Tempo de leitura deste artigo:8 minutos

Neste artigo, Elizabeth Pantley nos dá alguns conselhos de como ter um casamento feliz depois dos filhos e fala sobre as mudanças na relação.

A autora já vendeu mais de 750 livros sobre criação de filhos, sono do bebê e comportamento. É uma das minhas autoras preferidas quando se trata de comportamento e como lidar com bebês, além de ter várias dicas bacanas para pais de primeira, segunda ou mais viagens. Como ter um casamento feliz depois dos filhos deve ser uma das grandes dúvidas de novos pais e aqui, em minha tradução livre e adaptada, aprenderemos um pouco sobre esta nova aventura.


*Artigo por Elizabeth Pantley

O seu casamento é tudo o que você esperava que poderia ser? Ou tem sido empurrado para baixo sua lista de prioridades depois de ter filhos? Vamos enfrentá-lo, a maternidade e paternidade são trabalhos integrais, e eles mudam drasticamente o seu relacionamento conjugal.

Mas o casamento é a base sobre a qual toda a sua família está estruturada. Se o seu casamento for forte, toda a sua família será forte; sua vida será mais pacífica, você será um pai ou mãe melhor, e você, simplesmente, terá mais diversão em sua vida.

Faça um compromisso com seu parceiro(a)

Para criar ou manter um casamento forte você terá que dar o primeiro passo crítico: Você deve estar disposto a colocar tempo, esforço e pensamento em nutrir o seu casamento. As idéias que se seguem irão ajudá-lo a seguir este compromisso e dar uma nova vida e significado em seu casamento. Uma coisa maravilhosa pode acontecer. Você pode se apaixonar por seu parceiro(a) mais uma vez.

Além disso, seus filhos vão se beneficiar muito de seu relacionamento mais forte. As crianças se sentem seguras quando sabem que os pais se amam – particularmente no mundo de hoje, onde 50% dos casamentos terminam em divórcio; metade dos amigos de seus filhos foram embora, ou estão passando por um divórcio; ou talvez você tenha outros filhos que sobreviveram a um divórcio e agora estão vivendo em um novo arranjo familiar. Seus filhos precisam de uma prova diária de que sua vida familiar é estável e previsível.

Quando você faz um compromisso com o seu casamento, seus filhos vão sentir a diferença.

Não, eles não vão sofrer de negligência! Eles florescerão quando seu casamento – e sua vida familiar – estiver prosperando.

O segredo surpreendente é que isso não tem que tomar qualquer tempo extra em sua programação tão atarefada. Apenas uma mudança na atitude e foco no compromisso pode render um casamento mais forte e mais feliz.

Então aqui está o meu desafio para você. Leia as seguintes sugestões e aplique-as em seu casamento nos próximos 30 dias. Em seguida, avalie seu casamento. Garanto que ambos estarão mais felizes.

1. Procure as boas qualidades, dê menos importância aos defeitos

Você se casou com essa pessoa por muitas e boas razões. Seu parceiro(a) tem muitas qualidades maravilhosas. Seu primeiro passo para adicionar felicidade em seu casamento é olhar para as qualidades e dar menos importância para os defeitos.

Torne um hábito ignorar coisas meio irritantes que seu parceiro faz – uma xícara de café esquecida na mesa, pijamas desgastados, um arroto deselegante na mesa de jantar – e procure coisas que fazem você sorrir: a maneira que ele(a) brinca com o bebê; ele(a) ter feito seus cookies favoritos, a paz em conhecer alguém tão bem que você pode usar o seu gasto pijama velho na frente dele ou tolerar aquele “arroto deselegante” na mesa.

2. Dê dois elogios todos os dias

Agora que você se comprometeu a ver o lado bom do seu parceiro(a), é hora de dizer! Esta é a chave dourada do coração do seu companheiro(a). Nosso mundo é tão cheio de contribuições negativas, e nós raramente recebemos elogios de outras pessoas.

Quando fazemos um elogio, não só nos faz sentir bem com nós mesmos, mas realmente nos faz ver o lado bom da pessoa que recebe o elogio! Pense nisso! Quando o seu amor diz: “Você é a(o) melhor. Estou tão feliz por ter me casado com você.” Ele não só faz você se sentir amada(o), ele faz você se sentir mais feliz.

