Tempo de leitura deste artigo:4 minutos

As conchas de amamentação ficaram famosas a alguns anos no mundo da amamentação.

Muitas empresas tem as conchas de amamentação com um dos produtos mais vendidos para gestantes e novas mães. Maternidades as colocam em suas listas do quê levar para o hospital quando vamos ganhar um bebê.

Muitas pessoas acreditam que além de proteger os mamilos de encostar na roupa, as conchas ainda podem fazer com quê bicos planos ou invertidos saiam para fora e facilitem a pega.

Lendo tudo isso, parece que as conchas de amamentação são itens indispensáveis para uma nova mãe que deseja amamentar, não é mesmo?

Mas as coisas não são bem assim e embora as conchas tenham sido usadas por muitas mulheres que irão jurar de pé juntinhos que elas foram maravilhosas e que até “salvaram” sua amamentação, (como é dito a respeito de muitos destes produtos) isso na verdade não representa a maioria.

Na observação e prática de atendimento a mães que amamentam, o que mais encontramos são mulheres que tiveram sérios problemas com o uso indiscriminado das conchas.

Desde a proliferação de bactérias, fungos nas mamas causando candidíase, até situações onde o uso da concha de amamentação causou uma vaso constrição na região impedindo a livre circulação de leite e sangue e que evoluiu em alguns casos para mastites, ingurgitamentos mamários e até problemas mais graves de amamentação.

Além disto, as conchas podem tanto apertar demais a região dos mamilos como também pode super estimular as mamas com a pressão, fazendo com quê os vazamentos de leite nunca cessem e a mãe continue com as mamas vazando enquanto usar as conchas. Entenda mais sobre este e outros itens usados para amamentar aqui: Produtos que ajudam na amamentação, será?

Se existe a contra-indicação do uso das conchas, acredite: usar o leite que ela armazena é pior ainda. Nem cogite isto, pois, este leite que ficou em temperatura ambiente sendo alterado pelo ambiente e suas bactérias, bem como o calor do corpo, é totalmente inapropriado para dar para o bebê, ok?

Conchas de amamentação ajudam a fazer “bico” nas mamas?

O tipo de bico que uma mãe tem é genético e nada muda isto. As vezes o bico é invertido ou plano. A concha na verdade o torna inchado e cheio de leite na região do bico, o que pode em alguns casos dificultar a pega do bebê.

A melhor maneira de amamentar em uma mama que possui bicos planos ou invertidos é aprender a fazer a pega correta, estimular com as mãos ou água fria o bico na hora de cada mamada e ordenhar um pouco de leite da mama para deixá-la macia para a pega do bebê.

E claro, se manter longe de bicos de chupetas, intermediários e mamadeiras, porque uma vez que o bebê aprende a sugar com estes bicos protusos, aprender e sugar em uma mama com bico plano ou invertido se torna um desafio maior. Se houverem dificuldades maiores do que estas para amamentar, é preciso chamar uma profissional de aleitamento em casa ou ir até um banco de leite próximo. Leia mais sobre tipos de mamas aqui: Tipos de mamas: há interferência na amamentação?

O que usar para conter os vazamentos dos primeiros dias?

O mínimo que abafe as mamas. Pode ser toalhinhas de boca de bebê que são trocadas diariamente, mas precisa trocar sempre que molhar.

O que fazer para proteger os mamilos feridos ou assados sem usar as conchas?

Você pode fazer uma rosquinha de fralda de boca de bebê e colocar entre sua mama e o sutiã. Este pequeno pedaço de fralda ira absorver o leite que vazar e ao mesmo tempo evitar que seus mamilos encostem na roupa. Com a vantagem de poder ser lavado na máquina em vez de ficar acumulando gordura de leite como acontece com as conchas depois de um tempo de uso, mesmo sendo lavadas diariamente.

Mas sinceramente? Se você estiver com mamilos feridos, o melhor é tentar deixá-los livres sem sutiã e com no máximo uma roupa bem leve larga para que eles respirem e sarem mais rápido. Se puder ficar sem camisa, melhor ainda.

Leia também:

 

Deixe um Comentário

comments