Tempo de leitura deste artigo:5 minutos

Você decidiu amamentar seu bebê? Não importa a idade que ele tenha saiba que em algum momento você vai acabar ouvindo de alguém que acha que sabe mais do que você que esta na hora de parar, esta é a vida de mães na amamentação de todo dia.

E não apenas, na vida de amamentação de todo dia, você pode ouvir que seu leite não serve para mais nada ou que a amamentação “esta acabando com você”. São tantos experts no assunto que não sabem da missa o terço que me pergunto todos os dias como algumas mães conseguem superar tudo isto em meio a tanta falta de estímulo e interferência.

Então sim: é muito mais fácil desmamar do que amamentar.

As que não conseguiram amamentar por qualquer motivo que me perdoem e recebam meu abraço apertado, mas manter a amamentação é esforço diário, tarefa árdua e contínua onde superação é a palavra chave para muitas situações difíceis que se enfrenta no meio do caminho.

As que não quiseram amamentar e simplesmente não assumiram isto e lá no fundo sabem que era isso, um pedido: parem de inventar desculpas para a sua falta de “querer” e saiba que não é pecado nenhum não querer amamentar.

Da mesma forma que as que decidem amamentar carregam o peso desta decisão enfrentando o mundo, faça você o mesmo e assuma o motivo de não ter ido em frente, ao menos para si mesma.

Eu que falo de aleitamento a mais de 2 anos, que estudo sobre e que tenho verdadeira paixão pelo tema porque simplesmente acho que ele é mais importante do que realmente as pessoas acham, enfrentei dificuldades diárias e vez ou outra interferências externas.

As vezes me peguei explicando para algumas pessoas sobre minha decisão de amamentar e pelo desmame natural, coisa que nenhuma mãe deveria se prestar a fazer porque vamos combinar: isto não interessa a mais ninguém além dela e do filho dela.

No entanto aqui estamos nós, pessoas que incentivam a amamentação e mães que optaram pelo aleitamento nos dando conta que existe um mundo além do ato de simplesmente amamentar e da sua vontade e do seu filho, porque o mundo não respeita sua decisão e se acha no direito de interferir.

Algumas pessoas falam sem pensar, obviamente. Outras acham que sabem mais do que você, provavelmente.

E a grande maioria é desinteressada pelo tema de tal forma que sequer se dá conta que esta falando uma enorme bobagem, que você sabe, se trata de pura desinformação.

Muito se fala que para amamentar a mãe precisa de apoio, incentivo e informação. Concordo em número, gênero e grau. Mas me dei conta a algum tempo que além disto a mãe precisa querer.

Querer de verdade.

Precisa ter aquele querer que faz ela ir atrás da informação, buscar apoio e se cercar de pessoas que incentivam, ainda que seja em grupos virtuais.

Se a mãe não quiser, se a mãe não souber que não quer, mas não quiser…não vai dar valor para nada disso porque ela simplesmente não quer!

Dói como promotora e estudiosa do tema saber disso, mas é isso. Você abre a porta para ela passar, mas ela precisa dar estes passos.

Leia também:

As que deram este passo rumo a amamentação entenderam que isto era apenas o começo e que se elas não quisessem de verdade já teriam desistido porque enfrentam dificuldades todos os dias. Ouvem pessoas se intrometendo sempre na amamentação delas e ainda precisam lidar com um mundo onde amamentar virou tabu.

Aos que são a pedra no sapato destas mães que decidiram amamentar, um pedido: shh!

giphy

Silêncio! Já é difícil sem vocês falarem nada a respeito, quando vocês decidem se envolver e dar pitacos, só piora.

Não, não queremos sua opinião, guarde para quando tiver os seus filhos ou para si se já os tiver. A mãe que amamenta não quer saber o que você acha da relação de amamentação dela porque isto simplesmente não te diz respeito.

Amamentar todos os dias por meses e anos é superação e vontade, os pitacos que ela ouve nesta vida de mãe lactante não servem para nada.

 

Deixe um Comentário

comments