Tempo de leitura deste artigo:3 minutos

Amamentar aumenta capacidade emocional do bebê ou como muitos médicos chamam, o quociente emocional.

Pode comemorar, pois, quando falo que amamentar aumenta capacidade emocional do bebê, estou falando que, na verdade, seu bebê será uma criança segura de si, bem resolvida e feliz. Muito diferente do que os desentendidos falam sobre amamentar, não é mesmo?

“Na última década, a ciência descobriu muita coisa sobre o papel da emoção na nossa vida. Os pesquisadores verificaram que até mais que um QI (quociente de inteligência) alto, um QE (quociente emocional – que mede a capacidade de lidar com os sentimentos), determina o sucesso e a felicidade da pessoa em todos os setores de sua vida. A amamentação prazerosa esta profundamente ligada ao bom desenvolvimento emocional dos bebês, e disto depende o alto QI e o alto QE.” (Adolfo, Lana)

A amamentação proporciona uma melhor maneira de ser e viver ao bebê, como irá relacionar-se com as pessoas futuramente e lhe permite uma maior capacidade de felicidade.

Calma que isto que não significa que crianças que não foram amamentadas não serão felizes! Isto significa que a amamentação não cria “dependentes emocionais” como muitos enchem a boca para falar sem saber.

Isto também significa que amamentar seu bebê é uma ferramenta a mais que irá favorecer sua felicidade. Mas isto a maioria das mães devem saber só de olhar para a cara feliz do filho mamando, não é mesmo?

Claro que é importante que a mãe também esteja feliz com sua amamentação. Disposta, alegre e tranquila.

Todas queremos o melhor para nossos filhos. Queremos que eles sejam felizes, inteligentes, confiantes, que tenham auto-estima, que tenham objetivos na vida e o sigam, que tenham, acima de tudo, relações saudáveis e significativas com outras pessoas. E tudo isso torna as pessoas felizes.

Desejamos o melhor para eles, todos os dias, em nossos mais profundos pensamentos. E pelo visto, uma ótima maneira de começar a ajudar que estas coisas aconteçam é amamentando.

De todos os benefícios do leite materno e toda sua dinâmica e supremacia em relação a qualquer outro leite, ainda temos o calor humano como um componente exclusivo.

Afeto, sensação de segurança e aconchego decorrentes do agradável contato próximo proporcionado pela amamentação tornam amamentar o bebê um momento inigualável.

A qualidade deste contato que a amamentação proporciona favorece seu relacionamento futuro com outras pessoas no decorrer de sua vida, lhe dá qualidade de vida e claro, mais felicidade.

Leia também:

Referências bibliográficas: Lana, Adolfo Paulo Bicalho – O Livro de Estímulo à Amamentação: Uma visão Biológica, Fisiológica e Psicológica – Comportamental da Amamentação. – São Paulo: Editora Atheneu, 2001.

Deixe um Comentário

comments