Tempo de leitura deste artigo:9 minutos

A confusão de bicos pode estar presente como motivo de desmame precoce de muitos bebês, no entanto, poucos percebem o problema.

O fato é que a confusão de bicos apesar de muito difundida entre profissionais de aleitamento materno, ainda não é percebida de forma prática e clara por muitas mães.

Alia-se a isto o fato de alguns profissionais de saúde como médicos, apoiarem e indicarem o uso dos bicos como chupetas, mamadeiras e bicos intermediários sem avisar a mãe que eles são responsáveis pela confusão de bicos e pelo desmame precoce, além de outros problemas.

O que é confusão de bicos?

Quando um bebê mama no peito, ele aprende a fazer a sucção de uma maneira totalmente diferente do que ele faria em uma chupeta, mamadeira ou bico intermediário.

Ainda que muitas empresas afirmem que determinados bicos se assemelhem ou imitem o peito da mãe, isto é impossível. Trata-se apenas de propaganda enganosa

Então veja, o bebê aprendeu a sugar de um jeito no peito e de repente ele precisa sugar de uma forma diferente nos bicos, mudar o processo de sugada. Então, em meio a esta confusão de estilos de sucção, o bebê com o tempo dá preferência para um tipo de sucção.

A maioria dos bebês irão preferir sugar a chupeta, mamadeira ou no intermediário, uma outra pequena parcela irá rejeitar os bicos até que os adultos que insistem desistam de tentar oferecer.

Muitos pais e cuidadores, insistem tanto para que o bebê pegue os bicos que o bebê desiste de lutar contra e aceita.

Depois deste processo e aceite dos bicos, o bebê começa a ter dificuldades em sugar de forma consistente a mama da mãe, morde o peito da mãe, fica nervoso e rejeita a mama, chora e se irrita no peito e por fim até ânsia de vômito faz quando a mãe tenta te oferecer o peito.

A mãe acredita que o bebê “não queira mais o peito”, “não goste de leite materno” e começa a oferecer a mamadeira com leite artificial cada vez mais para o bebê. A confusão de bicos esta instalada e ativa na vida daquele bebê.

O resultado disto é que além das feridas e fissuras na mama causadas pelas mordidas do bebê, há também uma diminuição da produção de leite materno porque o bebê passa mais tempo na mamadeira, com a chupeta ou não consegue fazer a sucção de forma adequada na mama para estimular a produção de leite materno.

É um ciclo de problemas onde uma ação (oferecer bicos) leva a uma reação (a confusão de bicos) que tem como resultados iniciais a oferta de outro leite e por fim o desmame total do bebê.

O uso de chupeta tem sido identificado como um fator associado à menor duração do AM e do aleitamento materno exclusivo (AME) em estudos observacionais, com evidências consistentes de que o desmame precoce entre um e 24 meses é mais frequente em crianças usuárias de chupeta, quando comparadas com crianças que não possuem esse hábito. Departamento Científico de Aleitamento Materno da Sociedade Brasileira de Pediatria

Por que a maioria dos bebês escolhem os bicos em vez do peito da mãe?

Os bicos das mamadeiras são rígidos e tem um reservatório constante de leite a disposição, isso significa que o bebê não precisa fazer muito esforço para sugar ou esperar para quê o leite seja produzido e desça.

As chupetas estão sempre a disposição e não exigem esforço de sucção do bebê e nem que ele peça por ela, geralmente estão disponíveis o tempo inteiro na boca do bebê.

Na mamadeira, o leite desce de forma constante e sem interrupções, além de ser abundante. Isso quando o bico da mamadeira não é alargado ainda mais pelos pais no decorrer do processo para descer mais e mais leite.

No peito da mãe, existe um processo até que o leite chegue a boca do bebê.

Ele suga a mama, o corpo entende este sinal, começa a produzir e ao mesmo tempo descer leite dos alvéolos para o bico e então para a boca do bebê, este processo leva de 1 a 2 minutos, principalmente em mães de primeira viagem.

Além disto, o bebê precisa abrir a boca, fazer a pega corretamente e então ele irá exercitar cerca de 40 músculos da face, os trabalhando constantemente para que o leite desça para sua boca.

É ruim este processo pelo qual o leite materno leva para chegar a boca do bebê?

Não, de maneira alguma. Este é o processo natural e é o que ensina o bebê a engolir, respirar, esperar, engolir…basicamente a comer de forma tranquila e “mastigando” bem. Um bebê que mama apenas no peito, esta acostumado com este processo de produção e ejeção de leite materno.

Por isso que bebês que mamam apenas no peito podem ser também mais calmos, pois eles aprendem a pacientemente esperar pela alimentação.

Isto os ensina muitas coisas. Lembre-se: o bebê é um explorador de mundo e todas as suas experiências por menores que sejam, são aprendizados usados para sua adaptação e desenvolvimento.

