Coworking materno e mais 2 tendências que toda empreendedora deve conhecer

1 min


Coworking materno

Já ouviu falar em coworking materno? Um novo negócio acaba esbarrando em algumas dificuldades. E uma das mais comuns é a falta de recursos e local de trabalho junto com os filhos.

Principalmente por causa dos cuidados com os filhos e para os acompanhar de perto, o coworking materno é super bacana, pois pode te auxiliar exatamente nesta necessidade essencial de mães empreendedoras e na primeira fase de estruturação de negócio.

1. Coworking materno: como ele pode te ajudar?

Você está entrando em contato com os primeiros clientes, mas ainda não conseguiu uma sede própria? Saiba que pipocam pelo país os escritórios compartilhados, conceito conhecido por coworking – salas comerciais mobiliadas e equipadas, onde você aluga por hora ou por dia.

O coworking materno não é diferente disto, com um plus a mais: você pode levar seus filhos e provavelmente, no local terá um ambiente próprio para crianças, com pessoas que poderão olhar as crianças para você, bem debaixo de suas vistas.

Assim você pode cumprir seus compromissos de trabalho, marcar reuniões, apresentações e etc, sem se preocupar com a crianças. Além de auxiliar na redução de custos e ser ideal para quem não tem um espaço físico para chamar de seu, o ambiente costuma ser propício para o network com outras mães empreendedoras.

2. Economia compartilhada

Estamos no século XXI, mas cada vez mais pessoas estão adquirindo serviços e produtos à moda antiga, na base da troca, sem dinheiro envolvido. Já existem alguns sites que se dedicam a intermediar esse tipo de relação.

Por exemplo: eu sou professora de inglês e preciso de uma consultoria de carreira. Procuro alguém que presta esse tipo de serviço e que tenha interesse em aprender inglês. Iniciamos um contato e damos início e uma possível parceria. É uma excelente oportunidade para quem está começando ou para quem procura levar a sério a questão da sustentabilidade.

3. Produção de conteúdo
3 tendências que toda empreendedora precisa conhecer

A internet passou a ser um dos principais canais de comunicação com o cliente. E junto dela surgiu uma tendência que está transformando a publicidade: as marcas passaram a levar informação e conteúdo ao público, e não apenas propaganda.

A ascensão dos blogs e redes sociais permite que você se relacione com seu consumidor com investimentos reduzidos e de uma maneira mais engajada. Planejar e criar uma fanpage no Facebook, alimentando-a com conteúdo relevante e interagindo com o público pode ser um ótimo começo. Ter um site e escrever nele de forma profissional pode te ajudar bastante, nisto, eu posso te ajudar. Veja aqui: serviços de comunicação para mães empreendedoras.

Leia também:


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Uau Uau
0
Uau
Gostei Gostei
0
Gostei
Amei Amei
0
Amei
Ouwn Ouwn
0
Ouwn

Deixe um Comentário

comments

error: Este conteúdo é protegido pelas leis de direitos autorais, não copie, compartilhe. :)