Tempo de leitura deste artigo:5 minutos

Por muito tempo a idéia de leite anterior e posterior durante a amamentação foi entendida como duas etapas diferentes.

Quando se falava em leite anterior e posterior, as pessoas pensavam que em um determinado momento o peito ejetava um tipo de leite e em outro momento o outro tipo de leite.

Há até mesmo a idéia de que para o bebê poder engordar, ele precisa esvaziar totalmente a mama, já que o leite posterior, conhecido como o mais gorduroso, se encontra no final da mamada e o leite anterior, conhecido como o que possui maior teor de água e lactose, se encontra no início da mamada.

Muitas mães em busca destas fases em suas mamas e acreditando que leite anterior e posterior eram ejetados em momentos diferentes, achavam que o bebê poderia não estar consumindo a quantidade adequada de cada tipo.

No entanto, não existe na mama uma divisão que separe os dois tipos de leite e nem ejete um tipo específico a cada mamada ou de acordo com o tempo que o bebê fique no peito.

Na verdade, os tipos de leite se misturam durante sua produção enquanto o bebê mama e ao mesmo tempo, ele consome o leite anterior e posterior.

Por mais que a idéia de leite anterior e posterior esteja difundida, a verdade é que não existe tais denominações para o processo de produção e ejeção do leite materno, porque sua mudança do estado mais líquido para o aumento de gordura acontece gradualmente durante a mamada. Então o bebê vai consumir a gordura presente no leite materno em vários momentos que buscar a mama da mãe.

Então o que é leite anterior e posterior?

A primeira coisa a se ter em mente é que leite anterior e posterior não significam que um venha antes do outro ou que para isto acontecer dependamos da mama se esvaziar. Não é isto.

  • O leite posterior é liberado de acordo com o estado emocional da mãe e pode vir tanto no início da mamada, durante ou depois. Não há regra e nem sequência. O leite posterior é liberado de acordo com a produção de ocitocina.
  • O leite anterior é liberado de acordo com a sucção do bebê. Então o leite anterior é liberado pela sucção e produção da prolactina.

Função que desencadeia o processo:

Sucção da mama >> hipófise anterior >> prolactina >> células produtoras de leite >> leite anterior

Em seguida, teoricamente, a descida do leite ou ejeção láctea como um processo contínuo:

Emocional da mãe >> hipófise posterior >> ocitocina >> células mioepiteliais >> leite posterior

No entanto, este processo nem sempre ocorre em sequência pois uma mãe tranquila e confiante com a amamentação, libera ocitocina naturalmente sem que haja necessariamente um processo de sucção da mama anterior.

Preciso ordenhar o primeiro leite e oferecer o peito depois?

Ordenhar o leite antes de algumas mamadas é uma estratégia para deixar a mama macia, com a pega mais fácil para o bebê e sem excesso de leite que resultaria em um jato muito forte de leite para o bebê controlar. Esta idéia serve para tornar a amamentação mais fácil e confortável para o bebê e não para que ele consuma diretamente a gordura do leite.

Isto porque, como já vimos acima, o bebê vai consumir gordura no leite materno em todos os momentos de mamada. E querendo ou não, o bebê precisa do chamado leite anterior, porque é no leite materno que ele também sacia sua sede.

Preciso oferecer uma mama por vez para que o bebê “mame” o leite posterior?

Em amamentação a regra máxima é “não siga regras”. O bebê sabe como, quando e o quanto mamar.

Além deste processo não ser eficaz já que não é assim que ocorre a liberação de leite anterior e posterior.

Seu bebê sabe exatamente onde e quando vem o leite que ele precisa. E a quantidade que ele precisa. Então, olhe para seu bebê e observe como e quanto ele mama. Ele ficou satisfeito com uma mama só? Se sim, ok. Passe para a outra na próxima mamada. Ele quer mamar as duas por vez? Então, ok! Amamente as duas por vez e comece na próxima mamada pela que ele mamou menos tempo.

Observe seu bebê. Ele esta feliz, saudável, ganhando peso normalmente, mama e se sente satisfeito? Então esta tudo bem!

Leia também:

Deixe um Comentário

comments