Tempo de leitura deste artigo:12 minutos

As vezes, por uma série de fatores o bebê não ganha peso suficiente, mas antes de recorrer desesperadamente ao leite artificial, é possível aprender como aumentar o peso do bebê amamentado sem usar o complemento.

Saber como aumentar o peso do bebê amamentado sem precisar do leite artificial pode ser simples quando a mãe não entra em desespero e não cede a pressão de parentes e até mesmo de um pediatra desatualizado.

A maioria dos bebés amamentados recebem leite materno suficiente e ganham peso de acordo com um padrão consistente e esperado, desde que não usem chupetas, mamadeiras, bicos intermediários de silicone e que a mãe amamente com a pega correta, posicionamento adequado e em livre demanda.

Se você está amamentando e seu recém-nascido está ganhando peso lentamente ou de forma inconsistente, então ele pode não estar recebendo leite materno suficiente.

Veja o que procurar e o que fazer se você acha que seu filho não está ganhando peso bem:
Amamentação e ganho de peso lento: o que é normal?

Os recém-nascidos amamentados podem perder até 10% de seu peso ao nascer durante a primeira semana. Então, quando uma criança tiver duas semanas de idade, ele deveria recuperar o peso que foi perdido. Depois disso, durante os próximos três meses, os bebês devem ganhar cerca de 22 a 25 gr por dia.

Naturalmente, cada recém-nascido é diferente e algumas crianças normalmente crescem mais devagar do que outras. Então, desde que o seu bebê esteja mamando bem e seus exames de saúde estejam tudo certo, um ganho de peso mais lento ou menor do que o esperado pode não ser um problema.

Quando o baixo ganho de peso é um problema?

O ganho de peso é o melhor sinal de que uma criança está recebendo leite materno suficiente. Quando um bebê está ganhando peso mais lento do que o esperado, pode significar que ele não está recebendo o suficiente.

Assim, se seu recém-nascido não voltar ao seu peso de nascimento em duas semanas, ou ele não está ganhando peso consistentemente depois disso ou pode ser que há um problema de amamentação que está impedindo que seu filho ordenhe leite materno suficiente.

Razões pelas quais um bebê não ganha o peso esperado:

1. Seu bebê não esta fazendo a pega correta

Uma boa pega permite que seu filho ordenhe o leite materno de seu peito sem ficar cansado e frustrado. Se o seu bebé não está pegando o peito corretamente, ele não será capaz de remover o leite materno muito bem. Solução: Como fazer a pega correta para amamentar

2. Seu bebê não está mamando em uma freqüência suficiente.

Amamente seu recém-nascido em livre demanda, sempre que ele pedir, ou se ele é um bebê que não solicita mamar (o que costuma ser raro em bebês) o amamente pelo menos a cada duas a no máximo três horas durante o dia e noite durante as primeiras seis a oito semanas. Solução: O que é livre demanda e porquê precisamos dela

3.Seu filho não está mamando tempo suficiente em cada mamada.

Os recém-nascidos devem mamar no peito até que larguem sozinho a mama e solicitem mamar mais na outra mama ou se sentirem satisfeitos. À medida que seu filho cresce, ele não precisará mamar o tempo todo como os recém-nascidos e irá ordenhar leite materno da mama bem rápido, mas durante as primeiras semanas, tente mantê-lo acordado e sugando ativamente o máximo de tempo possível. Solução: Tempo de mamada e troca de peito: como assim?

4. Seu bebê está sentindo alguma dor.

Se seu bebê não está confortável por causa de uma lesão no nascimento, esta posicionado de forma desconfortável no seu colo, esta com alguma dor de qualquer tipo como otites, nariz entupdio ou uma infecção como “sapinho” na boca, ele pode não mamar bem e, portanto, isto pode prejudicar o ganho de peso do bebê neste período. Solução 1: Dicas simples para diminuir a dor no bebê Solução 2: Posições para Amamentar: as tradicionais

5. Sua produção de leite esta baixa devido a fatores externos.

Uma baixa oferta de leite pode impedir o seu filho de obter leite materno suficiente, mas também pode ser o resultado de seu bebê não mamar bem por causa dos fatores acima e pelo uso de bicos artificiais como chupetas, mamadeiras e bicos de silicone. É um ciclo vicioso. A boa notícia é que a baixa produção de leite pode ser recuperada facilmente assim que os agentes causadores dela são resolvidos.

