Tempo de leitura deste artigo:3 minutos

Estou cansada! É o que muitas mães dizem o tempo inteiro.

E isto não tem nada a ver com não amar os filhos, não gostar de ser mãe, não amar a maternidade. Quando uma mãe diz: “Estou cansada!”, saiba que além de seus sentimentos continuarem os mesmos e ela fazer tudo de novo, provavelmente igual, ela esta apenas desabafando o quão difícil é ter a vida de outra pessoa sob sua total responsabilidade.

Muitas vezes, de forma muito solitária e sem apoio algum.

Muitas vezes, mesmo estando rodeada de pessoas, esta mãe ainda assim, não tem apoio algum.

É comum as pessoas julgarem um “Estou cansada!” de uma mãe como falta de amor. Mas amar incondicionalmente, não tem nada a ver com não ter outros sentimentos, e muito menos nos impede de chegarmos a exaustão com tantas atividades acumuladas, sem apoio algum.

Amar nossos filhos é um campo totalmente inabalável e nenhum cansaço ou exaustão é capaz de entrar neste mundo protegido do amor materno. Ele é blindado até mesmo quando em um extremo de cansaço, uma mãe chora dizendo que não queria estar ali. É só cansaço, estas palavras sequer riscam a grande muralha do amor materno. Ele continua lá: forte, intenso e inabalável.

Somos humanas e ao contrário do que dizem por aí, a maternidade não nos dá poderes físicos além de todo o resto das pessoas. Precisamos de apoio para maternar. Quando não temos este apoio e parceria na maternidade, nos viramos como podemos.

E nos viramos como podemos as vezes além de nossas capacidades físicas, mas isso se reflete em um extremo cansaço físico e mental. Sim, quando uma mãe diz: “Estou cansada!”, ela não esta se referindo apenas ao seu cansaço físico, mas também a seu cansaço emocional.

Dizer que estar cansada esta longe de não amar, mas muito perto de um pedido de socorro. Quando uma mãe diz que esta cansada, ela também esta pedindo ajuda. Ela esta querendo dizer que sente saudade de si mesma e de tudo que hoje não pode mais fazer em decorrência de tantas atividades acumuladas.

Ela esta querendo dizer que se reconstruir tem sido doloroso e intenso demais para ela dar conta sozinha. E ainda, ela quer que as pessoas ao seu redor percebam que elas podem, de alguma forma, tornar todo este caminho um pouco mais leve para ela com muito pouco: com apoio, com parceria e principalmente com empatia.

As vezes, o que uma mãe mais quer é que alguém olhe para ela além do olhar para o bebê. As vezes, o que uma mãe quer é simplesmente um: “eu entendo, como posso diminuir seu cansaço?”

Antes de julgar, ofereça apoio.
Antes de julgar, ofereça um colo.
Antes de julgar, ofereça parceria, compreensão e acima de tudo empatia.

E para todas as mães cansadas:
Você esta fazendo um ótimo trabalho! Parabéns.
Peça ajuda sempre que sentir que não esta dando mais conta. Você é importante.

Leia também:

Deixe um Comentário

comments