Elogios são fáceis de dar, tomam pouco tempo e são livres. Os elogios são poderosos; você apenas tem que fazer o esforço para dizê-los. Qualquer coisa funciona: “O jantar foi ótimo, você faz o meu molho favorito.” “Obrigado por tirar o lixo. Foi muito atencioso.” “Essa camisola está ótima em você.” “Como você esta bonito(a) hoje!”.

3. Seja gentil

Isso pode parecer engraçado para você, mas pense nisso. Quantas vezes você vê casais que tratam-se de maneiras impessoal ou áspera, de um jeito que nunca tratariam um amigo? Como diz o ditado, se você tiver uma escolha entre ser certo ou agradável, basta escolher ser agradável. Ou para colocar isso em palavras simples e sábias: “Se você não pode dizer algo bom, não diga nada”. 

4. Escolha suas batalhas

Quantas vezes você já ouviu esse conselho sobre criação? Este é um grande conselho para a criação de crianças – e é ótimo conselho para seguir em seu casamento também. Em qualquer relacionamento humano haverá discordância e conflito. A chave aqui é decidir quais as questões que valem a pena prosseguir e que são melhor ignorar. Ao fazer isso, você encontrará muito menos energia negativa entre vocês.

A partir de agora, sempre que você se sentir irritado, tome um minuto para examinar o assunto em questão e faça algumas perguntas. – Quão importante é isso? “Isso vale uma briga?” “Qual seria o benefício de escolher esta batalha versus deixar pra lá?”

5. O abraço de 60 segundos

Muitas vezes você pode identificar um casal recém-casado apenas pelo quanto eles se tocam – de mãos dadas, sentados perto, tocando nos braços, beijando – assim como você pode identificar um casal “casado” por quão pouco eles tocam. As mães, em particular, muitas vezes têm menos necessidade de contato físico com seus parceiros porque seus bebês e crianças pequenas oferecem tanta oportunidade para o toque e carinho que no final do dia se sentem satisfeita na quantidade em que foram “tocadas”.

Então aqui está um lembrete simples: fazer o esforço para tocar o seu parceiro(a) com mais freqüência. Um tapinha, um abraço, um beijo, uma massagem nos ombros – o bom sentimento que ela produz para vocês dois supera largamente o esforço.

Sempre que vocês estiverem brigados, torne uma regra demorar 60 segundos para abraçar, tocar e se conectar na hora de fazer as pazes. E em todos os outros momentos também. Veja aqui: Abraçoterapia, a terapia do abraço.

Isso pode ser viciante! Se você seguir este conselho em breve vocês estarão tocando uns aos outros com mais freqüência e aumentando o romance em seu relacionamento.

6. Passe mais tempo conversando e ouvindo seu parceiro(a)

Eu não quero dizer, “Lembre-se de pegar o uniforme de futebol do Jimmy.” Ou “Eu tenho uma reunião hoje à noite.” Em vez disso, adquira o hábito de compartilhar seus pensamentos sobre o que você lê no jornal, o que você assiste na TV, suas esperanças, seus sonhos, suas preocupações. Tenha um interesse especial nas coisas que seu parceiro(a) está interessado e faça perguntas. E depois ouça as respostas.

7. Passe algum tempo com seu parceiro(a)

Pode ser muito difícil seu casamento prosperar se você gasta todo o seu tempo sendo “mãe” e “pai”. Você precisa passar algum tempo regular como “marido” e “esposa”, “parceiro(a)s”, “namorados”.

Isso não significa que você tem que ter duas semanas de férias no Havaí. (Embora isso possa ser bom, também!) Basta ter pequenos momentos diários de tempo para desfrutar de uma conversa, ou mesmo apenas um momento a sós, sem um bebê em seu quadril, uma criança puxando sua manga de camisa ou um adolescente implorando para sair.

Um passeio matinal diário no bairro ou um café/chá depois que todas as crianças estão na cama pode fazer maravilhas para re-conectar-se um ao outro.

E sim, é muito bom falar sobre seus filhos quando vocês estão gastando seu tempo juntos, porque, afinal, seus filhos são uma das conexões mais importantes que vocês tem em seu relacionamento.

Quando você e seu parceiro(a) se conectam regularmente de uma maneira que nutre o relacionamento, vocês podem encontrar um amor renovado entre vocês, bem como um vigor renovado que lhes permitirá serem pais e mães melhores e mais amorosos. Vocês devem isso a si mesmos – e aos seus filhos – para nutrir o seu relacionamento.

Então, pegue este desafio e use essas idéias nos próximos 30 dias. E veja seu casamento ter um novo brilho.
Leia também:

Deixe um Comentário

comments