leite materno

Todos sabemos que chupetas e mamadeiras no período da amamentação são completamente prejudiciais e até responsáveis pela baixa produção de leite materno.

Muitas mães que recorreram a estes utensílios vão levantar a bandeira do: “Eu usei e meu filho mamou por 10 meses normalmente” ou “Uso e meu filho mama até hoje”.

Estas mães geralmente desconhecem completamente o ciclo problemático que estes dois itens causam na amamentação e provavelmente tiveram alguns problemas durante o aleitamento e nunca associaram estes problemas aos bicos artificiais.

Calma lá. Se o seu bebê precisou ficar na UTI, se você teve dificuldades para amamentar inicialmente ou voltou ao trabalho e não sabia o que fazer e recorreu a chupeta e a mamadeira, este artigo não é um ataque a você. Leia atentamente.

Este artigo é completamente informativo e sem julgamentos, acho até estranho ter que explicar isso hoje em dia quando passamos uma informação importante porque na maioria dos casos as pessoas deveriam ficar felizes e satisfeitas de estarem tendo acesso a informação de qualidade ao invés de se sentirem julgadas.

Talvez falte um pouco de olhar para dentro de si mesmo para saber de onde vem a culpa e a raiva que torna o receber uma informação tão dolorido.

O fato é que chupetas e mamadeiras são inimigas da amamentação e nem vou entrar na questão dos problemas ortodônticos porque isto todo mundo deveria estar cansado de saber.

Problemas de fala, de postura, de respiração, nos dentes, no céu da boca, otites, sapinhos (candidíase) no boca do bebê e no peito da mãe bem como problemas para sugar corretamente o peito da mãe causando fissuras, dores ao amamentar, irritação do bebê que se joga para trás, chora e rejeita o peito, além de consequentemente desestimular a produção do leite materno causando sua diminuição são uns dos problemas causados pelos bicos artificiais.

“Ah mas meu filho usa e não tive nenhum destes problemas…”

Será mesmo? Volte no tempo, pense na sua amamentação. Se você passou ilesa por tudo isto (lembrando que alguns problemas vem a longo prazo como problemas de fala, respiração e nos dentes), nossa, como você teve sorte e acredite: não é a realidade da maioria.

Quando uma mãe diz que seu filho mamou até 10 meses (+ ou -) e largou o peito sozinho

Sinto informar, mas se ele fez uso de bicos artificiais provavelmente ele trocou seu peito pelos bicos, ainda que tenha sido um largar o peito de forma tranquila, não foi natural e foi precoce.

A amamentação de acordo com o que os órgãos de saúde preconizam tem a duração de até 2 anos ou mais. Qualquer desmame antes dos 2 anos é precoce e raramente uma criança larga o peito da mãe antes deste tempo se ela não usa nenhum outro bico como chupetas e mamadeiras.

As causas para deixar de mamar antes deste tempo em grande parte dos casos estão relacionadas aos bicos artificiais.

E não é uma guerra contra os bicos e nem demonização deles, é informação. Informação de qualidade. Se você pretende amamentar por 2 anos ou mais, a melhor coisa que você pode fazer é se manter longe dos bicos.

Ué, mas o que vai acalmar meu bebê?

O peito. Simples assim. A necessidade de sucção não nutritiva dos bebês é completamente natural e deve ser atendida no peito da mãe. Nos primeiros meses será difícil mas nos meses seguintes as coisas se acalmam, prometo. Aguente firme. Colo, sling, calor humano também resolve muito. Falei sobre isto neste artigo: Todo bebê precisa de colo, calor e conexão.

Mas e se eu voltar a trabalhar?

Seu filho irá aprender a esperar você chegar em casa para atender suas necessidades de sucção. Irá mamar quando você estiver em casa, antes de sair, quando chegar e nos fins de semana. E durante o dia quando você não estiver: colo, aconchego, ninar, cantar e ter muito carinho da cuidadora, da avó ou quem for ficar com ele durante o dia será suficiente para ele; e ele aprenderá a se relacionar com estas pessoas de outra forma, inclusive a dormir com elas de outra forma que não seja mamando. Acredite.

