Leite materno é analgésico em procedimentos dolorosos

2 min


64.3k shares
Leite materno é analgésico em procedimentos dolorosos

O leite materno é analgésico em procedimentos dolorosos como vacina e coleta de sangue.

Esta na hora de atualizarmos todos: o leite materno é analgésico em procedimentos dolorosos e não usar este grande benefício do aleitamento a favor do bebê nestes momentos é um grande erro.

Não são todos os laboratórios que estão atualizados sobre estas questões e desconsideram completamente a possibilidade por estarem acostumados a seguirem um padrão de atendimento, a famosa “rotina”.

A alguns dias postei um vídeo na fanpage onde mostrava um bebê em coleta de sangue sendo amamentando durante o procedimento.

Na postagem informei que seis estudos publicados por pesquisadores de Ottawa, Canadá, concluíram que amamentar o bebê enquanto ele é vacinado diminui a dor.

Leite materno é analgésico.

A analgesia do leite materno em procedimentos de coleta também aliviam a dor.

A dor do bebê durante o procedimento enquanto é amamentado é menor, lhe dá mais conforto, distrai e o leite materno tem substâncias que proporcionam analgesia.

O vídeo viralizou e algumas pessoas questionaram a questão de não ser um vídeo de vacinação e sim de coleta. Ora, a questão a ser debatida é a a analgesia que o leite materno proporciona durante os procedimentos dolorosos e por qual motivo isto é desconsiderado pela maioria dos profissionais de saúde, não?

Veja o vídeo da coleta:

Palavras da Fonoaudióloga e Consultora Internacional em Amamentação Cristiane Gomes, da Prolactare :

“Fazem 11 anos que eu estudo sobre isso. Não é possível que tenha gente ainda contra. Estudem os artigos de Ruth Guinsburg. Sempre coloquei prematuros para mamar enquanto os bebês eram submetidos a procedimentos dolorosos. Se mamarem cerca de 5 min. antes do procedimento, muitas vezes nem sentem nada. Há estudos com controle de frequência cardíaca e oximetria, junto com avaliação facial da dor. E a amamentação deve ser mantida até 5 min. depois.”

A Professora e Dra Mariana Bueno do Departamento Enfermagem Materno-Infantil e Psiquiátrica (ENP) da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo fortalece nossas informações com mais dados e vídeos que comprovam a analgesia do aleitamento materno até mesmo durante a vacinação e outros procedimentos.

A Dra. Mariana esta a frente da página Seja Doce com os Bebês e ali trabalha para divulgar a importância do atendimento humanizado aos bebês durante procedimentos dolorosos e nos presenteou com links importantes e esclarecedores para ajudar na atualização e informação de todos.

Amamentação durante procedimentos dolorosos: uma estratégia humanizada a favor do bebê.

Segundo a Dra. Mariana, estes vídeos “tratam-se de materiais desenvolvidos pela Dra. Denise Harrison, da Universidade de Ottawa“, traduzidos por ela mesma. “Os vídeos mostram bebês recebendo amamentação, contato pele a pele e solução adocicada (que pode ser sacarose ou glicose) durante coletas de sangue.”

“Todas as intervenções são consideradas como analgésicas, com base em evidências científicas de alta qualidade (revisões sistemáticas, inclusive da Cochrane).”

“No momento, estamos desenvolvendo alguns estudos baseados no vídeo. Temos os resultados relacionados à opinião dos pais de bebês hospitalizados quanto às estratégias mostradas no vídeo, bem como sua opinião com relação ao vídeo em si. Temos também os mesmos resultados em estudo que envolveu enfermeiros.”

No primeiro vídeo vemos um bebê sendo amamentado durante a vacinação e de acordo com a Dra. Mariana, há evidências que mostram a amamentação como efetiva e segura para a vacinação em bebês de um mês até um ano de idade.

Se possível, a amamentação ou o leite materno suplementar devem ser utilizados para aliviar a dor de recém-nascidos submetidos a um único procedimento doloroso, em vez de placebo, contenção ou nenhuma intervenção:

 Vários estudos envolvendo bebês têm demonstrado que a amamentação é uma boa maneira de reduzir a dor que os bebês sentem quando eles são submetidos a procedimentos que provocam um pouco de dor. Esses estudos envolveram bebês de nove meses completos e mostraram que a amamentação é efetiva, pois reduz o tempo de choro do bebê e reduz os escores de dor em escalas validadas para medir a dor nos bebês. Amamentação ou leite materno para a dor causada por exames médicos em recém-nascidos, Shah PS, Herbozo C, Aliwalas LL, Shah VS.

Passou da hora de tratar nossos bebês com mais respeito e carinho durante procedimentos dolorosos e para fazer isso, nada melhor do que o leite materno.

Leia também:

Estudos sobre analgesia do leite materno:

Amamentação e contato pele-a-pele no alívio da dor em recém-nascidos na vacina contra Hepatite B
Pode a amamentação promover alívio da dor aguda em recém-nascidos?

 


Like it? Share with your friends!

64.3k shares

What's Your Reaction?

Uau Uau
1
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
2
Amei
Ouwn Ouwn
1
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)