Tempo de leitura deste artigo:5 minutos

Ainda hoje muitas pessoas acham que exercício muda o sabor do leite materno.

Além de achar que exercício muda o sabor do leite materno, algumas pessoas ainda afirmam que a prática pode secar o leite materno.

No entanto, exercícios físicos não fazem o leite secar, mesmo porque, o corpo humano pode demorar até 40 dias para parar de produzir leite materno sem estímulo de sucção.

Isto significa que para o leite secar, além de demorar um mês ou mais, não poderia haver nenhum bebê sugando a mama da mãe durante todo este período. Veja mais sobre isto aqui: Leite de peito seca de um dia para outro?

Cary & Quinn (2001) em revisão literária concluíram que “exercício e amamentação” eram atividades compatíveis, sendo que dos vários estudos analisados os mesmos não demonstram efeito prejudicial do exercício leve-moderado durante a lactação não afetando a composição, o volume do leite, o crescimento, o desenvolvimento infantil ou a saúde materna.

Isto significa que você pode praticar exercícios, desde que não sejam muito intensos e sejam acompanhados por um profissional. Não precisa esperar para amamentar depois da prática de exercícios, mas lembre-se de aumentar a ingestão de água (o quanto sentir de sede – alguns profissionais recomendam até 20% de aumento na ingestão de líquido) com os exercícios.

E sobre alterar o gosto? Exercício muda o sabor do leite materno?

Estudos têm demonstrado que os níveis de ácido láctico no leite materno são significativamente mais altos por até 90 minutos após o exercício pesado, o que pode alterar o sabor do leite. A boa notícia é que não acontece o mesmo após atividade moderada. Assim, enquanto você mantém seu exercício aeróbico nos 80% da faixa de freqüência cardíaca máxima, seu bebê não notará diferença.

E sobre diminuir o leite?

Com esta mudança de sabor, provavelmente o bebê iria rejeitar o peito materno o que, consequentemente, faria a produção diminuir com a falta de estímulo.

 

De qualquer forma, não é que fazer exercícios diminui o leite, mas que talvez uma prática exagerada mude o sabor do leite materno fazendo com quê o bebê rejeite, ainda assim, é bem improvável que isso faça o leite diminuir ou secar, para chegar a este ponto, uma mãe teria que praticar muitos exercícios de forma muito intensa e deveria haver um rejeição total do bebê ao peito.

O que não costuma acontecer. Existem bebês que mamam até com mastite na mama, não rejeitam o peito por nada. Se o seu bebê rejeita sua mama depois dos exercícios, considere diminuir a intensidade e frequência dos exercícios.

Resumindo:

  • Toda mãe que amamenta, após liberação médica e acompanhada de um profissional, pode fazer exercícios físicos.
  • Exercícios físicos leves e moderados não interferem em nada na amamentação.
  • Exercícios intensos podem ser feitos, mas requerem maior aporte energético (lembre-se de consultar um nutricionista) e até podem liberar ácido lático no leite materno e modificar o seu sabor ficando mais amargo nos primeiros 90 minutos após a prática, no entanto, ele não vai interferir na produção; e, se o seu bebê não ligar, esta tudo certo. Se você perceber que ele rejeita o peito depois disso, tente diminuir a intensidade dos exercícios, amamentar antes de começar ou até mesmo ordenhar leite antes para oferecer depois deste período.
  • Durante a amamentação, exercícios moderados e que não ultrapassem mais do que 1h são os mais indicados.

Sempre consulte o médico antes de iniciar qualquer atividade física e faça exercícios com acompanhamento profissional.

Seja gentil com seu corpo e com seu ego durante este período e não tente correr contra o tempo.

Gerencie suas expectativas e tente voltar a sua rotina de exercícios lentamente, prestando atenção em como seu corpo reage a mais esta atividade, já que os primeiros meses com o bebê a até mesmo amamentar tem tomado muito sua energia.

Leia também:

Referências:

Daley AJ, Thomas A, Cooper H, et al. Maternal exercise and growth in breastfed infants: a meta-analysis of randomized controlled trials. Pediatrics 2012 Jul;130(1):108-14.
Dewey KG. Effects of maternal caloric restriction and exercise during lactation. J Nutr 1998 Feb;128:386S-389S.
Dewey KG, Lovelady CA, Nommsen-Rivers LA, McCrory MA, Lonnerdal B. A randomized study of the effects of aerobic exercise by lactating women on breast-milk volume and composition.
Lovelady C. Balancing exercise and food intake with lactation to promote post-partum weight loss. Proc Nutr Soc. 2011 May;70(2):181-4.
Quinn TJ, Carey GB. Does exercise intensity or diet influence lactic acid accumulation in breast milk? Med Sci Sports Exerc 1999 Jan;31(1):105-10.

 

Deixe um Comentário

comments