Mas gente, meu filho tem só 4 meses, como vai tomar meu leite ordenhado?

No copinho. Sim. Um cuidador poderá dar o leite ordenhado para o seu filho no copinho e com um pouco de paciência e tranquilidade ele vai aprender a tomar no copo em alguns dias. Sim, alguns dias. Ele não vai aprender rápido de um dia para o outro, por isto paciência é importante. Os copinhos são utilizados para alimentar até mesmo prematuros em UTIs, seu bebê também será capaz de usá-lo. Veja aqui: Como descongelar e oferecer leite materno ao bebê.

E de onde vem o ciclo de problemas causados pelos bicos?

O ciclo problemático dos bicos artificiais é silencioso e pega mães de surpresa. Muitas não percebem que se encontram em um ciclo de problemas causados pela chupeta ou mamadeira e ficam confusas se perguntando o que pode estar acontecendo com sua amamentação que não tem dado certo.

A confusão de bicos é um assunto que já foi amplamente discutido por várias páginas sobre aleitamento materno e apesar de muitos não acreditarem nela e desconhecê-la completamente saiba: ela pode acontecer com o seu bebê desde os primeiros dias até ao longo do tempo.

As vezes o bebê vai largando o peito lentamente e preferindo a mamadeira ou chupeta e nisso passam meses e a mãe não se dá conta que os bicos são o motivo. De repente vemos a tal frase: “meu filho mamou até 10 meses ou mais e usou bicos…” mas largou o peito antes dos 2 anos, né? = confusão de bicos.

A confusão de bicos é quando o bebê não consegue fazer dois tipos de sucção diferentes e acaba optando por uma delas, geralmente a da mamadeira ou da chupeta e começa a rejeitar o peito da mãe, esta rejeição ao peito vem associada com: se jogar para trás não querendo o peito quando a mãe oferece, fissuras no peito da mãe, muito choro quando colocado para mamar no peito e impaciência para esperar o leite da mãe descer.

Explico

Sugar um bico artificial é diferente de sugar um peito. Ainda que muitas empresas falem que “imita o peito da mãe”, isto é apenas estratégia de venda e eu falei um pouco disto aqui: Indústrias de alimentos infantis e o desmame comercial.

Nada imita o peito da mãe.

E daí o bebê aprende a sugar de um jeito nos bicos e vai tentar sugar desse jeito no peito da mãe, logo, ele machuca o peito da mãe porque esta fazendo diferente do que deveria ser feito. É um processo. E a mãe passa a recorrer mais a mamadeira já que esta machucada, começando assim o ciclo.

A mamadeira por exemplo faz com que o leite desça continuamente enquanto no peito da mãe, o leite desce e pára, desce e pára e assim sucessivamente porque seu peito vai produzindo na hora o leite. Assim o bebê fica impaciente para esperar por isto no peito e prefere a rapidez da mamadeira.

E assim vem algumas otites que muitos médicos desatualizados associam com o peito ou mamar deitado (que tragédia), quando na verdade é porque o bebê mama a mamadeira deitado ou usa chupeta.

E estes sim, os bicos são os verdadeiros responsáveis por uma maior incidência de otites. Quando o bebê mama no peito da mãe deitado, o canal auditivo se fecha e praticamente nenhum leite materno entra ali, ainda que entrasse, seria uma quantidade muito pequena e com tantos fatores de proteção contidos no leite materno, dificilmente ele daria otite.

Já quando o bebê suga a mamadeira, o tipo de sucção é diferente, lembra?

Nesta sucção o canal auditivo não se fecha e sim, deitado entra leite no ouvido, que pode causar a inflamação. Com a chupeta: saliva e bactérias contidas na chupeta que cai no chão, que encosta em coisas sujas e brinquedos, vão para o canal causando otites também.