Soluções para o uso de bicos artificiais causando a baixa produção de leite materno:

  1. O ciclo de problemas: chupeta, mamadeira e baixa produção de leite materno
  2. Como tirar a chupeta do bebê gentilmente e sem sofrimento

Soluções para aumentar a produção de leite materno:

  1. Como aumentar o leite materno
  2. 6 dicas simples para aumentar o leite materno naturalmente

6. Você tem um jato de leite muito forte.

Um jato muito forte de leite e muito leite no peito podem atrapalhar que o bebê mame tranquilamente, deixá-lo nervoso e fazê-lo desistir mais cedo da mamada por se sentir cansado. Quando o jato de leite é forte demais, o bebê larga o peito várias vezes durante a mamada e fica irritado tentando respirar e descansar porque não consegue mamar tão rápido quando o leite desce.

Quando o peito esta cheio e duro demais, a pega do bebê pode ser prejudicada e ele pode ficar irritado no peito desistindo de mamar algumas vezes também. É importante solucionar estes problemas.

Se o peito estiver duro e cheio demais, é preciso ordenhar um pouco a mama antes de oferecer ao bebê. Solução: como ordenhar leite materno
Se o problema for um jato muito forte de leite, além da ordenha para retirar o excesso inicial, você pode amamentar seu bebê nas posições Laid Back Position, que são ótimas para este tipo de caso. Solução: Laid Back Position: Amamentação descontraída e posições instintivas

Seu bebê tem um ritmo de ganho de peso mais lento que a maioria?

Enquanto a maioria dos recém-nascidos e lactentes amamentados corretamente ganham peso dentro do “padrão”, alguns bebês tem um perfil genético menor e crescem e ganham peso diferente da maioria, ganham um pouco menos do que a maioria, de fato.

Quando uma criança está em risco por causa das dificuldades na amamentação citadas acima, as chances de crescer e ganhar peso em um ritmo mais lento são maiores.

Situações em que uma criança tem maior probabilidade de ter um ganho de peso mais lento:

1. Pré-termos e recém-nascidos a termo:

Bebês menores ou nascidos antes de 37 semanas podem não ter a força ou a energia para mamar por um tempo suficiente para obter todo o leite materno de que necessitam. Eles também são mais propensos a dormir mais e pode passar por algumas situações médicas que interferem na mamada, como icterícia ou desidratação que pode tornar a amamentação ainda mais difícil.

2. Bebês doentes:

Bebês com uma doença ou uma infecção podem não mamar bem. Eles não conseguem ganhar peso e podem até mesmo perder peso, especialmente se eles têm diarréia ou estão vomitando.

3. Bebês com dificuldades na pega correta por questões físicas:

Se um bebê tem uma boca pequena ou uma mãe tem mamilos grandes, o bebê pode não ser capaz de fazer uma boa pega inicialmente. Também é difícil para um bebê pegar corretamente a mama se a mãe tem peitos duros e ingurgitados. Outros recém-nascidos que podem ter um problema com a pega incluem aqueles que nascem com problemas neurológicos ou problemas físicos, como uma fissura no lábio e palato. Ainda assim, estes bebês conseguem mamar e aprender a pegar corretamente a mama da mãe com apoio médico e especializado.

4. Recém-nascidos de mães com um baixo estoque de leite materno:

Questões como uma cirurgia anterior da mama ou seios hipoplásicos também podem interferir na produção adequada de leite materno. A maioria dos casos de cirurgias mamárias hoje em dia permitem que a mãe amamente tranquilamente, alguns casos específicos precisam de acompanhamento profissional. Veja aqui: Mamoplastia e amamentação: é possível amamentar depois de uma cirurgia nos seios?

5. Bebês com icterícia:

Os recém-nascidos com icterícia podem ter um tom amarelo na pele. A icterícia pode tornar os bebês muito sonolentos e não interessados ​​em mamar, no entanto, é preciso insistir para que o bebê mame no peito, pois é justamente isso que fará com que o problema passe rapidamente.

