Tempo de leitura deste artigo:6 minutos

Existem algumas coisas que bons pais fazem na criação dos filhos todos os dias.

Você sabe quais são as coisas que bons pais fazem ou que traços eles têm em comum? O que podemos fazer para sermos bons como pais e mães para nossos filhos?

Claro que ser uma boa mãe ou um bom pai não tem exatamente uma definição absoluta e única. O que pode ser um traço bom de criação para um, pode não ser para outro. Em termos gerais, alguns traços e comportamentos bons de pais são aqueles que tornam a criança feliz, saudável física e emocionalmente.

Veja agora 12 coisas boas que você pode fazer pelo seu filho:

1. Seja um guia e apoio.

Naturalmente queremos que nossos filhos sejam bem sucedidos em todas as esferas de suas vidas, no entanto, é preciso cuidado para não se tornar um pai exigente e crítico ao extremo em busca da perfeição. Não force seu filho a fazer coisas que não quer como aprender a tocar algo, fazer algum tipo de esporte, ter notas extremamente altas. Calma.

Dê espaço para que seu filho descubra o que gosta de fazer e seja um guia e apoio para que ele alcance seu potencial com entusiasmo e energia positiva.

2. Deixe as crianças serem independentes.

Os bons pais sabem que é importante que as crianças façam coisas sozinhas. Se é lição de casa, tarefas ou fazer amigos, a melhor coisa que podemos fazer como pais é ensinar nossos filhos a lidar com as situações que se apresentam em sua vida por conta própria.

Às vezes pode ser difícil dizer o quanto devemos ajudar e quanto devemos deixar as crianças descobrir algo por conta própria, mas como regra geral, ajudar o seu filho com algo é bom quando você faz isso com o objetivo final de ensiná-lo a fazer por conta própria depois.

3. Lembre-se que as crianças estão sempre observando suas atitudes.

Bons pais sabem que as crianças sempre aprendem com os exemplos que definimos para elas seguirem. Se quisermos que nossos filhos sejam gentis, empáticos e bem-educados à medida que crescem, devemos tentar ser assim, mostrar o melhor do nosso comportamento e sermos respeitosos com os outros.

4. Nunca seja maldoso, rancoroso ou menospreze seu filho.

Um pai ocasionalmente  vai perder o controle. Claro – somos humanos, afinal. Mas insultar, humilhar ou depreciar uma criança nunca. E isto nunca será uma boa maneira de ensinar nada. Você gostaria de ser tratado dessa maneira?

5. Mostre ao seu filho que você o ama, todos os dias.

Podemos todos ser muito ocupados, é fácil esquecer de tomar o tempo para mostrar aos nossos filhos como nos sentimos sobre eles. Pequenos gestos como escrever um pequeno bilhete e colocar dentro de sua lancheira ou compartilhar coisas sobre você com ele podem fortalecer seu relacionamento e mostrar ao seu filho o quanto você a ama todos os dias.

6. Diga que eles que você também comete erros e se arrepende deles.

Bons pais sabem que às vezes podem cometer erros e eles aprendem com estes erros, pedem desculpas e mostram aos seus filhos como assumir a responsabilidade por suas ações.

7. Disciplina.

Disciplina (não punição) não é apenas uma das melhores coisas que você pode ensinar aos seus filhos, mas é uma maneira de garantir que você está criando uma criança que será mais feliz. Por que é tão importante disciplinar as crianças? Crianças que não são disciplinadas são muito mais propensas a serem mimadas, ingratas, gananciosas e, não surpreendentemente, têm dificuldade em fazer amigos e ser felizes mais tarde na vida.

8. Olhe para as necessidades da criança – não para o que seu filho quer ser ou fazer.

As vezes seu filho é bem intencionado, esperto e inteligente, mas isso não significa que ele tenha capacidade de tomar decisões por si só. Por muito tempo os pais precisarão tomar as melhores decisões pelos filhos e isto as vezes significa que ele pode não concordar, mas com o tempo ele vai entender que foi o melhor para ele.

9. Saiba o que seus filhos estão fazendo e com quem.

Quem são os amigos do seu filho? Como são os pais da criança? Quem vai encontrar o seu filho quando ele joga na casa do amigo? Essas e outras perguntas a serem feitas antes de uma data de jogo não são apenas cruciais para a segurança de seu filho, mas é uma maneira importante para você acompanhar o que seu filho está experimentando e encontrando quando ele está longe de você.

10. Ensine os filhos a serem gentis, respeitosos, caridosos, agradecidos pelo que têm e a ter empatia pelos outros.

Claro que todos nós queremos que nossos filhos se esforcem para ter boas notas; ganhar prêmios e elogios em suas atividades extracurriculares e que sejam bem sucedidos mais tarde na vida. Mas se você esquecer de ensiná-los como ser pessoas boas, eles serão menos propensos a serem felizes, não importa o que eles consigam e quanto eles tenham na conta.

11. Lembre-se de rir junto, passar tempo junto e se conectar positivamente a cada dia.

Jogar juntos, passar de bike, cozinhar, assistir a um filme ou apenas ler um bom livro juntos (ou ler livros diferentes lado a lado, se o seu filho é mais velho), bons pais passam o tempo fazendo algo divertido e conectam-se com seus filhos desde as pequenas coisas do dia a dia até as grandes atividades.

12. Fale e ouça.

Os pais muitas vezes gastam muito do seu tempo com seus filhos falando mais do que ouvindo. Pratique a escuta ativa com seus filhos e realmente dê a eles a sua atenção (longe de uma tela de computador ou telefone). Você ficará surpreso com o quanto você vai se sentir mais conectado ao seu filho e provavelmente aprenderá sobre muitas coisas que seu filho está pensando e sentindo. A melhor parte: Você também estará ensinando a ele como dar atenção a você quando você quiser discutir algo com ele.

Leia também:

Deixe um Comentário

comments