Sintomas da confusão de bicos:

  • Mordidas no peito,
  • Pegar e soltar várias vezes o peito da mãe com dificuldades,
  • Rejeitar o peito e se irritar quando ofertado,
  • Se jogar para traz e ficar nervoso quando o peito é oferecido,
  • Choro excessivo e irritação,
  • Ânsia de vômito quando o peito é colocado na boca do bebê

Como reverter a confusão de bicos:

A primeira atitude é sempre tentar diminuir a incidência do uso dos bicos, no entanto, dependendo do nível de uso, se o bebê já não mama mais no peito e esta usando mamadeira quase que exclusivamente, o ideal é buscar apoio profissional para iniciar técnicas para tentar trazer o bebê de volta para o peito.

Se seu bebê tem apenas alguns meses, quanto antes você deixar de usar a chupeta, melhor. E um bebê de poucos meses não sente falta significativa do bico quando ele ainda consegue mamar no peito, assim, oferecer o peito em vez da chupeta é o ideal.

Caso o bebê faça uso de mamadeira, a melhor opção é trocá-la pela uso do copinho para ofertar o leite ao bebê e para isto aprender a técnica para oferecer leite no copo para o bebê é a melhor opção.

O uso de intermediários geralmente acontecem quando a mãe tem bicos planos ou invertidos, pois, a maioria dos profissionais de saúde não conseguem ensinar mãe e bebê a fazerem a pega correta neste tipo de mama, apesar de ser totalmente possível.

Neste caso, chamar um profissional de aleitamento para ajudar na retirada do intermediário também é importante.

Uma série de ações para tentar reverter a confusão de bicos se iniciam principalmente pela retirada destes bicos da vida do bebê e oferta do peito exclusivamente ou do leite materno ordenhando no copinho até que o bebê aprenda a mamar no peito novamente.

Procurar ajuda profissional para casos mais graves de confusão de bicos é essencial para obter sucesso.

As vezes será necessário corrigir novamente a pega do bebê, ensiná-lo a mamar no peito novamente e pode ser um pouco difícil para a mãe sozinha, mas não é impossível.

Seu bebê tem um poderoso instinto de sugar a mama e nasceu sabendo como fazer isto, é preciso lembra-lo. Com paciência, prática e apoio, você pode conseguir deixar o uso de mamadeiras, chupetas e intermediários, voltando a amamentar exclusivamente no peito.

Bicos não são naturais e causam desmame. Amamentar é uma prática milenar que acontece desde o início da humanidade.

Desde que o mundo é mundo, mães amamentam seus bebês no peito. Ao longo de nossa evolução histórica, várias situações interferiram no processo natural de amamentar um filho, causando impactos profundos na saúde infantil.

Antes da invenção das mamadeiras e chupetas, bem como de todos estes produtos para amamentar, a amamentação sempre foi a melhor alternativa. A mais segura, natural e comum na vida de mãe e bebê.

Nos séculos XVIII, XIX e XX, os avanços na química e na preservação de alimentos contribuíram para o aumento da troca da amamentação por fórmulas e bicos, que foram fortemente anunciadas e consideradas alternativas seguras.

No entanto, hoje sabemos que as baixas taxas de amamentação resultam em graves problemas de saúde que incluem alergias alimentares, diabetes mellitus, obesidade infantil entre outras doenças. A amamentação ainda é a melhor fonte de nutrição infantil e o método mais seguro de alimentação infantil.

Leia também:

Referências:

Stevens, Emily EPatrick, Thelma EPickler, Rita. A History of Infant Feeding. The Journal of Perinatal Education, Volume 18, Number 2, 2009, pp. 32-39(8). Springer Publishing Company. Acesso: https://doi.org/10.1624/105812409X426314
Sociedade Brasileira de Pediatria. Departamento Científico de Aleitamento Materno. Uso de chupeta em crianças amamentadas: prós e contras. Acesso: http://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/Aleitamento-_Chupeta_em_Criancas_Amamentadas.pdf
Cynthia R. HowardFred M. HowardBruce LanphearElisabeth A. deBlieckShirley EberlyRuth A. Lawrence. The Effects of Early Pacifier Use on Breastfeeding Duration. Acesso: http://pediatrics.aappublications.org/content/103/3/e33
Organização Mundial da Saúde. Evidências científicas dos dez passos para o sucesso no aleitamento materno. Brasília: Organização Pan-Americana de Saúde; 2001.
Righard L, Alade MO. Breastfeeding and the use of pacifiers. Birth 1997;24:116-20.
Joel Alves Lamounier. O efeito de bicos e chupetas no aleitamento materno. Jornal de Pediatria – Vol. 79, Nº4, 2003. Acesso: http://www.scielo.br/pdf/jped/v79n4/v79n4a04.pdf

 

 

Deixe um Comentário

comments