6. Bebês com refluxo doença:

Bebês com refluxo golfam ou vomitam após as mamadas. Eles não só perdem parte do leite ingerido, mas o ácido do refluxo irrita a garganta e o esôfago tornando-se doloroso para o bebê mamar. No entanto, é importante saber o que fazer nos casos tanto de refluxo fisiológico (que não interfere no peso) quanto do refluxo doença para minimizar o problema. Veja aqui: O que é refluxo em bebês: tipos de refluxo e como aliviar

Além disso, é importante investigar com o médico se o refluxo não esta sendo causado por uma APLV (alergia a proteína do leite de vaca). Neste caso, eliminar da sua dieta (da mãe) tudo que contenha leite e traços de leite, vai diminuir este sintoma no bebê e claro, evitar ao máximo o leite artificial, que só pioraria o problema.

O que mais fazer para ajudar no ganho de peso do bebê?

Certifique-se de eliminar todos os agentes causadores citados acima como responsáveis pela diminuição ou falta de ganho de peso.

Se você não consegue fazer isto sozinha, peça ajuda em um banco de leite ou chame uma consultora de amamentação em casa para definir estratégias que garantam uma boa oferta de leite ao bebê.

Aumente a oferta de leite materno ao seu bebê.

Se ele mama de 3 em 3h, diminua o intervalo de mamadas para 2h em 2h horas por pelos menos 2 semanas, até que: tanto sua demanda de leite aumente quando o peso do bebê se estabilize.

Retire as chupetas, mamadeiras e bicos de silicone.

Se o seu bebê esta usando chupeta, retire imediatamente porque o tempo que ele suga a chupeta, deveria estar no peito mamando, então ele suga algo que não o nutre e seu corpo também não entende que precisa produzir leite.

Já o bico intermediário de silicone, apesar de se apresentar como algo bom, na verdade é um vilão. Nele o bebê precisa se esforçar mais para mamar e consequentemente mama menos, ganhando menos peso. Se você não consegue retirar este bico sozinha, chame uma consultora em casa para te ajudar.

Caso você tenha precisado complementar as mamadas, não faça isso com a mamadeira, porque o resultado é a confusão de bicos, que faz o bebê largar seu peito definitivamente e também a falta de envio de sinais para o seu corpo de que é preciso produzir leite, além disso, se você ordenhar seu leite justamente para aumentar a produção, você pode oferecer este mesmo leite ao bebê em vez de um artificial. Solução: Como oferecer leite para o bebê no copo

Se você tem um recém-nascido sonolento. 

Tente mantê-lo acordado fazendo cócegas em seus pés, mudando sua posição de mamada, mudando sua fralda, conversando com ele ou diminuindo um pouco de suas roupas para que ele acorde.

Se o problema é a sua baixa produção de leite materno.

Além de eliminar os causadores disto (chupetas, mamadeiras, bicos de silicone, não amamentar em livre demanda) tome medidas para aumentar sua produção de leite. Além de amamentar com mais freqüência, você pode ordenhar com uma bomba seu leite entre as mamadas para estimular seu mama a produzir mais. Aprenda aqui: Como ordenhar leite materno.

Referências bibliográficas:
Cadwell, Karin, Turner-Maffei, Cynthia, O’Connor, Barbara, Cadwell Blair, Anna, Arnold, Lois D.W., and Blair Elyse M. Maternal and Infant Assessment for Breastfeeding and Human Lactation A Guide for the Practitioner Second Edition. Jones and Bartlett Publishers. 2006.
Dewey KG, Nommsen-Rivers LA, Heinig MJ, Cohen RJ. Risk factors for suboptimal infant breastfeeding behavior, delayed onset of lactation, and excess neonatal weight loss. Pediatrics. 2003 Sep 1;112(3):607-19.
Lawrence, Ruth A., MD, Lawrence, Robert M., MD. Breastfeeding A Guide For The Medical Profession Eighth Edition. Elsevier Health Sciences. 2015.
Neifert M, DeMarzo S, Seacat J, Young D, Leff M, Orleans M. The Influence of Breast Surgery, Breast Appearance, and Pregnancy‐Induced Breast Changes on lactation Sufficiency as Measured by Infant Weight Gain. Birth. 1990 Mar 1;17(1):31-8.
Riordan, J., and Wambach, K. Breastfeeding and Human Lactation Fourth Edition. Jones and Bartlett Learning. 2014.

Deixe um Comentário

comments