“Ué, mas o meu nunca usou e sempre teve otites” – amiga, que bom, se usasse teria uma incidência muito maior.

Ok, e a baixa produção de leite materno?

Opa! Essa ninguém nunca percebe. O corpo para produzir leite precisa receber um sinal do bebê do quanto tem que produzir.

Se ele suga a chupeta e a mamadeira, nesta hora, seu corpo não receberá sinal algum e vai achar que não precisa produzir leite. Vai diminuir a produção porque a demanda de sucção no peito é baixa.

Aqui vale a máxima: quanto mais o bebê mama no peito, mais leite você produz. E ele não vai mamar muito no peito se estiver sendo enganado com uma chupeta na boca ou tomando uma mamadeira de outro leite. Quer saber mais sobre este processo? Veja o que escrevi sobre isto aqui: Como aumentar a produção de leite materno.

Olha o ciclo aí…

Chupeta e mamadeira = confusão de bicos = fissuras nas mamas = + mamadeira = + confusão de bicos = rejeitar o peito da mãe = + bicos = baixa produção de leite materno = +mamadeira…

E ele nunca acaba se a mãe não percebe a tempo, o resultado deste ciclo? Desmame precoce com vilões silenciosos, os bicos.

Bicos artificiais possuem mais desvantagens do que vantagens, avaliar se vale a pena é importante.

No mais, eles são um vício inserido na vida do bebê que ele não pediu e que em grande parte dos casos é uma necessidade mais dos pais. Depois, este vício terá que ser retirado da vida do seu filho e ele vai sofrer.

Será que vale a pena fazê-lo vivenciar isto se é possível evitar? Esta história de que bebê só se acalma com a chupeta não é real, bebê se acalma com quem esta seguro lhe dando colo, atenção, peito, carinho. Estar segura em relação a isto é muito importante.

Sim, os primeiros meses são difíceis e o bebê vai mamar muito e saiba que isto é normal, peça ajuda.

Se a sua intenção for amamentar por muito tempo e de repente esperar pelo desmame natural ou gentil, leve sempre em consideração que bicos artificiais podem te distanciar dos seus objetivos. A escolha será sempre sua, mas fazê-la de forma bem informada e sabendo dos empecilhos que você pode encontrar no caminho é ser consciente e tomar decisões empoderadas.

Leia também:

Referências bibliográficas:
  • Newman J. : “Breastfeeding problems associated with the early introduction of bottles and pacifiers” Journal of Human Lactation 6 (2): 59-63, 1990.
  • Tomasi E, Victora CG, Olinto MT et al.: “Uso de chupetas em crianças: padrões de uso, contaminação e associação com diarréia”. II Congresso Brasileiro de Epidemiologia. Programa e resumos. BH, 1992: 173.
  • Elegbe IA, Elenezer OO, Iyabode ERN et al.: “Pathogenic bacteria isolated from infant feeding teats”. Am J dis Child 1982; 136: 672-4.
  • Mathur GP, Marthur S, Khanduja GS: “Nonnutritive suckling and use of pacifiers”. Indian Pediatric 1990, 27: 1187-9.
  • Pedroso RS, Siqueira RV: “Pesquisa de cistos de protozoários, ovos e larvas de helmintos em chupetas de crianças de zero a sete anos”. J pediatr (Rio J.) 1997; 73:21-25.
  • Niemela M, Uhari M, Hannuksel A,: “A pacifier increases the risk of recurrent acute otitis media in children in day-care centers”. Pediatrics 1995; 96:884-8.
  • Niemela M, Uhari M, Hannuksel A: “A pacifier and dental stricture as risk factors for otitits media”.
  • Pontes da Silva, GA: “O uso de chupetas contribui para uma maior ocorrência de enteroparasitoses ?”.
  • Victora CG, Tomasi E, Olinta MTA, Barros, FC: “Use of pacifiers and breastfeeding duration” The Lancet, 341: 404-406, 1993.

 


Like it? Share with your friends!

6.7k shares

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
1
Amei
Ouwn Ouwn
1
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)