Tempo de leitura deste artigo:3 minutos

Os 4 anos de idade, um momento em quê seu filho começa a descobrir vários mundos.

Desde o lúdico até o real, para as crianças de 4 anos de idade, estas camadas do inexplorado se misturam e eles se tornam descobridores de mundo a cada dia, com cada novidade, com cada nova descoberta.

Você já deve ter reparado que seu filho vive perguntando o por quê das coisas, tem idéias mirabolantes para as coisas mais comuns do dia a dia e o principal, vê a vida com uma positividade sem tamanho.

Que a gente aprenda a conservar em nossos filhos, esse positivismo e olhar brilhante sobre a vida que os 4 anos de idade evidencia em nossas crianças.

A pouco tempo chegamos nos 4 anos de idade e esta chegada foi cheia de novidades encantadoras que a idade traz. Sou mãe coruja, confesso. Vejo beleza em todas as pequenas descobertas e vivo me surpreendendo com a esperteza e sabedoria para o bem que meu pequeno de 4 anos tem com tão pouco tempo neste mundo.

As vezes acho que a gente naturalmente nasce bom, feliz, vibrante e cheio de energia positiva. Nos perdemos com o tempo, com a vida e com os desafios diários que a vida adulta nos traz.

Nosso desafio maior como pais hoje é justamente tentar conservar, dentro destes pequenos potes de boa vontade que são nossos filhos, essa beleza natural que nasce com o ser humano.

“Mamãe, eu tive uma ideia!”

Que tal se a gente…
Ahhh, descobri!
Olha, eu sei fazer isso sozinho!
Vamos brincar?
Amo você, mamãe!
Mamãe, você esta tão linda hoje!
Espera aí…

São uma pequena amostra das frases que ouço todo santo dia! É uma mistura de pequeno explorador com todos os outros ingredientes que tornam cada criança tão particular e especial: amor, inocência, positividade, energia vibrante e tantas coisas boas.

E no meio desta teia de novos aprendizados e conexões tão inerentes a esta idade tão especial e divertida, você percebe que hoje, mais do que nunca, seu filho não é mais um pequeno bebê, embora você teime em chamá-lo assim de vez em quando.

Vai dar saudade da pequena bolotinha babona e risonha com 2 dentinhos que eles eram a pouco tempo atras. Pouco mesmo!

Por outro lado, você vai estufar seu peito cheia de orgulho do trabalho que tem feito como mãe, como pai, como cuidador amoroso e vai olhar para aquela criança se desabrochando com o passar dos anos e vai rir sozinha de satisfação.

É assim que me sinto ultimamente, num misto de saudade do bebê que já foi, satisfeita com a criança que esta sendo…acompanhando de olhos atentos e coração, ora saltitante, ora apertadinho, meu filho crescendo.

Os dias já não são mais longos como quando ele era apenas um bebê e demandava tanto de mim, os dias estão passando tão rápido quanto os anos. Tempo, vai com calma! Assim meu coração não aguenta.

Leia também:

 

Deixe um Comentário

comments