Tempo de leitura deste artigo:6 minutos

Como é o gosto do leite materno? Você provavelmente já se perguntou isto.

Se você for mãe e muito curiosa, provavelmente descobriu o gosto do leite materno provando seu próprio leite. Sim, muitas mães tem esta curiosidade e acabam provando para saber como é.

Como alguém que amamentou por 3 anos, posso dizer que meu leite era doce. Sim, eu provei. Antes que alguém faça cara de nojinho, saiba que leite materno é o alimento mais limpo, nutritivo e saudável que existe.

Lembre-se das salsichas, pastas e todo tipo de porcarias industriais que você coloca na boca sem nojo nenhum. Procure na internet um vídeo de como são feitos estes produtos e você vai perceber que uma mãe provar o próprio leite, não tem nada de nojento.

O leite materno possui muitos benefícios para o bebê em crescimento, incluindo:

Mas esses benefícios são para bebês. Os adultos podem ter mais dúvidas, como qual o gosto do leite materno e o seu cheiro? Aqui estão as respostas a enquete que fiz dentro do meu grupo materno:

Gosto do leite materno:

A descrição mais popular é que o gosto do leite materno seja doce ou como “leite de amêndoa adoçado”. O sabor é afetado pelo que cada mãe come e a hora do dia. Aqui está o que algumas mães, que provaram, também dizem que se parece:

  1. Pepino
  2. Água açucarada
  3. Leite de amêndoa
  4. Sorvete de creme
  5. Mel
  6. Pão com leite
  7. Baunilha
  8. Leite de coco
  9. Erva doce
  10. Água morna doce

Os bebês não podem falar, mas as crianças que foram amamentadas até aprenderem a falar e se lembram do gosto do leite materno dizem que tem um gosto “doce”.

Algumas mães relatam um sabor agridoce. Uma mistura de doce com salgado. Outras dizem que cada peito tem o gosto do leite diferente para cada.

Fique atenta, pois um leite muito salgado aliado a outros sintomas, pode ser sinal de mastite. Veja mais aqui: O que é mastite e como tratar este problema na amamentação

Cheiro:

A maioria das mães diz que o leite materno tem um cheiro levemente adocicado – como leite de vaca, mas mais suave e mais doce. Alguns dizem que seu leite às vezes tem um cheiro “ensaboado ou de pasta de dente”. (isso é devido a um alto nível de lipase, uma enzima que ajuda a quebrar as gorduras).

O leite materno congelado e descongelado pode ter um cheiro ligeiramente ácido, o que é normal. O leite materno não armazenado corretamente – terá um cheiro “passado”, como quando o leite da vaca fica azedo e deve ser descartado.

Muitas mães não conseguem identificar um cheiro específico no leite materno e dizem que não tem cheiro ou não se parece no cheiro com nada que elas conheçam. Outras se referiram ao cheiro como algo “cru”, “capim”, “pituí (cheiro forte de peixe, ovo, maresia)”.

Consistência:

A consistência do leite materno humano é semelhante ao leite de vaca?

O leite materno é geralmente um pouco mais fino e mais leve do que o leite de vaca. No entanto, isto não significa leite fraco, muito pelo contrário, sua consistência varia de acordo com sua composição e necessidade do bebê mas seu valor nutricional continua intacto e imbatível em relação a qualquer outro.

Nutrição:

O que há no leite materno?

O leite materno contém água, gordura, proteínas e nutrientes que os bebês precisam para crescer. Tambén possui hormônios de crescimento para o desenvolvimento do cérebro e também propriedades anti-infecciosas para proteger os bebês ​​de doenças.

O leite de uma mãe também contém moléculas bioativas que:

  • Protege contra infecção e inflamação
  • Ajuda o sistema imunológico amadurecer
  • Promove o desenvolvimento de órgãos
  • Incentiva a colonização microbiana saudável

“Somos a única espécie que continua bebendo leite e produtos lácteos depois de terem sido desmamados. Claro, o leite humano é para humanos, mas é para bebês humanos”. – Bouchet-Horwitz –

Adulto pode tomar leite materno?

Além do leite materno ser um alimento específico para bebês e crianças que ainda mamam, ele é um fluido corporal, então você não vai querer beber leite materno.

O leite materno foi ingerido por muitos adultos sem problema por curiosidade como as mães descreveram, mas nada semelhante a tomar uma golada, na verdade foi uma prova para saber como é.

Alguns fisioculturistas fora do país se voltaram para o leite materno como uma espécie de “composto fortalecedor”, mas não há evidências científicas de que leite materno melhore o desempenho na academia, como dito, este é um alimento específico para crianças.

Existem alguns casos, conforme relatado por The Seattle Times, de pessoas com câncer, distúrbios digestivos e distúrbios imunológicos usando leite de um banco de leite materno para ajudar a combater suas doenças. Mas, novamente, mais pesquisas são necessárias.

Bouchet-Horwitz observa: “Alguns adultos usam leite materno para a terapia contra o câncer. Mas a pesquisa por trás dos benefícios anticancerígenos geralmente está em um nível celular. Há muito pouco sobre a pesquisa humana ou ensaios clínicos focados na atividade anticancerígena para mostrar que essas propriedades podem combater ativamente o câncer em seres humanos. Os pesquisadores estão tentando sintetizar o componente no leite conhecido como HAMLET (alfa-lactalbumina humana tornada letal para as células tumorais) que causa a morte de células tumorais.”

Escrevi mais sobre isto aqui: Substância no leite materno mata células cancerosas, estudo sugere

Leite materno dos bancos de leite podem ser consumidos pelo bebê de forma segura?

O leite materno humano de um banco de leite é rastreado e pasteurizado, por isso não contém nada prejudicial. No entanto, certas doenças (incluindo HIV e hepatite) podem ser transmitidas através do leite materno, por isso todas as doadoras de leite materno em bancos de leite passam por exames e avaliação para saber se estão aptas a doarem seu leite.

O leite materno tem sido usado topicamente para queimaduras, infecções nos olhos, erupção cutânea e feridas para reduzir a infecção e ajudar na cicatrização e apesar de muitas pessoas terem relatado melhora, nenhuma pesquisa ainda foi feita para comprovar que ele possa ser usado desta forma. Ainda assim, com tantos anticorpos, fatores de proteção antiinflamatórios e todos os componentes presentes no leite materno, não seria uma grande surpresa que pesquisas comprovassem sua eficácia para o uso descrito acima.

Leia também:

Deixe um Comentário

comments